Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

07/06/2014 - 09:05

Leilão de Energia A-3 contrata 968,6 MW em potência instalada

Certame contratou energia eólica e hidrelétrica com preço médio R$ 126,18 por MWh e início de fornecimento em janeiro de 2017.

O Leilão de Energia Nova A-3, operacionalizado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, no dia 06 de junho (sexta-feira), para a compra de energia de novos empreendimentos de geração, terminou após duas horas e meia de disputa, com a viabilização de 22 projetos que somam 968MW em potência instalada. O preço médio de venda ao final do certame foi de R$ 126,18 por MWh, o que representou um deságio médio de 1,37 % frente ao teto estabelecido e correspondeu a uma economia de R$ 141,3 milhões para os consumidores brasileiros. O início de suprimento de energia dessas usinas será a partir de 1º de janeiro de 2017.

A energia transacionada somou 80.645.644,800 MWh, o que representa um volume financeiro total de R$ 10,2 bilhões ao longo da duração dos contratos. O destaque do leilão ficou por conta do desempenho das usinas eólicas, que comercializaram a energia de 21projetos, que somam 551 MW em capacidade instalada. Os parques serão implantados nos Estados do Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

Além das eólicas, foi comercializada energia de um projeto de expansão da hidrelétrica de Santo Antonio (417MW), em Rondônia, com preço de R$ 121 por MWh.

A EPE havia habilitado 268 empreendimentos para o leilão, correspondentes a 7.010 MW. Participaram como compradoras de energia no certame 31 concessionárias de distribuição, responsáveis pelo atendimento ao consumidor final.

Perfil - A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica - CCEE [www.ccee.org.br] é responsável por viabilizar e gerenciar a comercialização de energia elétrica no país, garantindo a segurança e o equilíbrio financeiro deste mercado. A CCEE é uma associação civil sem fins lucrativos, mantida pelas empresas que compram e vendem energia no Brasil. O papel da CCEE é fortalecer o ambiente de comercialização de energia - no ambiente regulado, no ambiente livre e no mercado de curto prazo - por meio de regras e mecanismos que promovam relações comerciais sólidas e justas para todos os segmentos do setor (geração, distribuição, comercialização e consumo). A CCEE atua em conjunto com outras instituições e órgãos governamentais que compõem a governança do setor para assegurar um modelo sustentável de energia no país, capaz de estimular o crescimento da economia do Brasil e, ao mesmo tempo, garantir um preço acessível ao consumidor.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: