Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

17/01/2014 - 07:32

Setor hoteleiro do Rio de Janeiro se compromete em divulgar lista com média de preços

Rio de Janeiro– Representantes do setor hoteleiro do Rio de Janeiro se comprometeram em divulgar uma lista na internet com a média das tarifas cobradas por cada hotel durante a alta temporada (carnaval e ano novo). O intuito é que turistas brasileiros e estrangeiros saibam se estão sendo vítimas de abuso de preços durante a Copa do Mundo de 2014. A medida também permitirá que órgãos de defesa do consumidor atuem de forma precisa para combater essa situação.

A medida foi anunciada no dia 16 de janeiro (quinta-feira), durante reunião, no Rio de Janeiro, com o Comitê Interministerial de Acompanhamento de Preços, Tarifas e Qualidade de Serviços para a Copa do Mundo.

A secretária Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ), Juliana Pereira, coordenou a reunião e deu esclarecimentos sobre o acordo. Segundo ela, os preços que estiverem acima dos da alta temporada poderão ser considerado abusivos.

“Esse é o compromisso que o setor hoteleiro do Rio de Janeiro assumiu na ocasião com a Senacon. Nós esperamos que, brevemente, num prazo mais curto possível, isso seja colocado de forma transparente no site dos hotéis para que nós possamos identificar se há um problema na tarifa hoteleira, ou se operadoras estão repassando essa tarifa e ganhando além do necessário. É importante identificar de quem é a responsabilidade, porque só assim os órgãos de defesa do consumidor poderão atuar para combater essa situação”, alertou a secretária da Senacon.

Segundo Juliana Pereira, a proposta foi feita inicialmente só ao setor hoteleiro do Rio de Janeiro, que está se comprometendo a dar transparência às tarifas. “A Senacon, a partir de agora, vai levar essa mesma proposta para os setores hoteleiros das outras cidades”, completou.

A representante da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIHRJ), Sonia Leite Chami, afirmou que toda a rede da cidade está empenhada com a proposta, e destacou que nenhum hotel do Rio está cometendo abuso de tarifas para a Copa. “Se identificarmos abusividade nos preços vamos penalizar o hotel”, garantiu a representante da ABIHRJ.| MJ.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira