Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/09/2013 - 09:29

Diretor da ANP diz que CNPE estuda aumentar mistura de biodiesel no diesel

O diretor da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Florival Carvalho afirmou que o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) estuda o aumento da mistura de biodiesel no diesel dos atuais 5% por litro para 7%. “Devemos caminhar para isso brevemente”, disse.

Segundo ele, juntamente com a retomada dos investimentos no etanol – Florival lembrou que está para entrar em operação a primeira usina do biocombustível de segunda geração, com maior produtividade –, “estaremos inaugurando uma nova fase” com o aumento dos combustíveis de biomassa na matriz energética do país.

O diretor da ANP lembrou que a indústria de biodiesel acreditou e investiu no Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) “e hoje está com mais da metade da capacidade ociosa”.

As afirmações foram feitas no II Encontro IBEF (Instituto Brasileiro de Executivos Financeiros) de Combustíveis, realizado no Rio de Janeiro na última sexta-feira, dia 30/8. O presidente da Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (Aprobio), Erasmo Battistella, participou do evento, onde defendeu a qualidade do biodiesel brasileiro, que hoje começa a ser exportado para a Europa.

“Nós enfrentamos alguns problemas e dificuldades no começo do programa do biodiesel, mas pouco a pouco fomos investindo para aprimorar os processos industriais e hoje temos um produto de padrão internacional, em conformidade com as exigências técnicas da ANP”, disse ele, referindo-se aos critérios de qualidade que a Agência instituiu ainda no ano passado.

Segundo o empresário, além de exportar biodiesel, o setor produtivo do biocombustível já começa a fomentar o modal ferroviário de transporte, com pelo menos uma usina utilizando trens para distribuição do produto e outra em vias de adotar o sistema.

Para o presidente da Aprobio, falta ao governo a decisão política de limpar mais ainda a mais limpa matriz energética do mundo – a brasileira –, aumentando a mistura de biodiesel no diesel, o que contribuirá para o país aumentar sua economia de divisas na importação do combustível fóssil e, assim, melhorar a qualidade do ar, reduzir as internações hospitalares e aumentar a inclusão social da agricultura familiar no fornecimento de matéria prima para biodiesel.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira