Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

04/11/2014 - 08:07

Projeto de capacitação das Santas Casas atuará junto aos comitês regionais de Ribeirão Preto, Araraquara e Franca

CEALAG fará diagnóstico da rede assistencial com objetivo de elevar o desempenho administrativo e a qualidade dos serviços de saúde prestados às comunidades. Programa incluirá também outros 11 hospitais da Região de Barretos.

Campinas (SP) – A CPFL Energia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, e os hospitais filantrópicos de Ribeirão Preto assinam hoje a continuidade de uma parceria que vai aumentar a qualidade do atendimento à saúde da população. O Programa de Revitalização de Hospitais Filantrópicos prevê a capacitação de profissionais de instituições filantrópicas, realizada pelo Centro de Estudos da Santa Casa de São Paulo (CEALAG) que pretende elevar o desempenho administrativo e a qualidade dos serviços de saúde prestados às comunidades, aprimorando a gestão dos hospitais filantrópicos.

Nesta fase do programa, será realizado um trabalho estruturante junto aos Comitês Regionais e as entidades filantrópicas de Ribeirão Preto, Araraquara e Franca passarão por um intenso trabalho de um ano, que envolverá os gestores e consultores do CEALAG, com o apoio da Diretoria Regional de Saúde e da Federação dos Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo (FEHOSP). Juntos, eles construirão o planejamento estratégico anual, criarão e revisarão indicadores administrativos, financeiros, revisarão procedimentos do corpo clínico e de enfermagem, ambientais e sociais, contribuindo para uma melhorar sensivelmente no atendimento da saúde.

O Programa CPFL de Revitalização dos Hospitais Filantrópicos incluirá também outros 11 hospitais da Região de Barretos e oferecerá ferramentas para que eles melhorem processos administrativos, a qualidade do atendimento e os serviços prestados à população. O objetivo é capacitar os hospitais filantrópicos para que alcançem esses objetivos e consiste em assessoria direta aos hospitais-referência, na área de administração hospitalar, realização de cursos de capacitação e atualização para os profissionais e criação de polos de apoio técnico aos hospitais vinculados. O programa incentiva ainda ações de voluntariado e desenvolve campanhas de comunicação para as populações locais.

Resultados do programa- Desenvolvido desde 2005 pela CPFL Energia, o programa já beneficiou mais de 80 entidades do interior de São Paulo, capacitou aproximadamente 34 mil profissionais, e beneficiando 4,5 milhões de pessoas. O investimento total no programa alcançou R$ 12,3 milhões. Neste período, o programa rendeu importantes resultados que impactam no serviço de saúde oferecido nas cidades onde estão os hospitais, como redução de 40% do tempo de espera nos prontos-socorros, queda de 21% dos casos de infecção hospitalar e redução de 13% no tempo de permanência dos pacientes nas instituições. Ao oferecer um serviço profissionalizado, os hospitais participantes reduzem custos de operação e já alcançam grau de satisfação dos usuários que chega a 82%.

Além da quarta fase com os hospitais filantrópicos de Ribeirão Preto, que beneficiará Santas Casas da Região de Barretos, entidades da Região de Marília também serão envolvidas no programa.

A certificação do CQH é dividida em três categorias: Ouro, Prata e Bronze, de acordo com a pontuação obtida pelas instituições. Os critérios de pontuação foram definidos pelo CQH para hospitais com mais de 150 leitos. Outro critério de avaliação, criado pela CPFL em parceira com o CEALAG, para hospitais de 50 a 150 leitos, também possui as mesmas três categorias e reconhece os esforços das instituições para melhorar os seus processos internos.

Além da capacitação e transferência de tecnologia de gestão, o Programa de Revitalização Hospitalar fomenta a criação de redes, mobilização social e voluntariado.

Histórico - Desenvolvido pela CPFL em parceira com o CEALAG e FEHOSP (Federação dos Hospitais Filantrópicos de São Paulo), e apoio da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, CQH (Compromisso com a Qualidade Hospitalar) e FNQ (Fundação Nacional da Qualidade), o Programa de Revitalização Hospitalar privilegia as instituições filantrópicas das cidades atendidas pelas distribuidoras de energia elétrica do Grupo CPFL Energia no estado de São Paulo.

O apoio sistemático aos hospitais filantrópicos teve início em 1997, a partir da privatização do setor elétrico. Até 2004, a CPFL Energia baseava suas ações em doações, principalmente de equipamentos hospitalares. A partir de 2005, quando recebeu o Prêmio Nacional de Qualidade (PNQ), a CPFL revisou e mudou seu posicionamento em relação às instituições beneficentes. Substituiu as práticas assistencialistas pelo compartilhamento de informações e estímulo à formação de redes.

Entre 2005 e 2007, foi implantado um projeto piloto beneficiando 19 hospitais das regiões de Franca e Piracicaba. O sucesso motivou a difusão da iniciativa para todos os hospitais filantrópicos atendidos pela CPFL Energia no estado de São Paulo.

A CPFL Energia, há 101 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,5 milhões de clientes nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado 8%. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011 criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.127 MW no final do segundo trimestre de 2014. O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 9º ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: