Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

02/08/2014 - 07:43

Acciona obtém lucro líquido de 68 milhões de euros no 1T14

A diminuição das amortizações e a venda de ativos permitiram uma melhora de 43% no resultado da companhia, apesar da queda de 16,3% no Ebitda, consequência das mudanças na regulação espanhola. Sem o impacto acumulado da reforma energética na Espanha, o resultado antes dos impostos do semestre seria superior a 216 milhões de euros. Faturamento diminuiu 2,5% até os 3.005 milhões de euros.

A Acciona obteve um lucro líquido de 68 milhões de euros no primeiro semestre de 2014, o que representou um aumento de 43% em relação ao mesmo período do exercício anterior. Este resultado é consequência, principalmente, da diminuição das amortizações e da venda de ativos realizada no período. Estes dois fatores permitiram aumentar o resultado antes de impostos em 65%, até 89 milhões de euros, apesar do impacto das mudanças na regulação espanhola. Sem o efeito acumulado da reforma energética na Espanha, o resultado antes dos impostos do primeiro semestre seria superior a 216 milhões de euros.

As duas principais causas do lucro líquido da Acciona foram: a diminuição do valor amortizado devido ao efeito combinado da mudança de critério de amortização dos ativos eólicos, que passa de 20 a 25 anos, com um impacto positivo de 61 milhões de euros, e a menor base de amortização depois da dotação das deteriorações de ativos registrados em dezembro de 2013. Um segundo fator que influiu positivamente foi o excelente resultado procedente do imobilizado, de 39 milhões de euros, devido, principalmente, à venda dos ativos renováveis na Alemanha e às concessões de bondes em Barcelona.

O faturamento do grupo retrocedeu 2,5% no primeiro semestre e se situou em 3,005 bilhões de euros, com uma queda de 6,3% na Energia e 9% na Construção, o que foi compensado em grande parte pelo aumento das vendas nos Serviços e Outras Atividades.

A dívida financeira líquida na data de 30 de junho de 2014 diminuiu 3,2% em relação à registrada em dezembro de 2013, totalizando 5.848 milhões de euros, fundamentalmente, devido à geração de 318 milhões de euros de caixa das atividades de exploração, que compensaram o esforço de investimento realizado durante o semestre, com um investimento líquido ordinário de 190 milhões de euros.

Resultado por divisões -O valor de negócio da Acciona Energia diminuiu 6,3%, situando-se em 980 milhões de euros, e o Ebitda caiu 22,3% até 363 milhões de euros como consequência da diminuição líquida da capacidade eólica instalada em 151 MW e, principalmente, do efeito das sucessivas mudanças na regulação espanhola. O resultado antes de impostos caiu 69,3% até os 18 milhões de euros, como consequência do impacto das últimas medidas reguladoras. O efeito acumulado do conjunto da reforma energética sobre o resultado antes dos impostos do semestre alcança os 216 milhões de euros.

A capacidade total instalada na data de 30 de junho alcançou 8.370 MW, dos quais 6.804 MW são atribuíveis, com uma produção total de 11.485 GWh (9.325 GWh atribuíveis).

A nova divisão de Infraestructuras, Agua e Servicios terminou o semestre com um faturamento de 1,735 bilhão de euros, o que representa 4,4% menos que no primeiro semestre de 2013, principalmente devido à diminuição de 9% das vendas de Infraestruturas, que foi parcialmente compensada pelo bom comportamento do negócio de Serviços, que melhorou suas vendas em 16,1% no semestre até os 335 milhões de euros.

O Ebitda da divisão foi de 66 milhões de euros, 12,7% inferior, resultado da queda de 19,3% na área de Infraestruturas, sendo que o resultado antes dos impostos melhorou 58,8% e se situou em 27 milhões de euros.

A área de Outras Atividades, que inclui Trasmediterranea, Inmobiliaria, Bestinver e Viñedos, melhorou seu faturamento em 21,6%, alcançando 339 milhões de euros, sendo que o Ebitda quase duplicou e se situou em 42 milhões de euros. O resultado antes de impostos alcançou os 7 milhões de euros, comparado com as perdas de 22 milhões registradas entre janeiro e junho de 2013.

A Bestinver alcançou um total de 10,198 bilhões de euros na gestão na data de 30 de junho de 2014, 14,2% acima do nível de dezembro de 2013.

. Os resultados:

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: