Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/09/2014 - 08:24

Sistema de propulsão da Rolls-Royce equipará navios de empresa finlandesa


Mais eficiente, equipamento reduz gasto de combustível e emissão de poluentes.

A Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, presente no Brasil há 55 anos, fechou contrato para instalar o eficiente sistema de propulsão Promas Lite em duas embarcações da operadora de ferry finlandesa Finnlines, que opera nos mares Báltico e do Norte.

O Promas Lite é um sistema integrado de propulsão que aumenta a eficiência, reduz o consumo de combustível e as emissões de óxidos de nitrogênio, designado especificamente para se adaptar a navios já existentes. Contratos para utilizar a mesma tecnologia em outras quatro embarcações da Finnlines já haviam sido fechados no início deste ano.

A Finnlines, parte do Grimaldi Group, tem trabalhado com a Rolls-Royce em diversos projetos nos últimos anos, e os ganhos de eficiência e economia de combustível resultantes da parceria foram determinantes para o fechamento de mais um contrato.

Francisco Itzaina, presidente da Rolls-Royce para a América do Sul, afirma: "Estamos muito felizes por trabalhar com a Finnlines e levar a primeira instalação do Promas Lite para o Mar Báltico. Não somente o equipamento reduzirá o consumo de combustível, como também colaborará para reduzir as emissões de NOx deles, criando um ambiente mais limpo e saudável no mar. Valorizamos a ótima relação que temos com a Finnlines, e eles são um componente chave de nossa presença crescente na região".

Emuanele Grimaldi, presidente e CEO da Finnlines, afirma: "Compromisso ambiental e operações com eficiência de custos são fatores chave para o sucesso da Finnlines. A instalação dos sistemas Promas Lite em nossas modernas embarcações é um passo definitivo na implementação dessa estratégia. Os serviços de adaptação de motores e a larga experiência da Rolls-Royce nessa área nos ajudarão muito durante as fases de engenharia e instalação do programa".

Perfil - A visão da Rolls-Royce é criar energia melhor para um mundo em mudança por meio de dois principais segmentos: Aeroespacial e Naval & Sistemas Industriais de Energia (MIPS, na sigla em inglês). Eles têm papel fundamental na estratégia da empresa de ir ao mercado por meio de duas fortes plataformas tecnológicas: as turbinas a gás e os motores alternativos para uso em terra, mar e ar.

A divisão Aeroespacial é composta por aviação civil e aviação de defesa, e o MIPS pelas divisões Naval, Energia, Nuclear e Sistemas de Energia (RRPS). Em0 7 de março de 2014, a Daimler anunciou a intenção de exercer a sua opção de vender à Rolls-Royce Holdings plc sua participação de 50% na RRPS. Em 16 de abril de 2014, a avaliação foi acordada e a transação deverá ser concluída dentro dos próximos meses, sujeita às aprovações regulamentares habituais. Em 6 de maio de 2014, a Rolls-Royce anunciou a assinatura de um acordo para vender seu negócio de turbina a gás e compressor da divisão de Energia à Siemens por um montante de £785 milhões, oferta em dinheiro. Após a conclusão, prevista para antes do fim de dezembro de 2014, a Rolls-Royce vai receber um adicional de £200 milhões por um acordo de licenciamento de 25 anos.

A Rolls-Royce tem clientes em mais de 120 países, que somam mais de 380 companhias aéreas e empresas de leasing, 160 forças armadas, quatro mil clientes do setor naval (incluindo 70 marinhas) e 1.600 clientes de energia e energia nuclear.

Nosso negócio é focado nos 4Cs:. Cliente – colocar o cliente no centro do nosso negócio |.Concentração – decidir onde crescer e onde não crescer|. Custo – buscar continuamente aumentar a eficiência |.Caixa – melhorar o desempenho financeiro.

A receita global de 2013 foi de cerca de £15,5 bilhões, com cerca de metade proveniente do fornecimento de serviços. Já a carteira de encomendas firmes e anunciadas ficou em aproximadamente £70,4 bilhões em 30 de junho de 2014.

Em 2013, a Rolls-Royce investiu cerca de £1,1 bilhão em pesquisa e desenvolvimento. O Grupo também dá suporte a uma rede global de 31 Centros Universitários de Tecnologia, que conectam os engenheiros da empresa com a vanguarda da pesquisa científica.

A Rolls-Royce emprega mais de 55.000 funcionários em mais de 45 países, entre eles o Brasil. Desses, mais de 17.000 são engenheiros.

O Grupo possui forte compromisso com o recrutamento de aprendizes e jovens graduados e com o desenvolvimento profissional avançado dos seus funcionários. Em 2013, empregamos 379 graduados e 288 aprendizes em nossos programas em todo o mundo. Globalmente, temos mais de 1.000 embaixadores Rolls-Royce STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, na sigla em inglês) que estão ativamente envolvidos em programas de educação e atividades. Nossa meta é chegar a seis milhões de pessoas por meio de nossas atividades complementares de STEM até 2020.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira