Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

29/01/2014 - 07:56

Lançamento mundial no quinto aniversário do Porsche Museum


Primeiro projeto de Ferdinand Porsche de 1898

O primeiro projeto da Porsche do mundo - o retorno do “P1”.

Stuttgart. Desde a construção do primeiro carro esportivo a ostentar o nome Porsche, o Type 356 de 1948, a Dr. Ing. h.c. F. Porsche AG tem sido considerada o principal fabricante de carros esportivos do mundo. Entretanto, a história de empresa começou muito antes: em 1898, Ferdinand Porsche apresentou o “Egger-Lohner electric vehicle, C.2 Phaeton model” (“P1”, para abreviar), o primeiro projeto da Porsche do mundo. Depois de 116 anos, o veículo original e não restaurado foi recuperado e agora enriquece a coleção do Porsche Museum como uma sensação técnica e histórica mundial.

Cinco anos desde a sua inauguração em janeiro de 2009, o acréscimo deste projeto fez com que o Porsche Museum reorientasse sua exposição permanente. Além de uma reestruturação da disposição na área dedicada à história de produtos e automobilismo, o “P1” agora forma um ponto de enfoque usado para apresentar os visitantes à primeira parte da amostra, o “prólogo”. O conceito inovador de veículo do “P1” preencherá a lacuna entre os desenvolvimentos do passado e dos dias atuais como, por exemplo, o Porsche 918 Spyder. O 918 Spyder, sendo um padrão de referência tecnológico, segue uma longa tradição iniciada há 116 anos com o “P1”.

O “P1”, projetado e construído por Ferdinand Porsche, foi um dos primeiros veículos registrados na Áustria, e começou a circular nas ruas de Viena no dia 26 de junho de 1898. Porsche entalhou o código “P1” (que representa Porsche, número 1) em todos os principais componentes, o que deu a este veículo elétrico seu nome não oficial. A enorme quantidade de ideias realizadas neste veículo continua notável mesmo nos dias atuais. O motor elétrico altamente compacto, que pesava apenas 130 kg, oferecia 3 cv de potência. Uma potência de até 5 cv podia ser alcançada por curtos períodos no modo sobrecarga, o que permitia que o P1 alcançasse uma velocidade de até 35 km/h.

Quando dirigido desta maneira, a velocidade do veículo era regulada através de um controlador de 12 marchas. A autonomia global do veículo podia chegar a 80 km, um feito considerável para um veículo daquela época. Outra inovação era a carroceria Lohner alternante do veículo, que permitia que o veículo pudesse ser usado tanto no verão como no inverno.

A primeira prova prática esperava pelo “P1” no mês de setembro de 1899 na exposição internacional do automóvel na capital alemã de Berlim. A concorrência para fabricar os melhores motores já era acirrada em 1899. Uma corrida de 40 km de distância a ser disputada por veículos elétricos no dia 28 de setembro foi anunciada em Berlim para colocar o desempenho dos veículos à prova, e um prêmio seria concedido ao vencedor. A trajetória exigia muita habilidade dos participantes, que tinham que enfrentar desafios como áreas inclinadas. Com três passageiros a bordo, Ferdinand Porsche cruzou a linha de chegada com o “P1” 18 minutos à frente do segundo colocado. Mais de metade dos participantes não conseguiu chegar à linha de chegada devido a dificuldades técnicas. Ferdinand Porsche também foi o primeiro colocado na prova de eficiência, uma vez que seu “P1” registrou o menor consumo de energia no tráfego urbano.

No dia 31 de janeiro de 2014 (sexta-feira), o Dr. Wolfgang Porsche, presidente do comitê de supervisão da Dr. Ing. h.c. F. Porsche AG, Stuttgart e Matthias Müller, Presidente e Diretor Executivo da Porsche AG, revelarão o “P1” perante uma plateia de convidados. No fim de semana a seguir, nos dias 1º de 02 de fevereiro, o “P1” poderá ser visto gratuitamente como parte das comemorações do quinto aniversário do Porsche Museum.

.[O Porsche Museum abre de terça-feira a domingo, das 9h às 18h. [www.porsche.com/museum].

O primeiro projeto da Porsche do mundo - o retorno do “P1” -Desde a construção do primeiro carro esportivo a ostentar o nome Porsche, o Type 356 de 1948, a Dr. Ing. h.c. F. Porsche AG tem sido considerada o principal fabricante de carros esportivos do mundo. Entretanto, a história de empresa começou muito antes: em 1898, Ferdinand Porsche apresentou o “Egger-Lohner electric vehicle, C.2 Phaeton model” (“P1”, para abreviar), o primeiro projeto da Porsche do mundo. Depois de 116 anos, o veículo original e não restaurado foi recuperado e agora enriquece a coleção do Porsche Museum como uma sensação técnica e histórica mundial.

Cinco anos desde a sua inauguração em janeiro de 2009, o acréscimo deste projeto fez com que o Porsche Museum reorientasse sua exposição permanente. Além de uma reestruturação da disposição na área dedicada à história de produtos e automobilismo, o “P1” agora forma um ponto de enfoque usado para apresentar os visitantes à primeira parte da amostra, o “prólogo”. O conceito inovador de veículo do “P1” preencherá a lacuna entre os desenvolvimentos do passado e dos dias atuais como, por exemplo, o Porsche 918 Spyder. O 918 Spyder, sendo um padrão de referência tecnológico, segue uma longa tradição iniciada há 116 anos com o “P1”.

O “P1”, projetado e construído por Ferdinand Porsche, foi um dos primeiros veículos registrados na Áustria, e começou a circular nas ruas de Viena no dia 26 de junho de 1898. Porsche entalhou o código “P1” (que representa Porsche, número 1) em todos os principais componentes, o que deu a este veículo elétrico seu nome não oficial. A enorme quantidade de ideias realizadas neste veículo continua notável mesmo nos dias atuais. O motor elétrico altamente compacto, que pesava apenas 130 kg, oferecia 3 cv de potência. Uma potência de até 5 cv podia ser alcançada por curtos períodos no modo sobrecarga, o que permitia que o P1 alcançasse uma velocidade de até 35 km/h.

Quando dirigido desta maneira, a velocidade do veículo era regulada através de um controlador de 12 marchas. A autonomia global do veículo podia chegar a 80 km, um feito considerável para um veículo daquela época. Outra inovação era a carroceria Lohner alternante do veículo, que permitia que o veículo pudesse ser usado tanto no verão como no inverno.

A primeira prova prática esperava pelo “P1” no mês de setembro de 1899 na exposição internacional do automóvel na capital alemã de Berlim. A concorrência para fabricar os melhores motores já era acirrada em 1899. Uma corrida de 40 km de distância a ser disputada por veículos elétricos no dia 28 de setembro foi anunciada em Berlim para colocar o desempenho dos veículos à prova, e um prêmio seria concedido ao vencedor. A trajetória exigia muita habilidade dos participantes, que tinham que enfrentar desafios como áreas inclinadas. Com três passageiros a bordo, Ferdinand Porsche cruzou a linha de chegada com o “P1” 18 minutos à frente do segundo colocado. Mais de metade dos participantes não conseguiu chegar à linha de chegada devido a dificuldades técnicas. Ferdinand Porsche também foi o primeiro colocado na prova de eficiência, uma vez que seu “P1” registrou o menor consumo de energia no tráfego urbano.

Na sexta-feira, 31 de janeiro de 2014, o Dr. Wolfgang Porsche, presidente do comitê de supervisão da Dr. Ing. h.c. F. Porsche AG, Stuttgart e Matthias Müller, Presidente e Diretor Executivo da Porsche AG, revelarão o “P1” perante uma plateia de convidados. No fim de semana a seguir, nos dias 1º de 02 de fevereiro, o “P1” poderá ser visto gratuitamente como parte das comemorações do quinto aniversário do Porsche Museum.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira