Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

26/10/2013 - 08:32

Itaipu garante a reciclagem e descontaminação de 80 mil lâmpadas fluorescentes

Desde 2009 as lâmpadas descartadas pela usina foram encaminhadas para a Apliquim Brasil Recicle, única empresa brasileira que garante a recuperação do mercúrio contido no material.

No dia 30 de outubro (quarta-feira), a Apliquim Brasil Recicle realizará a sétima coleta de lâmpadas fluorescentes provenientes da Usina Hidrelétrica de Itaipu. Desta vez, serão recolhidas 10 mil unidades. Nos últimos quatro anos, a usina enc aminhou 80 mil lâmpadas para a descontaminação na ABR. "A logística reversa é um valor da nossa empresa. Todos os materiais recicláveis que a usina não utiliza mais são concentrados, separados e encaminhados para o descarte correto", explica Gilmar Cândido Alves, gerente de logística de Itaipu.

Alves explica que a ABR tem vencido as últimas licitações para fazer a coleta das lâmpadas porque apresenta a certificação adequada para a manipulação e descarte do material. "Mesmo que uma empresa diga que recicla o material, a Itaipu é corresponsável pelo destino final das lâmpadas, por isso temos o cuidado de contratar uma empresa bem certificada. As certifica&cce dil;ões que a Apliquim Brasil Recicle apresenta nos dão segurança", explica Alves.

A coleta começará às 9h da manhã e pode durar todo o dia, em virtude do volume de lâmpadas a ser coletado. O caminhão com as lâmpadas percorrerá mais de 700km até chegar à fábrica de descontaminação da Apliquim Brasil Recicle em Indaial, Santa Catarina. O Diretor Superintendente da empresa, Eduardo Sebben, alerta que as empresas devem ter cuidado no armazenamento do material: "Guardar corretamente as lâmpadas em suas embalagens originais ou em contêineres, tanto no local de armazenamento como no transporte, reforça a segurança e mostra a responsabilidade ambiental da empresa. Quando as lâmpadas quebram, existem riscos associados à volatilização do mercúrio". Pensando nisso a ABR desenvolveu recentemente um manual de armazenamento de lâmpadas, onde o cliente pode obter informações de como fazer o processo adequadamente.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o mercúrio é uma das 10 substâncias químicas mais perigosas para o ser humano. Margaret Chan, diretora-geral da OMS, alerta que a contaminação por mercúrio pode causar danos neurológicos graves, principalmente aos jovens, além de prejudicar rins e sistema digestivo. A OMS pediu a eliminação progressiva, até 2020, de qualquer aparelho hospitalar que contenha mercúrio, devido ao grave perigo que o contato com o metal rep resenta para a integridade física das pessoas. Além disso, o mercúrio existente nas lâmpadas fluorescentes descartado de forma irresponsável pode contaminar solo e água.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: