Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/02/2014 - 08:53

Estádios de futebol no Brasil se transformam em arenas multiuso

A Arup, empresa multidisciplinar de engenharia e consultoria, participou do projeto de várias arenas pelo mundo; no Brasil, contribuiu na revisão estrutural das arquibancadas do Maracanã.

São Paulo - Em clima de Copa do Mundo e de Olimpíadas, antigos estádios brasileiros têm sido transformados em arenas multiuso. A partir de agora eles não serão utilizados apenas em disputas esportivas, mas também para grandes eventos como shows de música, peças de teatro e exposições. A Arup, empresa multidisciplinar de engenharia e consultoria, está envolvida nesse processo de reforma de estádios e possui expertise em projetos de diversas arenas ao redor do mundo, tendo também participado na revisão estrutural das arquibancadas do novo Maracanã.

Além dos trabalhos na reforma do Maracanã, a Arup participou dos projetos da "Allianz Arena", do Bayer de Munique (Alemanha), da "Donbass Arena", do Shakhtar Donetsk (Ucrânia), do "Etihad Stadium", do Manchester City (Inglaterra), além do famoso "Ninho do Pássaro", estádio que abrigou diversas modalidades esportivas nas Olimpíadas de 2008, na China. Ricardo Pittella, engenheiro e diretor da Arup no Brasil, diz que as arenas brasileiras estão atendendo aos padrões internacionais e que, além de grandes projetos arquitetônicos, elas serão totalmente funcionais.

"O novo uso das arenas também irá mudar, ao poucos, o comportamento do torcedor. As pessoas preservarão ainda mais os novos estádios e as novas tecnologias, com a consciência que tudo aquilo também é deles. As cadeiras, no caso do Maracanã, foram projetadas para que o jogo seja visto pelo espectador sentado e que cada lugar tenha uma boa visão do campo. Com a arquitetura moderna, os estádios atrairão visitantes e turistas para apreciar as novas tecnologias e também trarão mais espectadores para shows de música. A expectativa é que as novas arenas tenham eventos, em média, duas vezes por semana." disse Pittella.

As arenas possuem estrutura acústica específica para garantir que o áudio dos eventos esportivos e shows atinja todo o estádio, assegurando assim o conforto e a diversão de todos. "Existe também a preocupação com o isolamento acústico para que o som não incomode a vizinhança, e isso é garantido graças às coberturas que são dispostas ao redor do estádio, que também são projetadas para suportar grandes painéis de iluminação. E, acima de tudo, é importante frisar que a multifuncionalidade permite que as arenas se tornem espaços de lazer para toda a família a qualquer momento", conclui Pittella.

. Algumas das arenas com participação da Arup.: Allianz Arena=Equipe: Bayern de Munique, em Munique, Alemanha[, com capacidade para 66 mil pessoas. Mais informações (em inglês): http://www.arup.com/Projects/Allianz_arena.aspx.

Donbass Arena.: Equipe: FC Shakhtar Donetsk, em Donetsk, Ucrânia, com capacidade de 50 mil pessoas. Mais informações (em inglês): http://www.arup.com/Projects/FC_Shakhtar_Stadium.aspx.

City of Manchester Stadium (Etihad Stadium).: Equipe: Manchester City, meManchester, Inglaterra, com capacidade de 47 mil pessoas. Mais informações (em inglês): http://en.wikipedia.org/wiki/City_of_Manchester_Stadium.

Ninho do Pássaro.: Estádio Nacional de Pequim - inaugurado nas Olimpíadas de 2008, na China, em Pequim, China, capacidade de 80 mil pessoas. Mais informações (em inglês): http://www.arup.com/Projects/Chinese_National_Stadium.aspx.

Maracanã, no Rio de Janeiro, Brasil, com capacidade para 80 mil pessoas. Mais informações: http://oglobo.globo.com/esportes/a-reforma-do-maracana-passo-passo-da-reconstrucao-7491250.

. Mais projetos de esportes da Arup (em inglês): http://www.arup.com/Markets/Sport.aspx.

Perfil - A Arup é uma empresa multidisciplinar de engenharia e consultoria, reconhecida mundialmente por seus projetos inovadores e sustentáveis. Entre suas obras, realizadas em mais de 160 países, as mais famosas são a Sydney Opera House (Austrália), o trem bala Londres-Paris High Speed 1 (Inglaterra), o centro aquático Cubo D´água (China) e as arenas esportivas Ninho do Pássaro (China) e a Allianz Arena (Alemanha). No Brasil, em São Paulo, a empresa está atuando na revitalização do Porto de Santos e no projeto do Centro Cultural Luz; no Rio de Janeiro, a Arup vem trabalhando em projetos relacionados à Olimpíada de 2016, como a expansão do metrô da cidade, a Vila Olímpica e as arenas dos jogos. Fundada em 1946, a empresa tem 11.000 funcionários, em seus 90 escritórios espalhados por 38 países, sendo dois no Brasil: Rio de Janeiro e São Paulo.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira