Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/11/2013 - 08:11

Intel divulga resultado do Perceptual Challenge

Concurso premiou aplicativos com reconhecimento de gestos, voz e realidade aumentada. O Brasil recebeu 103 ideias, 5° lugar no mundo.

São Paulo – Um jogo que simula os movimentos de pipa controlada por gestos, uma mão robótica, uma avaliação de flexibilidade corporal, um modelador 3D e um programa educativo foram alguns dos vencedores do Perceptual Challenge Brasil, um desafio criado pela Intel para engajar desenvolvedores de software empenhados em criar a próxima geração de aplicativos utilizando uma nova tecnologia da Intel, o Intel® Perceptual Computing SDK.

O concurso envolve a criação de aplicativos a partir da tecnologia Perceptual Computing, que traz para o usuário a possibilidade de interagir com dispositivos que reconhecem gestos, fazem o rastreamento e identificação de faces, trabalham com o reconhecimento de voz e muito mais. A tecnologia ainda permite que os desenvolvedores adicionem recursos de realidade aumentada ao conjunto de ferramentas visando assim criar uma nova forma de interagir com os computadores.

Na primeira etapa, a Intel recebeu 103 ideias de aplicativos que utilizassem os recursos de tecnologia perceptual, o que consagrou a etapa brasileira do desafio como a quinta maior do mundo em número de ideias inscritas. Destas, 30 ideias foram selecionadas para receber gratuitamente a “Camera Creative Interactive Gesture Developer Kit”, que aproveita todos os recursos da tecnologia perceptual. Com as câmeras, os participantes puderam adaptar ou criar aplicativos que utilizassem os recursos da tecnologia da Intel. O SDK para implementação foi disponibilizado pela empresa gratuitamente através do “Intel® Developer Zone”,

Das 15 propostas que chegaram à segunda fase, 10 foram selecionada por um grupo de jurados no showcase que aconteceu durante o SBGames 2013, em São Paulo, no dia 17 de outubro. Esse júri foi o responsável por escolher os melhores aplicativos que usavam de forma inovador a nova tecnologia de interação da Intel. No júri estavam membros da comunidade de software, jornalistas, professores e funcionários da Intel que avaliaram a clareza dos objetivos, a execução e a relevância do uso da tecnologia perceptiva no projeto.

E durante o Intel Software Day, que aconteceu nos dias 22 e 23 de outubro os 10 finalistas fora finalmente revelados. Os cinco primeiros colocados recebem um Ultrabook™ Lenovo YOGA. E da 5° à 10° posição, os desenvolvedores recebem um celular Motorola® Razr™i XT890.

Os vencedores e primeiros desenvolvedores Brasileiros a utilizarem a tecnologia de Perceptual Computing: 1. Real Kite-O jogo Real Kite simula a brincadeira de empinar pipa, que é controlada utilizando os mesmos gestos usados na atividade real. É possível travar batalhar com outras pipas no ar e o jogador pode tentar cortar e capturar a pipa do oponente para sua coleção.

Vídeo: 2.Mão Robótica - O projeto analisa os movimentos da mão usando as informações do SDK e envia as informações para uma mão robótica controlada por Arduino, fazendo com que ela replique o movimento através de servomotores.

Vídeo:3. THSFlex - O THSFlex é um aplicativo que pretende facilitar a vida dos profissionais que trabalham com avaliações físicas. Utilizando tecnologia de ponta e o conceito de computação perceptiva, o THSFlex permite avaliar a flexibilidade de forma simples e direta.

Vídeo: 4. Fusion4D-Fusion4D é uma interface 3D em que o usuário interage com os objetos virtuais como se estivessem realmente em suas mãos, podendo girar, aumentar, explodir em detalhes e até mesmo ver como os objetos seriam no passado e no futuro. O projeto traz como grande inovação a facilidade de uso: o usuário só precisa usar os óculos 3D, comandos de voz e as mãos para manipular o objeto, sem nenhum acessório na mão como mouse ou joystick.

Vídeo: 5. EducAR-EducAR é uma ferramenta de apoio ao ensino. A intenção é fazer com que os alunos possam aprofundar, disseminar e interagir em um ambiente digital e coletivo onde aborda o assunto que foi ou irá ser tratado em sala de aula, para despertar o interesse e reforçar o aprendizado, integrando ao ensino tradicional uma nova forma de aprendizagem. O EducAR é um game educacional, todo baseado na tecnologia de Realidade Aumentada (R.A.) que proporciona uma maior imersão, já que é possível até mesmo interagir com as imagens virtuais através de objetos reais.

Vídeo:6. DIn3D-DIn3D é um software de modelagem tridimensional para profissionais, estudantes e aficionados com um certo conhecimento de escultura 3D, que buscam uma nova maneira de interagir com o ambiente de trabalho virtual. O usuário habilita os comandos por meio de gestos. Outra diferença está na visualização do modelo, já que a câmera do programa interage como se fosse a cabeça do usuário, acompanhando os movimentos feitos por ele.

Vídeo:7. Badaboom-“Badaboom” é um jogo rítmico 2D que permite ao usuário utilizar tambores virtuais para avançar no jogo e comandar seu personagem. Com uma temática tribal e com aspectos visuais que remetem a lutas indígenas, o jogador deverá fazer movimentos com suas mãos para enviar mensagens ao avatar que avançará em um plano 2D enfrentando diversos desafios.

Vídeo: 8. Corda Bamba-Corda bamba é um jogo que deve utilizar a precisão de captura da Intel Perceptual para proporcionar uma jogabilidade desafiadora e agradável. O Jogador deverá manipular um personagem que anda sobre uma corda bamba controlada pelos dedos do jogador, capturados pela Perceptual Camera. O objetivo é controlar o equilíbrio do jogador sobre a corda e faze-lo desviar de objetos que vão caindo na tela.

Vídeo: 9. Geo Crazy-Adaptação de um jogo educativo para aprendizado de história e geografia. Baseia-se em localizar em um mapa capitais famosas, locais mundialmente conhecidos e eventos históricos. Dinâmica do jogo totalmente baseada em Natural User Interface.

Vídeo: 10. Double Hands-O projeto DoubleHands fornece um ambiente para fisioterapeutas e psicólogos tratarem as dores decorrentes da síndrome do membro fantasma, em particular com pacientes que tiveram uma de suas mãos ou braços amputados. O objetivo do projeto DoubleHands é rastrear a posição do tronco e de uma das mão do usuário. A partir deste rastreamento será criada uma mão virtual (um objeto 3D) que será posicionada no lugar onde a mão amputada estaria presente. Além de replicar os movimentos dos dedos e da mão física na mão virtual, o projeto irá explorar a possibilidade de reconhecimento de gestos da mão física que podem gerar gestos na mão virtual.

A Intel (NASDAQ: INTC) é líder mundial em inovação. A empresa projeta e fabrica as tecnologias essenciais que servem como base para os dispositivos computacionais de todo o mundo. |Twitter: www.twitter.com/intelbrasil | Facebook: www.facebook.com/intelbrasil.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira