Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

04/02/2015 - 09:07

As primeiras joint-ventures entre o Banco PSA Finance e o Santander Consumer Finance iniciam suas atividades na França e no Reino Unido

O organismo regulador aprovou o lançamento das duas primeiras joint-ventures. As atividades na França e no Reino Unido estarão operacionais no início de fevereiro. O Banco PSA Finance recupera plenamente sua capacidade de acesso aos mercados e dispensa a garantia do governo francês.

Após o anúncio, em 10 de julho de 2014, da assinatura de um acordo-quadro entre o Banco PSA Finance e o Santander Consumer Finance (SCF e suas coligadas), as duas primeiras joint-ventures já obtiveram o acordo das autoridades reguladoras para realizar operações conjuntas na França e no Reino Unido. Essas sociedades passam a realizar o financiamento para as concessionárias das marcas Peugeot, Citroën e DS, assim como para os clientes destas marcas em ambos os países. As duas primeiras joint-ventures representam 53% da carteira coberta pelo acordo-quadro.

No total, o acordo-quadro prevê dez joint-ventures [1] e 1 parceria comercial[2] na Europa; o início das atividades nos nove outros países deve ocorrer ao longo de 2015 e no começo de 2016.

Com participação paritária e consolidadas por integração global pelo grupo Santander, as joint-ventures vão viabilizar o aumento da rentabilidade do Banco PSA Finance nesses países. O balanço da divisão Automotiva da PSA Peugeot Citroën também será reforçado pelo aporte de 1,5 bilhão de euros até 2018.

A entrada em operação dessas joint-ventures revigora o financiamento das atividades do Banco PSA Finance, que recupera assim sua plena capacidade de acesso aos mercados. Com isso, o Banco PSA Finance também anuncia que deixará de utilizar a garantia do governo francês no âmbito de novas emissões de obrigações.

A garantia do governo, votada em 29 de dezembro de 2012 pelo Parlamento francês e validada pela Comissão Europeia em 29 de julho de 2013, foi concedida para um valor máximo de 7 bilhões de euros, sendo remunerada por uma comissão básica de 260bp. Ela se aplica aos títulos de dívida emitidos pelo Banco PSA Finance entre 1º de janeiro de 2013 e 31 de dezembro de 2016, tal como previsto inicialmente. Até agora, o montante utilizado foi de 1,5 bilhão de euros, em duas emissões: uma de 1,2 bilhão de euros, em abril de 2013, e outra de 0,3 bilhão de euros, em julho de 2014. Ambas as emissões continuam cobertas por essa garantia, pela qual a PSA Peugeot Citroën já pagou ao governo francês o equivalente a 60 milhões de euros em comissões até o final de 2014.

Nessa ocasião, Jean-Baptiste de Chatillon, diretor financeiro da PSA Peugeot Citroën e Presidente do Banco PSA Finance, declarou: «Esses anúncios são um avanço significativo para o Banco e para o Grupo. Nossa parceria com o Santander se concretiza na França e no Reino Unido; o Banco PSA Finance confirma sua solidez, demonstrando plena capacidade de se refinanciar nas melhores condições de mercado. Assim, poderá oferecer taxas extremamente competitivas para os clientes das marcas Peugeot, Citroën e DS, ao mesmo tempo em que aumentará fortemente sua rentabilidade. »

Nossa parceria com o Santander se concretiza na França e no Reino Unido; o Banco PSA Finance confirma sua solidez, demonstrando plena capacidade de se refinanciar nas melhores condições de mercado. Assim, poderá oferecer taxas extremamente competitivas para os clientes das marcas Peugeot, Citroën e DS, ao mesmo tempo em que aumentará fortemente sua rentabilidade. »

Essas operações foram autorizadas pelas autoridades da concorrência europeia em 3 de dezembro de 2014 e, na França, pelas autoridades de regulação do setor bancário (ACPR e Banco Central Europeu) em 28 de janeiro de 2015.

. 1 Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, França, Itália, Países Baixos, Polônia, Reino Unido e Suíça 2 Portugal.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira