Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/08/2013 - 09:21

Siemens recebe da Saudi Aramco pedido de componentes para usina elétrica, contrato de US$ 966,8 mi

Maior pedido da Saudi Aramco até hoje, se trata de omponentes para a maior usina elétrica baseada gaseificação do mundo. Pedido no valor total de US$ 966,8 milhões.

A Siemens fornecerá os principais componentes para usina elétrica de ciclo combinado na Arábia Saudita. A finalidade será fornecer eletricidade à área da cidade industrial de Jazan, no sudoeste do país, e à refinaria de mesmo nome, que também receberá vapor de processo. A usina será movida a resíduos de refinaria gaseificados, o que contribui em muito para a preservação dos recursos energéticos do país. Com capacidade instalada de 4.000 megawatts, Jazan será a maior usina elétrica baseada em gaseificação do mundo. O valor do contrato totaliza US$ 966,8 milhões.

“Este não é apenas o maior pedido feito pela Saudi Aramco à Siemens até hoje, como também é um marco importante em nossa bem-sucedida cooperação com a maior companhia petrolífera do mundo e é prova do sucesso de nossa estratégia de regionalização”, afirmou Michael Suess, membro da Diretoria Executiva da Siemens AG e executivo-chefe do Setor de Energia.

O escopo de fornecimento da Siemens inclui dez turbinas a gás – especialmente projetadas para gás de síntese (syngas) e óleo diesel –, seis das quais serão fabricadas na Arábia Saudita, além de cinco turbinas a vapor, 15 geradores e 10 caldeiras de recuperação de calor. O modelo de turbina a gás a ser usado em Jazan (SGT6-5000F) é ideal para operação com syngas, proveniente da plantas de gaseificação, e tem um histórico bem-sucedido de mais de nove milhões de horas de operação. “Esta nova usina elétrica de ciclo combinado altamente eficiente é parte importante de nosso grande projeto na nova zona econômica de Jazan e, portanto, precisamos ter uma tecnologia eficiente e confiável. Estamos ansiosos por trabalhar com a Siemens nesse projeto estratégico”, disse o Diretor Executivo da Aramco Overseas Company, Nabil Aldabal.

“Nossa tecnologia flexível, eficiente e comprovada contribuirá ainda mais para apoiar a Arábia Saudita em seus planos ambiciosos de industrialização e desenvolvimento econômico”, ressaltou Suess. A Arábia Saudita, com suas grandes reservas de petróleo e gás natural, é a maior economia da região do Golfo e um importante mercado em crescimento para a geração de energia fóssil eficiente. Nesta década, prevê-se que a população do país crescerá dos atuais 28 milhões de habitantes para 34 milhões em 2020. Para atender ao crescimento previsto para a demanda de energia, de cerca de 6% ao ano, a capacidade instalada de geração de energia precisará, no mínimo, dobrar dentro de dez anos, passando de 67 gigawatts em 2012 para estimados 140 gigawatts em 2020.

A Siemens Arábia Saudita está investindo nesse mercado em crescimento ao construir uma fábrica em Dammam para a produção de turbinas a gás e equipamentos correlatos e para a manutenção desses equipamentos no país. Seis das turbinas de combustão a gás serão produzidas nessa nova fábrica.

A usina elétrica de Jazan inclui cinco unidades. O início da operação dos dois primeiros blocos está programado para 2016. O próximo bloco virá um ano depois, em 2017. As outras unidades entrarão em operação sucessivamente após isso, a intervalos de alguns meses cada uma.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: