Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/09/2013 - 09:10

Arena Fonte Nova terá usina de energia solar da Neoenergia

Geração fotovoltaica será de 750MWh por ano. Grupo também conta com projetos solares nos estádios de Pituaçu e Arena Pernambuco.

A Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) e a Fonte Nova Negócios e Participações (FNP) assinaram convênio para implantação de uma usina solar na Itaipava Arena Fonte Nova, localizada em Salvador, com capacidade de gerar 750 MWh por ano, o equivalente ao consumo médio de 3 mil brasileiros. A usina solar terá 500kWp de potência instalada e deve entrar em funcionamento até a Copa do Mundo de 2014.

Com investimento de cerca de R$ 5,5 milhões, a instalação da usina solar faz parte de um Projeto Estratégico de Pesquisa e Desenvolvimento “Arranjos Técnicos e Comerciais para Inserção da Geração Solar Fotovoltaica na Matriz Energética Brasileira”, lançado em agosto de 2011, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Toda energia gerada será utilizada pela Itaipava Arena Fonte Nova. A tecnologia empregada será a de painéis flexíveis, que serão instalados sobre o anel de compressão da cobertura da arena.

Além deste projeto, as concessionárias do Grupo Neoenergia (Celpe, Coelba e Cosern) em parceria com a Odebrecht Energia, estão implantando uma planta solar Fotovoltaica na Itaipava Arena Pernambuco, com investimento de R$ 10 milhões. A usina solar fotovoltaica de Pernambuco estará em funcionamento até 30 de Setembro e tem potência instalada de 1 MWp. Estes dois projetos fazem parte do programa de P&D da ANEEL e será investido um total de R$ 15 milhões.

Sustentabilidade - Além destes projetos, a Neoenergia também é responsável pela usina solar do Estádio Pituaçu, em Salvador, o primeiro na América Latina a ser totalmente iluminado por esta fonte de energia, desde 2012. E o grupo está implantando ainda duas usinas solares na ilha de Fernando de Noronha.

“As cinco usinas solares projetadas pela Neoenergia reforçam nosso compromisso com o desenvolvimento de novas tecnologias para a geração de energia por fontes renováveis”, disse Solange Ribeiro, presidente do Grupo Neoenergia, que também investe na construção de 10 parques eólicos no Nordeste, em parceria com a Iberdrola, além de atuar em grandes hidrelétricas (veja mais adiante).

Frank Alcântara, presidente da Itaipava Arena Fonte Nova, afirma que a implantação da usina solar reduzirá o consumo de energia na arena em 10% e trará benefícios ao meio ambiente já que os recursos são renováveis e não poluentes.

Entre as arenas no mundo que já adotaram a energia solar estão o Qwest Field, em Seattle, o AT&T Park, em São Francisco, ambos nos Estados Unidos, e ainda e o Easy Credit Stadium, em Nuremberg, na Alemanha. No Brasil, além dos três com usinas da Neoenergia, há ainda o Mineirão e Maracanã.

O processo de geração solar-A usina de geração de energia solar da Itaipava Arena Fonte Nova irá captar a luz emitida pelo sol por meio dos painéis fotovoltaicos, que transformam a radiação solar em energia elétrica. Os inversores, que também compõem o sistema, convertem a corrente de contínua para alternada, adequando-a ao sistema de distribuição convencional. Neste momento, a energia produzida poderá ser entregue ao sistema elétrico da arena ou à rede da Coelba. Além do aproveitamento de uma fonte renovável, os sistemas de geração solar reduzem perdas por transmissão e distribuição, uma vez que a energia é consumida no local em que é produzida.

Perfil - A Neoenergia está entre os 40 maiores grupos privados do país. Presente em 13 estados, atua em toda a cadeia de energia: geração, transmissão, distribuição e comercialização. Desde a sua constituição, o Grupo Neoenergia acumulava investimentos de aproximadamente R$ 25 bilhões (até março de 2013).

Em distribuição, conta com 9,8 milhões de clientes na Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte, atendidos pela Coelba, Celpe e Cosern, respectivamente.

Na área de geração, possui capacidade instalada de 1.491 MW e deve chegar a 4.010 MW até 2019, por meio de novos empreendimentos como as usinas de Teles Pires, Baixo Iguaçu, Belo Monte e 10 parques eólicos, em fase de implantação em parceria com a Iberdrola.

Itaipava Arena Fonte Nova-A primeira arena multiuso da Bahia tem estrutura verticalizada, colocando o espectador mais próximo do espetáculo. O equipamento tem capacidade para 50 mil pessoas em assentos cobertos, 70 camarotes, 40 quiosques de alimentação, restaurantes panorâmicos e 2.500 vagas de estacionamento. Sua estrutura abriga sala de imprensa, elevadores, sanitários, espaço cultural e salões de negócios. Além disso, o projeto oferece acesso para pessoas com dificuldade de locomoção, circulação vertical por elevadores e posição de cadeirantes nas arquibancadas, atendendo às normas brasileiras e permitindo acesso e conforto para todos. A área total do terreno, que tem aproximadamente 116 mil m², possui 90 mil m² dedicados à arena multiuso.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira