Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

26/03/2014 - 08:47

Capacitação vai fortalecer autonomia de trabalhadores do Polo de Reciclagem de Jardim Gramacho

FBB vai destinar o investimento social de R$570 mil para a formação dos cooperativados na gestão organizacional e na criação de técnicas para fortalecimento do projeto.

A Fundação Banco do Brasil e a Associação dos Catadores do Aterro Metropolitano do Jardim Gramacho (ACAMJG) assinaram no dia 11 de março, em Duque de Caxias (RJ), um convênio de apoio à organização e fortalecimento do Polo de Reciclagem Jardim Gramacho.

Por meio desta parceria, a FBB vai dar apoio à assessoria técnica e suporte operacional para o funcionamento do Polo. A proposta é incentivar que os trabalhadores possam fazer a organização administrativa e gerencial do local, a partir da formação dos cooperativados na gestão organizacional e na criação de técnicas para fortalecimento do projeto. Ao todo, a Fundação Banco do Brasil destinará o investimento social de R$570 mil.

O local do antigo lixão, que durante mais de 30 anos sustentou famílias que viviam da catação, em condições desumanas e insalubres, foi desativado em 2011 e agora é destinado ao trabalho de reciclagem de resíduos sólidos. Em novembro de 2013, a unidade inaugurou a primeira etapa de implementação do projeto com a instalação de dois galpões voltados para o recebimento, triagem, compactação e estocagem de resíduos para geração de renda. Porém, faltava apoio para estes catadores gerirem o local. A partir do convênio assinado entre a FBB e a ACAMJG, durante sete meses, uma equipe de 12 catadores receberão apoio de uma consultoria, que terá como tarefa responder as necessidades técnicas do Polo de Reciclagem. Os representantes dos catadores serão multiplicadores e vão transmitir o conhecimento adquirido para os demais associados ao Polo.

Esta equipe composta por profissionais contratados de forma permanente também vai ser responsável pela administração da produção, gestão e comercialização dos materiais do local. Esses trabalhadores deverão envolver os catadores do grupo nos processos de decisões para permitir que os cooperados se apropriem dos conhecimentos necessários na boa gestão de seus empreendimentos.

A proposta é que o Polo entre no mercado da reciclagem em condições sustentáveis do ponto de vista socioambiental e econômico. Além das atividades tradicionais de coleta e triagem, o local também realizará o processamento de resíduos e prestará serviços de coleta junto aos municípios da região da Baixada Fluminense, no estado do Rio de Janeiro.

Polo de Gramacho - A primeira etapa de implantação do Polo de Reciclagem foi inaugurada em novembro de 2013. Para a segunda fase, está prevista a construção de mais oito prédios: creche, unidades de processamento e transformação de resíduos, centro administrativo, unidades de triagem, galpão e área de lazer. Ao todo, mais de 1,2 mil catadores de materiais recicláveis serão beneficiados.

O Polo foi construído em um terreno de 4,2 hectares em Jardim Gramacho, cedido por 20 anos pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O espaço é administrado por uma rede de cooperativas - Cooperjardim, Coopercaxias, Coopergramacho, Coopercamjg e a Associação dos Catadores do Aterro Metropolitano de Gramacho. Ao todo, cerca de 300 catadores associados trabalham no projeto.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: