Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

31/12/2013 - 15:54

BNDES aprova financiamento de R$ 1,5 bilhão para concessionária do Aeroporto de Viracopos

Aeroportos Brasil Viracopos investirá em obras de ampliação e modernização.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a concessão de financiamento de longo prazo no valor de R$ 1,5 bilhão para a concessionária do Aeroporto Internacional de Viracopos, localizado em Campinas, São Paulo. A participação do Banco corresponderá a 62,6% do investimento total.

Em dezembro de 2012, a empresa Aeroportos Brasil Viracopos já havia recebido empréstimo-ponte de R$ 1,2 bilhão, aproximadamente.

Além do financiamento de longo prazo do BNDES, a Concessionária emitirá debêntures de infraestrutura, no valor de R$ 300 milhões. Esta emissão irá a mercado e a direção do BNDES já aprovou a participação da instituição.

Estas debêntures serão do tipo simples (não conversíveis em ações). Por serem de infraestrutura, terão incentivo fiscal previsto na Lei Nº 12.431/2011 – isenção de Imposto de Renda para o investidor pessoa física e para o investidor estrangeiro, além de alíquota de apenas 15% para a pessoa jurídica.

A Aeroportos Brasil Viracopos é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), que tem como sócios a Infraero, com 49% do capital total, e a Aeroportos Brasil S/A, com 51%.

A Aeroportos Brasil é controlada pela UTC Participações, pela Triunfo Participações e Investimentos S.A. e pela empresa aeroportuária internacional Egis Airport Operation, que opera 13 aeroportos no mundo, além de Viracopos.

Com os recursos do BNDES, a Concessionária do Aeroporto de Viracopos fará investimentos na ampliação e modernização do aeroporto até dezembro de 2014. Entre as obras previstas está a construção de um novo terminal, com capacidade para atender, inicialmente, 14 milhões de passageiros, podendo chegar a até 22 milhões. O aeroporto funciona, hoje, com um único terminal, que atende a mais de nove milhões de passageiros por ano.

Também estão previstos investimentos sociais no valor de R$ 7,4 milhões. Estes recursos serão direcionados à população da região metropolitana de Campinas.

Geração de Empregos – Na primeira fase de implantação do projeto de expansão e modernização do aeroporto deverão ser criados 5.600 empregos diretos na execução das obras.

Adicionalmente, estima-se a geração de 4.602 empregos relacionados ao fornecimento de insumos para as obras, 3.540 postos de trabalho em fornecedores de equipamentos e materiais e 1.062 postos para atendimento a necessidade de logística, transporte, alimentação, etc.

Na operação do aeroporto, na primeira fase do projeto, a concessionária deverá empregar diretamente 1.083 pessoas. Além disto, deverão ser contratados 930 trabalhadores terceirizados.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira