Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

17/01/2014 - 08:08

Consórcio Brasil Seguro formado pelas empresas Agora Telecom, Comtex, Módulo e Unisys, ganha licitação de R$ 244 milhões para Copa do Mundo 2014

As empresas contratadas fornecerão soluções tecnológicas a 14 Centros Integrados de Comando e Controle localizadas nas cidades sedes.

A Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (SESGE) assinou contrato com o Consórcio Brasil Seguro, que será responsável pelo fornecimento de soluções de tecnologia de informação, serviços e infraestrutura aos 14 Centros Integrados de Comando e Controle (CICC), previstos nas 12 cidades sedes da Copa do Mundo. O projeto, que custará R$ 244 milhões, faz parte da arquitetura de segurança pública que está sendo desenhada para o evento.

O Consórcio Brasil Seguro conta com a parceria e o Know how de quatro empresas extremamente competentes com grande atuação e experiência de mercado que garantem o sucesso deste projeto:

Sérgio Thompson - Flores, CEO da Módulo, empresa líder do consórcio, ressalta: “Ficamos felizes em fechar parceria com empresas de renomada reputação e comprovada experiência em projetos similares. É um privilégio para a Módulo e para as demais empresas participantes do Consórcio, termos vencido a licitação para implantar para a SESGE o mais ambicioso e complexo projeto de Centros de Operações e Gestão de Grandes Eventos do mundo. Muito nos orgulha que o consórcio vencedor tenha sido liderado por uma empresa brasileira, com software e capital brasileiros, demonstrando mais uma vez nossa capacidade enquanto empresa e país em prover soluções inovadoras e de tecnologia de ponta”.

Para Vail Gomes, diretor comercial da Divisão de Segurança e Radiocomunicações da Agora Telecom, o projeto é uma oportunidade para demonstração da competência dos fornecedores brasileiros. “Isso irá demonstrar a competência de nosso grupo na consolidação de tecnologias e equipamentos que contribuem para uma melhor gestão da segurança, para o atendimento ao público e para a manutenção da ordem”, avalia Gomes.

A Comtex está otimista quanto aos resultados e principalmente quanto a parceria entre nossas empresas, que juntas, formam um grupo experiente e capaz de realizar esses grandes projetos.

Este projeto será um marco na história das quatro empresas envolvidas e demonstrará o quanto a indústria nacional evoluiu neste setor, competindo de igual para igual com todos os gigantes mundiais. Sergio Nercessian, CEO da Comtex, destaca: “Temos ainda a vantagem de conhecer bem o nosso país e principalmente as capitais, pois, a maioria já foi fruto de estudos e muitas delas já contam com algum de nossos parceiros fornecendo algum serviço.”

Agostinho Rocha, diretor-presidente para o Brasil e vice-presidente para América Latina da unidade de Tecnologia, Consultoria e Soluções de Integração (TCIS) da Unisys comenta: “Com mais de 90 anos de presença direta no Brasil e um histórico de projetos de missão crítica desenvolvidos para clientes do setor público, a Unisys se orgulha em fazer parte deste projeto de extrema relevância para o país, que estará suportado por uma avançada infraestrutura de tecnologia da informação”.

O processo de concorrência, que iniciou em junho deste ano, teve a participação de outros seis consórcios e contou com companhias, como IBM, Microsoft, Motorola, Oi e Telefônica, entre outras. Dos 14 Centros Integrados de Comando e Controle que serão implantados, 12 serão centros regionais, construídos nas doze cidades sedes do evento, e dois serão centros nacionais, localizados em duas cidades estratégicas: Rio de Janeiro e Brasília. O projeto deverá ficar pronto até maio de 2014. Após a Copa do Mundo, os centros com toda sua infraestrutura será o grande legado desta iniciativa da SESGE para a segurança pública no país. Parte dos sistemas permanecerá mobilizada para suportar a segurança das Olimpíadas/Paraolimpíadas 2016 e parte será cedida aos Estados, por intermédio de critérios a serem estabelecidos pelo Ministério da Justiça e pelos Estados.

"Com os grandes eventos, surge para o Brasil a oportunidade de construir uma rede integrada de Comando e Controle. Trata-se de um novo conceito que irá habilitar as forças policiais do País a atuar em um ambiente de colaboração, interoperabilidade e gestão compartilhada. Este projeto constitui o embrião de uma nova Arquitetura de Segurança Pública, “ observa Roberval França diretor-geral do Consórcio Brasil Seguro.

. Estrutura dos Centros.: Ambientes: 1. Sala de Operações:. Infraestrutura de Operações | Rede de Dados | Sistema de Vídeo-Wall | Sistema de Telefonia | Sistema de Radiocomunicação | Sistema de Atendimento e Despacho | Sistema de Gerenciamento de Eventos | Sistema de Vide monitoramento | Sistema Integrador.

2. Sala de Gerenciamento de Grandes Eventos e de Gerenciamento de Crise: Sistema de Videoconferência | Sistema de Vídeo-Wall | Sistema de Telefonia | Rede de Dados.

3. Sala de Inteligência: Infraestrutura de Inteligência | Rede de Dados |Sistema de Inteligência.

4. Dispositivos Externos: Rede de Câmeras distribuídas pelas Cidades | Dispositivos Móveis (tablets, terminais de rádio e telefonia móvel) | Sensores de Tiro e outros dispositivos de sensoriamento.

Perfil - A Módulo Security Solutions é uma empresa brasileira, com atuação internacional, especializada em soluções para Governança, Riscos e Compliance. Desde 1985 atua nas áreas de software, consultoria e educação oferecendo soluções inovadoras e customizadas para cada negócio.

Atendendo a clientes de todos os setores, a Módulo participou de projetos internacionalmente reconhecidos, como as eleições eletrônicas brasileiras, a entrega de imposto de renda via Internet, o Sistema de Pagamentos Brasileiro, Fórmula Indy, XV Jogos Pan Americanos Rio 2007, Rio+20 e JMJ Rio2013, fornecendo o software Módulo Risk Manager, solução pioneira para Gestão de Riscos, Incidentes e Eventos.

A empresa recebeu o selo "positive" do instituto Gartner e "Industry Innovator for 2012" da SC Magazine. O Módulo Risk Manager foi considerado a melhor solução – Best Buy – pela SC Magazine em 2011 e 2012. Dentre os prêmios conquistados destacam-se o Prêmio Assesspro Melhores Empresas em 2009, 2010 e 2012, o Prêmio FINEP de Inovação Tecnológica, o Info Security Products Guide de 2008 a 2011 e o reconhecimento internacional como Hot Company em 2008 e 2009. A Módulo possui escritórios no Brasil, EUA, Reino Unido, Índia e atua em toda América Latina por meio de uma rede de parceiros.

Perfil - Agora Telecom, empresa brasileira com 20 anos e presença em todo o território nacional. É líder em radiocomunicação profissional na América Latina e destaca-se como integradora de tecnologias para transmissão de dados, voz e imagem.

Atua fortemente no segmento de Segurança Pública e de grandes corporações, tendo destaque na implantação de soluções de redes de radiocomunicação e gerenciamento para Centros Integrados de Operações Policiais em vários estados e capitais. Visando ampliação do atendimento das necessidades de seus clientes, vem consolidando novas tecnologias em redes IP, WLAN, Comunicação Unificada integrando Telefonia IP e Videoconferência, além de outras soluções como treinamento e capacitação policial, câmeras portáteis e detecção de materiais ilícitos.

No atendimento de grandes corporações destacam-se a Petrobras, Itaipu Binacional, Eletrobrás e Navega Pará, dentre outras.

Perfil - A Comtex nasceu com o objetivo específico de suprir o mercado de segurança pública, que a 15 anos atrás começava a engatinhar. Depois de alguns anos a empresa se notabilizou por oferecer soluções em videomonitoramento. A grande virada veio com a implantação do COR (centro de operações Rio) que integrou o sistema de videomonitoramento ao software S4C que é capaz de gerenciar por meio de cruzamento de camadas, inúmeras necessidades da cidade, desde controle de funcionamento de semáforos até densidade pluviométrica visando evitar que alagamentos causem danos maiores que os inevitáveis. Essa política de controle preventivo de todas as demandas da cidade permite que muitos setores interajam simultaneamente, não convergindo em ações conjuntas, mas também e principalmente economizando os recursos disponíveis, muitas vezes escassos. Depois veio o CICC (Centro Integrado de Comando e Controle). A empresa também se notabilizou por projetos ousados como o de equipar duas mil viaturas de polícia com câmeras e gravadores, conjunto chamado de videomonitoramento embarcado. Esta, entre tantas outras ações, acabaram por proporcionar know how a empresa em atendimento das demandas públicas, sendo ainda responsável pelo SAMU/192/Rio, entre outros sistemas de despacho. A Comtex é pioneira em videomonitoramento de usinas e possui o maior parque de câmeras instalados em uma universidade no Brasil, mais de 800 unidades.

Perfil - A Unisys é uma empresa mundial de tecnologia da informação que oferece um portfólio de serviços de TI, software e tecnologia que resolvem problemas críticos para os clientes. Somos especializados em ajudar os clientes a proteger suas operações, aumentar a eficiência e a utilização de seus data centers, melhorar o atendimento aos seus usuários finais e colaboradores e modernizar suas aplicações corporativas. Para oferecer esses serviços e soluções, a Unisys reúne ofertas e competência técnica em serviços de outsourcing, integração de sistemas e consultoria, serviços de infraestrutura e manutenção, além de tecnologia de servidores de grande porte. Com aproximadamente 22.500 colaboradores, a Unisys atende organizações comerciais e órgãos públicos em todo o mundo.

No Brasil, a Unisys investe maciçamente na área de TI, transformando os centros de dados, automatizando operações no governo, bancos, transportes, telecomunicações e comércio. Temos uma história de 90 anos no país marcada pelo pioneirismo. Instalamos o primeiro computador, informatizamos a primeira eleição com as urnas eletrônicas e atualmente focamos nossa atuação em tecnologias de ponta que suportam ambientes de missão crítica em nossos clientes.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira