Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

20/09/2013 - 11:00

Economia de recursos torna investimentos hoteleiros mais atrativos


Projetos de hotéis estão focados em estratégias de economia de tempo e recursos, como água e energia, para maximizar a rentabilidade para os investidores. Custos podem ser reduzidos em até 30%.

O investimento em imóveis é uma modalidade que vem atraindo um público crescente. O desenvolvimento da cadeia produtiva do petróleo e os eventos esportivos mundiais são dois dos fatores que mais impulsionam o mercado imobiliário e o turismo, seja de lazer, ou de negócios.

A criação de produtos hoteleiros rentáveis exige, além de padrões de qualidade, maiores garantias de rentabilidade para o investidor. Pensando nisso, o mercado está desenvolvendo estratégias para minimizar gastos e agilizar serviços, tornando a administração mais enxuta e dinâmica, com a possibilidade de gerar uma diminuição de cerca de 30% dos custos.

De acordo com Fernanda Coelho, gerente de Vendas da Incortel, o desenvolvimento de um produto com o máximo de rentabilidade está na atenção aos detalhes. Segundo ela, o simples cuidado de evitar a exposição de quinas, de móveis ou camas, pode representar uma grande diferença no faturamento anual. “Pensamos no mínimo de movimentos feitos para a limpeza e arrumação do quanto e no mínimo contato possível. Essa prática agiliza os serviços de quarto e gera economia em consertos ou reposição de mobiliário”, explica.

Outro grande vilão das planilhas de custo de qualquer negócio é a conta de energia, principalmente pelo uso do ar condicionado. O uso de portas inteligentes permite que toda a energia do quarto seja cortada quando o hóspede sai. Com a utilização de cartões magnéticos, a porta inteligente previne o desperdício, quando o hóspede esquece algum aparelho ligado. O redimensionamento das janelas, com abertura racionalizada, também ajuda a minimizar o consumo de energia do ar condicionado.

Em um hotel com cerca de 100 apartamentos, o gasto de água é outro fator que deve estar sob controle. Torneiras com dosador, sanitários com duas opções de vazão de água são alternativas que ajudam a economizar água, sem comprometer a qualidade dos serviços. O projeto do Box não permite que as torneiras sejam abertas se o hóspede estiver do lado de fora, evitando que a água fique aberta, sem que ninguém esteja debaixo do chuveiro.

Além das estratégicas de economia de recursos naturais, alternativas podem ser utilizadas para diversificar a renda do hotel, como abertura do restaurante e do estacionamento para a utilização pública. A inclusão da tecnologia é outro fator de agiliza o atendimento e minimiza o custo com a folha de pagamento. A adoção do check out automático é um exemplo.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira