Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

14/11/2014 - 06:05

InfoMercado da CCEE traz dados preliminares de geração e consumo em outubro

Consumo tem alta no mercado cativo e retração no ambiente livre, refletindo cenário de produção industrial e preço no mercado de curto prazo.

São Paulo – O boletim InfoMercado, da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, aponta que tanto o consumo (61.586 MW médios) como a geração (63.743 MW médios) de energia elétrica apresentaram, nas medições preliminares de outubro de 2014, alta de cerca de 2% -tanto em relação a setembro de 2014 quanto na comparação com outubro de 2013.

O consumo dividiu-se em 46.657 MW médios (76%) no mercado regulado, no qual as distribuidoras abastecem o consumidor comum, ou cativo,e 14.929 MW médios (24%) no ambiente de contratação livre, no qual consumidorescompram a energia junto a geradores, outros consumidores e comercializadores. Nesse ambiente, houve retração frente a outubro de 2013 em todos submercados; na análise por segmento industrial, na qual considera apenas os consumidores livres e especiais, houve uma redução média de 5,11% no consumo, com destaque para setor de bebidas, que registrou baixa de 17,26%, e o de veículos, com queda de 12,83%. Por outro lado, os segmentos de extração de minerais metálicos e transporte elevaram o consumo em 12% e 4%, respectivamente. Segundo o InfoMercado, o desempenho no mercado livre reflete o cenário de retração da produção industrial no país, além da influência do patamar elevado do Preço de Liquidação das Diferenças – PLD nos últimos meses.

Em relação à geração, o destaque na apuração prévia de outubro é a produção das eólicas, que dobrou em função da entrada em operação comercial de novos parques e alcançou 2.180 MW médios. Além disso, por conta da manutenção do cenário hidrológico desfavorável, as usinas termelétricas continuaram acionadas e a geração térmica (18.271 MW médios) foi 42% superior à registrada no mesmo mês do ano passado. Na mesma base comparativa, a geração hídrica, exceto PCHs, (41.243 MW médios) caiu 10% frente a outubro/13.

Desde agosto, o boletim InfoMercadotraz os dados contabilizados no sistema e também a prévia do mês subseqüente. O objetivo do material é prover subsídios para a tomada de decisão dos participantes do mercado de energia.

Com base nos dados de medição e registros de contratos, a CCEE apurou que em setembro de 2014, a geração total atingiu 61.490 MW médios, com alta de 1,4% frente ao mesmo mês de 2013; já o consumo total nos ambientes regulados e de livre contratação foi de 61.463 MW médios, com uma pequena variação positiva de 1,34% em relação ao aferido em setembro/13. No período foram considerados 20.551 contratos na contabilização, o que representou uma comercialização de 87.389 MW médios.

Observação: eventuais diferenças entre os resultados de geração apresentados no InfoMercado e no Boletim de Operação das Usinas devem-se à metodologia adotada em cada publicação. Os dados de geração contabilizada apresentados no InfoMercado consideram os efeitos do rateio das perdas da rede básica, enquanto que os do Boletim de Operação das Usinas consideram a geração no ponto de conexão - portanto, sem os efeitos das perdas. Diferenças também podem se dar porque os dados de geração em período de testes, apresentados no InfoMercado, não são considerados no Boletim de Operação das Usinas.

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica - CCEE (www.ccee.org.br) é responsável por viabilizar e gerenciar a comercialização de energia elétrica no país, garantindo a segurança e o equilíbrio financeiro deste mercado. A CCEE é uma associação civil sem fins lucrativos, mantida pelas empresas que compram e vendem energia no Brasil. O papel da CCEE é fortalecer o ambiente de comercialização de energia - no ambiente regulado, no ambiente livre e no mercado de curto prazo - por meio de regras e mecanismos que promovam relações comerciais sólidas e justas para todos os segmentos do setor (geração, distribuição, comercialização e consumo). A CCEE atua em conjunto com outras instituições e órgãos governamentais que compõem a governança do setor para assegurar um modelo sustentável de energia no país, capaz de estimular o crescimento da economia do Brasil e, ao mesmo tempo, garantir um preço acessível ao consumidor.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: