Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/01/2014 - 08:01

Aneel formaliza concessão de empreendimentos à Eletrosul

Novos investimentos de transmissão somarão R$ 222 milhões.

O presidente da Eletrosul, Eurides Mescolotto, e o diretor de Engenharia e Operação da empresa, Ronaldo Custódio, assinaram no dia 29 de janeiro (quarta-feira), na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica, em Brasília (DF), o contrato de concessão dos empreendimentos conquistados no leilão de transmissão realizado em novembro do ano passado. São obras de reforço no sistema elétrico de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, que somam R$ 222 milhões em investimentos.

As obras nos dois estados do Sul compreendem uma subestação (230/138 kV), no município de Pinhalzinho (SC), a linha de transmissão (230 kV), em dois circuitos de 40 quilômetros, ligando essa nova unidade à Subestação Foz do Chapecó (RS). Também será construída uma linha (230 kV), com 205 km de extensão, duplicando a conexão entre as subestações Santo Ângelo e Maçambará (RS), além da ampliação da Subestação Santa Maria 3, também no Rio Grande do Sul. Os prazos de conclusão desses empreendimentos variam de 30 a 48 meses, conforme previsto no contrato de concessão.

“Esses investimentos irão se somar aos mais de R$ 1,2 bilhão que estamos investindo para garantir a robustez do sistema de transmissão nesses estados, que têm uma participação importantíssima na economia do Brasil”, afirmou Mescolotto.

Os empreendimentos foram arrematados, com deságio de 29,99%, pela Eletrosul e Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT), que constituíam o Consórcio Missões, com 51% e 49% de participação, respectivamente. Para a implantação, as duas empresas agora fazem parte, com os mesmo percentuais, da Sociedade de Propósito Específico (SPE) Fronteira Oeste Transmissora de Energia.

No mesmo leilão, a Eletrosul arrematou, sozinha, também com deságio de 29,99%, o lote correspondente à Subestação Ivinhema 2 (230/138 kV), em Mato Grosso do Sul. O investimento previsto nessa unidade, que deverá ser concluída em 24 meses, é de R$ 32 milhões.

Todos esses empreendimentos estão previstos no Plano Decenal de Expansão - PDE 2022 e têm o propósito de fazer frente ao crescimento médio anual de 4% na demanda de energia na Região Sul e Mato Grosso do Sul, projetado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) para os próximos dez anos.

Mais investimentos -Maior empresa de transmissão do Sul do País, a Eletrosul está à frente de outros dois grandes empreendimentos de transmissão, que são de extrema importância para reforço no suprimento de energia para a região e somam aproximadamente R$ 1,2 bilhão em investimentos, ambos em implantação. Um deles irá melhorar o intercâmbio de energia entre o Sudeste e o Sul, com a construção de linhas de transmissão de extra-alta e alta tensão (525 kV e 230 kV), entre a Hidrelétrica Salto Santiago, no Paraná, e a Subestação Quinta, em Rio Grande, totalizando cerca de 780 quilômetros.

Para integrar o extremo Sul gaúcho ao Sistema Interligado Nacional (SIN) e permitir o aproveitamento do potencial eólico (inclusive dos complexos que a Eletrosul está implantando na região), estão sendo construídos, em parceria com a CEEE-GT, quase 500 quilômetros de linhas de transmissão (525 kV) e três novas subestações, além da ampliação de uma unidade existente.

Ainda no Sul, a Eletrosul, junto da Eletrobras, é responsável pelo projeto de Interligação Brasil-Uruguai, que prevê a implantação de 63 quilômetros de linhas e uma subestação em Candiota (RS). Essas instalações farão a integração da estrutura elétrica com o país vizinho. O investimento é de aproximadamente R$ 130 milhões.

A empresa tem participação ainda na construção do segundo circuito do linhão que irá escoar a energia das usinas do rio Madeira. São mais de 2,4 mil quilômetros de linhas (600 kV), interligando a Subestação Coletora Porto Velho (RO), de propriedade da Eletrosul, à Subestação Araraquara 2, em São Paulo. Os investimentos são de aproximadamente R$ 3 bilhões. [www.eletrosul.gov.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: