Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/08/2013 - 07:25

ABEEólica comemora 1,5 GW vendidos no Leilão de Energia de Reserva de 2013

O desempenho da energia eólica no LER 2013, realizado no dia 23 de agosto de 2013 (sexta-feira), confirmou as expectativas da ABEEólica - Associação Brasileira de Energia Eólica, instituição que congrega e representa o setor de energia eólica no País. Com a venda de 1,5 GW de energia eólica ao preço médio de R$110,51, a meta de contratação esperada pela instituição foi mantida, assegurando a competitividade e sustentabilidade da fonte eólica no País.

Para a presidente executiva da ABEEólica, Elbia Melo, o resultado foi um importante sinal positivo de investimento para os players do setor. “As recentes mudanças implementadas, como as alterações nas regras de conteúdo nacional no FINAME, na metodologia dos leilões, a obrigatoriedade do P90 e a situação atual das linhas de transmissão, posicionam o setor eólico brasileiro em uma situação de muita expectativa. O resultado desse leilão, em termos de demanda e preço, marca efetivamente a consolidação dessa fonte na matriz elétrica nacional”.

O LER 2013 teve a oferta de 377 empreendimentos eólicos habilitados, somando capacidade de 8.999 MW no total. Esses projetos estão divididos em oito Estados: Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. Segundo a presidente executiva da ABEEólica, Elbia Melo, esse certame demonstra o surgimento de usinas eólicas em novas regiões, como os Estados do Piauí e Paraíba.

O preço inicial da energia para esse leilão foi de R$ 117,00 por megawatt-hora e os empreendimentos vendidos terão início de suprimentos em 1° de setembro de 2015, com prazo de 20 anos. Com deságio médio de 5,5% no preço, o setor comemora a contribuição do leilão para a sustentabilidade da cadeia produtiva, o desenvolvimento da energia eólica no Brasil e o compromisso com o meio ambiente.

Potencial eólico do Brasil-O Brasil está entre as quatro nações do mundo que mais cresce no setor eólico, atrás somente da China, Estados Unidos e Índia. Atualmente ocupa a 15ª posição entre os países com maior capacidade eólica instalada no mundo. Em 2012, o País continuou na liderança do mercado latino-americano, com capacidade total instalada de 2.500 MW.

Hoje, a nação brasileira tem 2,8MW de capacidade instalada de energia eólica em 119 parques eólicos, distribuídos por onze estados. A fonte tem 2% de participação na composição da matriz elétrica brasileira e, até 2017, esse número chegará em 6% referente a 10,3GW de capacidade instalada.

Além de contribuir de forma relevante para a matriz elétrica brasileira, a energia eólica é uma fonte limpa, renovável, de baixo impacto ambiental, harmônica com outras atividades econômicas, geradora de empregos e renda, contribui para a capacitação das populações, redução da pobreza e fixação do homem no campo.

ABEEólica: a Associação Brasileira de Energia Eólica – ABEEólica representa atualmente em torno de 83 associados, pertencente a toda cadeia produtiva: desde empresas fabricantes de equipamentos eólicos até fornecedores de serviços intermediários, consultores, desenvolvedores e investidores em parques, entre outros. Fundada em 2002, ao longo destes anos, a ABEEólica tem exercido papel fundamental para o desenvolvimento do setor, assim como para o reconhecimento da importância desta fonte limpa e renovável na composição da matriz energética nacional. Há 10 anos, a energia eólica não tinha representatividade na geração de energia do Brasil. Hoje, além da participação de 2% da matriz, ela é a segunda fonte mais competitiva do país, sendo ultrapassada apenas pela hidrelétrica.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: