Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

19/04/2013 - 10:21

Uruguai finaliza adesão de empresas de autopeças ao projeto Focem Auto

Projeto beneficiará cerca de 100 empresas para reforçar o comércio entre os países do Mercosul.

Montevidéu – A união de nove empresas uruguaias de autopeças ao Projeto de Adensamento e Complementação Automotiva no âmbito do Mercosul (Focem Auto), no dia 17 de abril (quarta-feiara), finalizou a fase de adesão de todas as empresas beneficiárias à iniciativa. O evento, realizado no Ministério da Indústria, Energia e Minério do Uruguai, em Montevideu, contou com a participação de autoridades brasileiras, uruguaias e argentinas, além dos empresários representantes das indústrias uruguaias selecionadas: Ahinco S.A; Aluminios del Uruguay S.A; Benito Salgado; Cristalet S.A; Invegol S.A; Juan J. Radesca S.A; Montreal S.R.L; Nicebelt S.A e Somil S.A.

Executado pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e cofinanciada pelo Fundo para a Convergência Estrutural e Fortalecimento Institucional do Mercosul (Focem), o projeto visa fortalecer a competitividade de pequenos e médios fornecedores de autopeças e tem prazo de execução de 24 meses.

A segunda fase do projeto será executada nos próximos 14 meses. As empresas selecionadas – 44 do Brasil, 26 da Argentina, 10 do Paraguai e 9 do Uruguai – receberão consultoria individual e coletiva para a capacitação, qualificação e melhoria dos processos de produção. Também terão acesso a um estudo atual do mercado local e no, âmbito do Mercosul, receberão um manual de fornecimento. Futuramente, participarão de rodadas de negócios entre as empresas dos países participantes.

A diretora do Focem na ABDI, Patrícia Vicentini, destacou que o projeto é resultado de um trabalho que começou a ser articulado em 2010. “Estamos fazendo entrevistas com as empresas desde o começo da semana, os resultados têm sido muito positivos e trazem informações que serão importantes para agregarmos ao projeto. Acredito que serão dois anos de trabalho muito intensos”.

“As empresas uruguaias estão comprometidas com o projeto. Estamos buscando dar um salto qualitativo com valor agregado. Queremos promover uma maior integração para desenvolver o setor de autopeças no Mercosul”, declarou o diretor nacional de indústrias do Ministério da Indústria, Energia e Minério do Uruguai, Sebastián Torres.

A integração produtiva do Mercosul foi ressaltada pelo coordenador-geral de Arranjos Produtivos Locais (APL) do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Romeiro. Para ele, projetos como esse podem contribuir para transformar o continente. “Queremos um continente integrado, com empresas competitivas, redução da pobreza, melhoria do emprego, formação e qualificação profissionais”, enumerou.

Romeiro aproveitou a cerimônia para falar diretamente aos empresários uruguaios. “Sintam-se participantes deste movimento. É muito importante que a gente consiga enxergar o desenvolvimento de vocês para que possamos avaliar se ações que estamos inaugurando estão sendo eficazes e eficientes”.

Após a assinatura de adesão o diretor da empresa Cristalet S.A, Martin Perez destacou dois pontos principais do projeto. “A qualificação profissional e as oportunidades de negócios que poderemos fazer são os pontos mais importantes. Isso promove a integração do grupo e é muito importante”, ressaltou. Em 2008 a Cristalet S.A fez negócios com empresas brasileiras, mas atualmente não existe nenhum. Perez enxerga o acordo do Focem como uma oportunidade de voltar a fazer negócios não só com empresas brasileiras, mas com argentinas e paraguaias também.

O Focem Auto tem um orçamento de quase US$ 4 milhões (sendo cerca de US$ 3 milhões oriundos do Focem e US$ 1 milhão da ABDI).

.As empresas selecionadas, link: [ http://www.abdi.com.br/Acao%20Documento%20Legislacao/EmpresasSelecionadas-Brasil.pdf ].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira