Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/05/2013 - 07:14

Rio de Janeiro sobe no ranking mundial do turismo de eventos

Cidade ultrapassa duas asiáticas e ameaça Buenos Aires, a líder do continente, segundo ICCA. Para o Rio Convention & Visitors Bureau, investimentos têm que continuar.

O Rio de Janeiro mostrou a força do seu turismo de eventos e subiu mais duas posições no ranking da ICCA (International Congress and Convention Association), divulgado hoje. A cidade agora é 25ª do mundo que mais recebe feiras e congressos, ultrapassando as asiáticas Taipei e Kuala Lampur. Com o avanço, o Rio se consolida como o principal centro nacional do turismo de eventos – posto que ocupou ano passado. De quebra, ainda chega mais perto da líder do continente, Buenos Aires.

É a melhor posição que o Rio ocupa no ranking em 10 anos. A associação contabilizou 83 eventos internacionais que aconteceram no Rio. No ano passado, a principal entidade internacional do turismo de eventos contabilizou 69 eventos na Cidade Maravilhosa.

Na América, o Rio está apenas atrás de Buenos Aires, que teve 99 eventos. A diferença entre os eventos sediados pelos cariocas e na capital argentina, porém, diminuiu: no ano passado, Buenos Aires tinha 34 eventos a mais que o Rio. Este ano a diferença caiu para 16.

Os dados do Rio são repassados para a ICCA por entidades como o Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB), fundação que trabalha pelo fortalecimento do turismo de eventos na cidade. O Rio CVB contabiliza que, no ano passado, o turismo de eventos atraiu em torno de 256 mil visitantes para o Rio, e gerou receita estimada de US$ 391 milhões.

Diretor-executivo do Rio CVB Paulo Senise afirma que o aumento dos investimentos no Rio e os grandes eventos que acontecerão na cidade, como os Jogos Olímpicos de 2016, estão impulsionando o setor.

-Para explorar todo o nosso potencial, porém, precisamos de mais centros de convenções em lugares estratégicos, mais infraestrutura em aeroportos e mais qualificação profissional para quem atende este tipo de turista. Vale a pena também observar que para garantir a ocupação dos hotéis por este tipo de turista, o governo deve investir mais em campanhas promocionais nos principais mercados, - observa Senise.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira