Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

19/10/2013 - 08:57

Rolls-Royce doa motor Trent 1000 para a NASA


Equipamento, que faz parte de um programa de testes, ficará em exposição no Centro Espacial INFINITY

A Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, presente no Brasil há 54 anos, doou um motor de teste Trent 1000 para o Centro de Ciências Infinity, localizado perto do Centro Espacial John C. Stennis da NASA, em Hancock County, no Mississippi. O objetivo é motivar os visitantes do Centro a seguirem carreiras relacionadas a ciência, engenharia, tecnologia e matemática (STEM, na sigla em inglês), mostrando-lhes as maravilhas dos motores da aviação moderna.

Em 2007, a Rolls-Royce abriu oficialmente sua instalação ao ar livre para testes de motor a jato no Centro Espacial Stennis. Nesta semana, o Grupo anunciou que a expansão de um segundo estande de testes está quase completa, resultando em um investimento total de cerca de R$ 216 milhões*, quando o mesmo estiver totalmente operacional.

O presidente da Rolls-Royce para a América do Sul, Francisco Itzaina, celebrou a parceria. "Esperamos que os visitantes, jovens e adultos, se inspirem com as maravilhas da aviação, da engenharia e do que é preciso para construir os mais limpos, silenciosos, leves e eficientes motores a jato utilizados na aviação moderna”, comentou Itzaina.

Inaugurado no ano passado, o objetivo do Centro de Ciência Infinity é inspirar as mentes dos jovens a fazer dos esforços de pesquisa e tecnologia a serem desenvolvidos ao longo do sul de Louisiana, do Mississippi, e da Costa do Golfo de Alabama.

John Wilson, diretor -executivo do Infinity, comentou sobre a nova exposição do Centro. "Imagine ficar praticamente dentro de um motor de uma aeronave de última geração de 2,7 metros. A menos que você seja um engenheiro aeroespacial ou um mecânico de aeronaves, isso é algo que não se pode fazer em qualquer outro lugar”, explicou o executivo.

O motor doado foi usado para o desenvolvimento do Programa Trent 1000, da Rolls-Royce. O equipamento é projetado para impulsionar todos os membros da família Boeing 787 (-8, -9 e -10) e será certificado com até 34.473 kg de empuxo com capacidade de entrega de 35.380 kg. O primeiro voo de teste do Boeing 787-9, impulsionado pelo Trent 1000, aconteceu no dia 17 de setembro em Seattle, estado de Washington.

O motor, que faz parte do programa de teste, é conhecido como “Engine – ESN 10017”. Construído em Derby, no Reino Unido, após uma série de testes preliminares, foi transportado por mais de sete mil quilômetros para o estande de teste de jatos ao ar livre da Rolls-Royce, onde foi submetido a análises de vibração, aerodinâmica e ruídos. Posteriormente, retornou ao Reino Unido para ser submetido a mais uma sequência de testes antes de fornecer, com sucesso, os dados necessários para certificação. O Trent 1000 acumulou 467 horas e 988 ciclos. Agora aposentado, o motor passa a ser exibido no Centro de Ciência Infinity.

Programa Trent 1000: .As pás ocas de titânio do Trent 1000 têm mais de 2,7 metros e sugam mais de uma tonelada de ar a cada segundo na decolagem – é o equivalente a uma quadra de squash, preenchida por ar, por segundo.

.As lâminas são desenvolvidas para aguentar forças gigantescas – equivalente à necessária para dar a partida em um trem de carga.

. A ponta da pá viaja a mais de 1.400 km/h – mais rápida do que a velocidade do som.

.Cada lâmina de turbina de alta pressão produz mais de 800 cavalos de potência – o mesmo que um motor da NASCAR.

. A temperatura no interior das partes mais quentes do motor atinge um nível quase tão quente quanto o da superfície do sol.

. Apesar de toda sua potência, um Trent 1000 na decolagem é pelo menos 3 decibéis mais silencioso do que os aviões da geração anterior.

O Centro de Ciências Infinity- A missão do Centro de Ciência Infinity é inspirar jovens mentes a fazer parte da crucial pesquisa e tecnologia a ser desenvolvida ao longo do sul da Louisiana, do Mississippi, e da Costa do Golfo de Alabama. Inaugurado em 2012, o Infinity apresenta exposições e programas sobre a Terra, seus oceanos e rios, além do espaço. O Centro de Ciências foi fundado por empresários e líderes de governo locais para conectar as diversas vertentes da educação formal e informal de STEM, atendendo necessidades de negócios e da indústria. [www.visitinfinity.com].

Perfil-A Rolls-Royce é um dos maiores fornecedores mundiais de sistemas e serviços de energia para uso em terra, mar e ar e estabeleceu uma posição forte em mercados globais - aeroespacial civil, aeroespacial militar, marítimo e de energia.

Como resultado dessa estratégia, a empresa tem atualmente uma ampla base de clientes que inclui mais de 300 companhias aéreas, 4.000 operadores corporativos e governamentais de aviões e helicópteros, 160 forças armadas, mais de 4.000 clientes marítimos, incluindo 70 marinhas de guerra, e clientes de energia em aproximadamente 80 países.

. A receita global de 2012 foi de cerca de R$ 42,1 bilhões*, metade proveniente do fornecimento de serviços. Já carteira de encomendas firmes e anunciadas ficou em aproximadamente R$ 239,2 bilhões* em 31 de dezembro de 2012, resultando em boas perspectivas para os futuros níveis de atividade.

.A Rolls-Royce emprega mais de 45.000 funcionários em escritórios, fábricas e centros de serviço em mais de 50 países, entre eles o Brasil. Desses, mais de 14.000 são engenheiros.

. Em 2012, a Rolls-Royce investiu cerca de R$ 3,2 bilhões* em pesquisa e desenvolvimento, e dois terços desse total têm o objetivo de melhorar ainda mais os aspectos ambientais de seus produtos, em particular a redução de emissões.

.A Rolls-Royce dá suporte a uma rede global de 28 Centros Universitários de Tecnologia, que conectam os engenheiros da empresa com a vanguarda da pesquisa científica.

. O Grupo possui forte compromisso com o recrutamento de jovens aprendizes e com a capacitação de funcionários para desenvolvimento profissional. |* Taxa de câmbio presumida: $1.00 = R$ 2,16.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira