Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

28/02/2015 - 06:36

Dilma inaugura parque eólico e ressalta importância de diversificar a matriz energética


A diversidade de fontes garante a segurança energética, afirma a presidenta. Parque Eólico Geribatu ira produzir 258 megawatts de energia e estará conectada ao Sistema Interligado Nacional.

A presidenta Dilma Rousseff inaugurou na tarde do dia 27 de fevereiro(sexta-feira), o Parque Eólico Geribatu, em Santa Vitória do Palmar, no extremo sul do Rio Grande do Sul. Em seu discurso, a presidenta ressaltou a importância e o compromisso de se investir em fontes alternativas de geração de energia elétrica.

“Além das hidrelétricas, temos de ter (a energia) eólica e (a energia das) termelétricas. Temos de ter diversidade de fontes. Isso garante a segurança energética", enfatizou Dilma. "A diversificação da matriz mais desperdício zero é garantia de segurança energética do País," concluiu.

Dilma Rousseff destacou a importância da existência de outras fontes de energia para garantir o abastecimento em todo País, mesmo durante os períodos de estiagem. “Graças a nossos esforços de investimento na expansão e diversificação da oferta de energia, mesmo com a seca que castiga grande parte do Brasil, em especial no Sudeste e no Nordeste, estamos garantindo o atendimento da população. Para isso, lançamos mão da energia produzida pelas usinas termelétricas, que suplementa a produzida pelas hidrelétricas, mas que é mais cara“, disse a presidenta antes de indicar que o aumento do preço de energia é passageiro e em função da seca enfrentada em regiões do País.

Segundo Dilma Rousseff os empreendimentos entregues no dia 27 (sexta-feira) – parque eólico e o sistema de transmissão – estão previstos no PAC2 e somam R$ 2,1 bilhões em investimentos. “Os ventos do Sul vão alimentar a produção de 258 megawatts neste parque eólico, que podem atender a necessidade de energia elétrica de 1,6 milhão de pessoas. Uma população maior do que a de Porto Alegre ”, comparou a presidenta.

A energia produzida no extremo sul do estado estará conectada ao Sistema Interligado Nacional. Também nesta sexta-feira foi inaugurado o sistema de transmissão associado ao parque eólico, que poderá levar a energia produzida no Geribatu até Nova Santa Rita, na região metropolitana de Porto Alegre, por 757 km de linhas de transmissão.

Mais que o aspecto de reforço energético, o Parque Eólico de Geribatu tem contribuído para o desenvolvimento econômico dos municípios do extremo Sul gaúcho. Além de Geribatu, outros dois parques – Chuí e Hermenegildo – estão em implantação nos municípios de Santa Vitória do Palmar e Chuí.

Juntos, formarão o Complexo Eólico Campos Neutrais, gerando aproximadamente 4,8 mil empregos diretos e indiretos, o que tem refletido não só na contratação de mão de obra local, como no aquecimento do comércio e do setor imobiliário das cidades.

Pequenos produtores - Os proprietários das áreas onde estão os parques eólicos, a maioria pequenos produtores rurais, também terão um reforço no orçamento com a remuneração pelo uso da terra por parte do empreendedor, proporcional à receita líquida resultante da geração.

Além disso, toda a região é beneficiada com melhoria de estradas e outras compensações previstas nos programas socioambientais dos empreendimentos. “A vocação dessa região vai permitir grande exploração da energia eólica”, disse Dilma.

Geração de emprego - Dilma Rousseff destacou também a importância de que os parques eólicos e a energia produzida serão indutores do enriquecimento da região gaúcha. “Nos ajudarão a estimular a geração de mais emprego, mais renda e mais desenvolvimento aqui na fronteira sul, nos Campos Neutrais 100% brasileiros, ” enfatizou Dilma Rousseff.

Segundo o prefeito de Santa Vitória do Palmar, Eduardo Morrone, a estimativa é de um aumento de aproximadamente 30% na arrecadação com o ICMS, com o início da operação do Parque Geribatu, o que possibilitará mais investimentos em setores básicos como saúde e educação.

Maior Parque Eólico - O Parque Eólico Geribatu, que agrega 258 MW ao Sistema Interligado Nacional (SIN), reúne 129 aerogeradores (2 MW de potência cada), distribuídos em dez usinas, que ocupam uma área de 47,5 quilômetros quadrados.

Segundo o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, que também participou da cerimônia de inauguração, a energia está presente no emprego, na renda, na qualidade de vida das pessoas. " Temos um sistema elétrico robusto, que transforma o potencial eólico em energia", ressalta Braga.

O Parque Geribatu é o maior dos três parques que compõem o Complexo Eólico Campos Neutrais. Os outros são Chuí (144 MW) e Hermenegildo (181 MW), nos quais estão sendo investidos R$ 1,7 bilhão. São quase 170 turbinas eólicas já instaladas em Geribatu e Chuí: 129 e 39, respectivamente. O complexo tem capacidade para atender ao consumo de cerca de 3,3 milhões de habitantes.

Estímulo ao turismo - Um dos segmentos que já tem observado mudanças no cenário econômico da região é o do turismo.

As imensas turbinas eólicas têm atraído turistas de várias partes do País e, também, dos vizinhos Argentina e Uruguai. O Centro de Visitantes do Complexo Eólico Campos Neutrais registrou a passagem de mais de 8,3 mil pessoas nos últimos 12 meses.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira