Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/02/2015 - 07:14

Centro operacional da Cedae monitora abastecimento


No local, técnicos controlam informações como níveis de reservatórios e qualidade da água.

Instalado desde 2012 na sede da Cedae, na Cidade Nova, o Centro de Controle Operacional (CCO) é responsável por monitorar as operações de todo o sistema de adução – tubulação para transporte da água dos pontos de captação até as Estações de Tratamento de Água (ETAs) e destas até os reservatórios de distribuição – do Grande Rio. No local, engenheiros e técnicos controlam, através de softwares de última geração, informações como níveis de reservatórios, qualidade da água, vazão e variação de tensão elétrica. Tudo isso à distância e em tempo real por meio de telemetria.

—A tecnologia que temos no CCO nos ajuda muito na tomada de decisões, possibilitando que, através das informações obtidas, consigamos operar o sistema com mais qualidade e agilidade. É possível, por exemplo, saber a pressão de alguma adutora sem a necessidade de mandar uma equipe até lá — explicou o diretor de Produção e Grandes Operações da Cedae, Edes Fernandes.

Funcionando 24 horas, o CCO permite que as equipes detectem rapidamente vazamentos nas tubulações e quaisquer anormalidades no abastecimento. Com isso, consegue-se diminuir as perdas de água, equilibrando a produção e distribuição do recurso com mais eficiência. O centro dispõe ainda de uma sala de crise, espaço onde gestores e operadores se reúnem no caso de algum problema de abastecimento.

—Com todos os dirigentes concentrados neste prédio, as tomadas de decisão são mais rápidas, evitando o desabastecimento de água para a população. Aqui, também podemos oferecer maior segurança operacional. Conseguimos, por exemplo, abrir e fechar válvulas de algumas das principais adutoras da região do Grande Rio, já que são acionadas por telecomando. O controle do abastecimento é mais seguro e eficaz—disse Fernandes.

O CCO também mantém comunicação constante com a ETA Guandu, maior estação de tratamento de água do mundo, trocando informações importantes para a boa manutenção do abastecimento no estado.

Tecnologia de ponta - Além da utilização de um software americano, em sua versão mais moderna, o CCO é equipado com videowall, uma tela capaz de disponibilizar diferentes dados do sistema adutor, incluindo tabelas e gráficos, que são essenciais ao gerenciamento.

O videowall foi o primeiro com essa moderna tecnologia montado no Brasil. Nele, é possível visualizar diversos sistemas de adução ao mesmo tempo. Já o software, que agrega as informações sobre o sistema, identifica qualquer mudança fora dos parâmetros autorizados e comunica aos operadores por meio do acionamento de um alarme.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: