Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

15/11/2014 - 08:03

Exploração sexual infantil é tema de palestra em Vitória

O encontro, aberto ao público, reuniu profissionais ligados ao turismo, a saúde e entidades civis.

Vitória sediou um encontro sobre o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes, no dia 14 de novembro(sexta-feira). A ação, do Ministério do Turismo, tem o objetivo de reforçar o uso das estratégias de prevenção a esse tipo de crime, considerado hediondo. Entre os principais canais de denúncia, destacam-se o Disque 100 e a multiplicação das informações levadas ao público por meio das palestras.

De acordo com o coordenador geral de Proteção à Infância do Ministério do Turismo, Adelino Neto Adelino Neto, evitar o crime de violência sexual contra crianças e adolescentes é garantir que seus direitos sejam cumpridos, um dever que tem sido assumido pelo Ministério.

Durante o encontro, o público teve a oportunidade de conhecer a atuação conjunta dos programas Pronatec Turismo Social e Vira Vida do Sesi, que estão em fase de implementação no estado do Espírito Santo. Por meio de cursos técnicos e da inclusão no mercado de trabalho, ambos têm por objetivo contribuir para a ressocialização de adolescentes e familiares que sofreram algum tipo de violência. Além disso, o Ministério da Saúde apresentou dados do enfrentando ao crime e o fluxo de atendimento às vítimas.

O MTur tem mobilizado toda a rede de proteção a crianças e adolescentes que lidam com o setor do turismo, entre eles garçons, que podem ganham gorjeta para indicar as vítimas, além de representantes da rede hoteleira e de pousadas, onde os encontros costumam acontecer. Desde o início do ano, as palestras foram feitas em 18 capitais brasileiras. Mais de 1.500 pessoas já foram sensibilizadas.

Representantes do Pronatec Turismo Social, do Ministério da Saúde, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e do Conselho Nacional do Sesi também contribuem com a realização do encontro.

Denúncias - No período de janeiro a julho deste ano, o Espírito Santo registrou 48 denúncias de exploração sexual infantil. Se considerado os últimos quatro anos, o quantitativo sobe para 414 ocorrências, sendo que os municípios de Domingos Martins (68), Cariacica (40), Vila Velha (38), Cachoeiro de Itapemirim (35) e Vitória (32) são os que registram o maior número de denúncias. Os dados são da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Vale ressaltar, no entanto, que o número de ligações não corresponde necessariamente ao número de casos.

Aplicativo - Além do Disque 100, a denúncia pode vir pelos celulares, por meio de um aplicativo com o nome Proteja Brasil, desenvolvido pela Unicef e o governo brasileiro. Disponível na Apple Store ou Google Play, a ferramenta auxilia os usuários a identificar e denunciar as violações de direitos de crianças e adolescentes.|Deborah de Salles.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira