Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

02/07/2013 - 09:38

Siemens apresenta sistemas de Drives Integrados ideais para voos comerciais em feira da França


O Sistema de Drives Integrado do DA36 E-Star 2 se caracteriza por ser compacto e leve. Sua potência contínua específica é 5 kW/kg

Voo inaugural bem-sucedido: Siemens, Diamond Aircraft e EADS exibem o novo “DA36 E-Star 2” com motor elétrico híbrido em série na Paris Air Show. O novo Sistema de Drives Integrado do motoplanador, que ostenta o recorde mundial de relação potência-peso, é escalonável e adequado para uso comercial, em princípio também em aeronaves para até 100 passageiros.

Na feira aeronáutica parisiense de “Le Bourget”, a Siemens, a EADS e a Diamond Aircraft exibiram o DA36 E-Star de próxima geração com motor elétrico híbrido em série. Esse conceito de motor permite uma decolagem elétrica silenciosa e uma redução considerável – de até 25 por cento – do consumo de combustível e das emissões. Essa aeronave de segunda geração provou que a tecnologia é adequada para uso comercial.

Após testes preliminares bem-sucedidos em 2011, as atividades de desenvolvimento conjunto realizadas pelas empresas envolvidas atingiram agora outro marco. A aeronave exibida na feira aeronáutica de “Le Bourget” concluiu com sucesso um voo inaugural de uma hora no aeródromo de Wiener Neustadt, em 1º de junho. Graças ao inovador sistema de acionamento integrado da Siemens, foi possível reduzir o peso vazio do motoplanador em cerca de 100 kg em relação ao seu predecessor em 2011. Isso significa que a aeronave tem alcance e capacidade realistas, como se espera de uma aeronave comercial.

A hélice do motoplanador é acionada eletricamente por um sistema híbrido que consiste em um Sistema de Drives Integrado da Siemens e um gerador alimentado por um pequeno motor giratório Wankel Austro Engine. O sistema de drives do DA36 E-Star 2 gera uma potência de 80 kW durante a decolagem e uma potência contínua de 65 kW. O motor elétrico pesa apenas 13 kg. Sua potência contínua específica de 5 kW/kg é o dobro da do primeiro protótipo e cerca de cinco vezes superior à de um motor elétrico industrial típico. A eletrônica de potência e a caixa de transmissão são integradas ao motor elétrico e estão incluídas no peso indicado. Para a decolagem e a subida, é extraída energia adicional de uma bateria, a qual é recarregada em cruzeiro. Essa bateria é fornecida pela EADS Innovation Works (IW), que é a rede corporativa de pesquisa e tecnologia da EADS.

“A tecnologia é escalonável e logo entrará em pequenas aeronaves e, no futuro, em aeronaves comerciais de 50 a 100 passageiros, tornando a aviação mais ecológica”, disse Ralf-Michael Franke, Executivo-Chefe da Divisão de Tecnologias de Drive da Siemens. “Esse marco do desenvolvimento mais uma vez prova que o conceito de ‘Sistemas de Drives Integrados’ da Siemens é o caminho do futuro na tecnologia de drives. Ele também mostra que esse enfoque proporcionará potências mais altas, além de maior eficiência energética, em diversos setores e aplicações.”

A Siemens, a EADS e a Diamond Aircraft também assinaram uma declaração de intenções referente a uma cooperação mais estreita no desenvolvimento de aeronaves elétricas híbridas no âmbito da Paris Air Show. [www.siemens.com/ids].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira