Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

11/12/2007 - 10:05

Posse de Cristina Kirchner reuniu público de dez mil pessoas na Praça de Maio


Buenos Aires (Argentina) - Já como presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi recebida, na histórica Praça de Maio (principal praça do centro da cidade e tradicional palco de manifestações políticas), por uma multidão, estimada em dez mil pessoas, de acordo com policiais que estavam no local.

Ela não discursou para a população que a aguardava, apenas acenou. Acompanhada do marido, o ex-presidente Néstor Kirchner, e dos filhos, Cristina cantou com Mercedes Sosa e outros artistas locais que animaram a platéia antes e depois da aparição da primeira mulher eleita presidente no país. De acordo com a Agência de Notícias da República da Argentina (Telam), o festival, chamado de Festa da Democracia, foi organizado pelo governo argentino.

Com bandeiras da Argentina e dos movimentos que apoiaram a campanha de Cristina, as pessoas aguardavam a presidente tocando batuques, acompanhando os shows e caminhando pela praça, como o trabalhador do setor de construção Silvio Medina, do movimento Los Pides de Boelo. Ao ser questionado pela reportagem sobre o que espera do governo de Cristina Kirchner, o operário respondeu de pronto: "Que melhore nossa vida. Mais trabalho."

A trabalhadora María Cardoso disse que está esperançosa com a nova presidente. "Queremos trabalho e segurança. Temos esperança de que fará. Por isso votamos nela", afirmou María, lamentando que não pôde ver ou ouvir o discurso de Cristina, na Assembléia Legislativa, onde tomou posse, porque os telões instalados na praça não mostraram toda a cerimônia, segundo relato da trabalhadora.

Nesse momento, uma colega de Maria interrompeu a entrevista para dizer: "Cristina fará mais por nós". Ela contou que foi da periferia até a praça "caminhando", sem qualquer tipo de ajuda de transporte do governo para chegar lá.

Em uma lanchonete na rua ao lado da praça, nem parecia que do lado de fora ocorria a comemoração de uma posse presidencial inédita no país: as pessoas conversavam e mal olhavam a televisão que transmitia a posse do ministério de Cristina, na Casa Rosada, a pouco metros dali, mostrando a tímida mobilização da população de Buenos Aires em relação às eleições.

De acordo com policiais que cuidavam da segurança no local, antes de a presidente chegar à praça muita gente já tinha ido embora. Ao pisar no palco montado em frente à Casa Rosada, Cristina Kirchner foi recebida com uma chuva de papel, como sempre ocorreu em sua campanha. Depois do breve aceno de Cristina, catadoras aproveitaram o final da festa para juntar montes de papel e vender no dia seguinte.| Por: Carolina Pimentel||ABr

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira