Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

04/04/2013 - 09:12

Porto Itapoá escolhe coletores de dados Honeywell

Coletores de dados da divisão Scanning&Mobility são escolhidos por serem os mais adequados para o trabalho em condições adversas e ambientes agressivos.

São Paulo – Honeywell Scanning&Mobility foi o fabricante escolhido pelo Porto Itapoá para fornecer coletores de dados via radiofrequência e computadores móveis das linhas LXE MXX e VXX, que compõem o projeto de automação de operações e movimentação no cais. O principal motivo da escolha foi a robustez do equipamento, capaz de suportar as mais variadas condições de trabalho em ambiente externo sob umidade, maresia, temperaturas extremas e alta luminosidade sem perder o desempenho.

“Os coletores de dados são ferramentas essenciais ao funcionamento de um terminal de contêineres. Os equipamentos Honeywell, utilizados pelo terminal, vêm nos garantindo total eficácia e disponibilidade nos serviços em que são empregados”, afirma Sergni Pessoa Rosa Junior, gerente de Operações do Porto Itapoá.

“A aquisição da LXE, meses atrás, pela Honeywell Scanning & Mobility nos deu poder de atuação em novos mercados, como o portuário, onde há grande consideração pelo valor agregado e a Honeywell tem destaque pela sua capacidade e presença mundial. Desta forma, além de poder fornecer produtos com características ideais a cada aplicação, temos condições de oferecer suporte por meio de um serviço de qualidade e uma estrutura que envolve parceiros de grande competência. Para nós, fazer parte deste importante projeto do Porto Itapoá é, além de motivo de orgulho, essencial para nossos planos de crescimento”, declara Cássio Pedrão, diretor geral da Honeywell Scanning & Mobility para América Latina.

De acordo com Luis Carlos Hachiya Pinto, gerente de negócios para as divisões de portos e congelados da Honeywell Scanning&Mobility, “os coletores podem até trabalhar em dias de chuva e ficar sob água até um metro de profundidade em caso de queda acidental em uma poça d´água, por exemplo”. Além disso, a tela dos coletores é dotada de matriz ativa transflexiva, o que permite a fácil visualização à luz do dia.

Ideais para o trabalho por longo período em campo, devido à qualidade de suas baterias de lítio-ion, que necessite de comunicação sem fio, os computadores móveis da Honeywell mantêm a autonomia. Seus processadores garantem alto desempenho durante uma operação de trabalho intensa em qualquer variação de temperatura e ambiental. Além da comunicação via radiofrequência, o usuário tem várias opções de comunicação como cabos USB para troca de dados com PCs.

Inovador - Importante impulso para a economia de Santa Catarina, o Porto Itapoá é o mais moderno do país. Passou a operar em 2011, mas, antes disso, necessitou de um projeto que privilegiasse a melhor tecnologia para suportar as operações de movimentação de contêineres. A comunicação por radiofrequência Cisco foi indicada pela PDASW – até então distribuidora no Brasil dos produtos LXE – como a melhor opção para transmissão de dados no ambiente portuário. As operações do porto e a movimentação de contêineres ganharam processos automatizados, em projeto conjunto entre PDASW, Honeywell e outros fornecedores de tecnologia.

Um dos diferenciais do porto é a completa integração entre a rede de padrão Wi-Fi e os coletores para a transmissão de dados efetiva. Os coletores Honeywell LXE foram escolhidos levando-se em conta sua qualidade, resistência e facilidade na assistência técnica. Por se tratar de uma área externa, o estudo de posicionamento de antenas em relação à movimentação de contêineres foi complexo. Foram instaladas 12 bases e seis antenas de radiofrequência em postes de 40 metros de altura, para cobrir toda a área e evitar interferências pela movimentação da carga e também da atmosfera.

A tecnologia de OCR (reconhecimento de caracteres) foi o recurso escolhido para identificar caminhões e contêineres que entram no pátio do porto. Assim, os dados são lançados nos coletores, apontando movimentação e posição que a carga deve ter. O operador do coletor de dados registra e acompanha toda a operação.

Dotado de dois berços de atracação de 300 metros cada um, o Porto Itapoá tem capacidade de movimentação de 500 mil contêineres de 20 pés por ano (500 mil TEUs/ano).

Honeywell International é uma empresa de tecnologia diversificada, da lista Fortune 100, e líder em produção. Atende clientes em todo o mundo com produtos e serviços aeroespaciais; tecnologia de controle para edifícios, residências e indústrias; peças automotivas; turbocompressores; e materiais especiais. Honeywell Scanning&Mobility (HSM) é parte da divisão Automation and Control Solutions (ACS) do grupo Honeywell. HSM é fabricante líder em desenvolvimento de hardware de alta performance para coleta de dados, baseado em leitura de imagem por laser, incluindo computadores móveis robustos e scanners de código de barras. Com um dos portfólios mais amplos de produtos na indústria de identificação automática e coleta de dados, HSM fornece hardware para coleta de dados pa ra empresas de varejo, saúde, transporte e logística que procuram melhorar as operações e o atendimento ao cliente. Além disso, HSM fornece software avançado, serviços e soluções profissionais que ajudar os clientes a gerenciar dados e ativos. Produtos HSM são vendidos mundialmente por meio de uma rede de distribuidores e revendas. [www.honeywellaidc.com].

O Porto Itapoá é um terminal privativo de uso misto para a movimentação de contêineres. Tem como acionistas a Portinvest Participações (Grupo Battistella e LOGZ Logística Brasil S.A.) e a Aliança Navegação e Logística (Grupo Hamburg Süd).

Inovador, foi planejado e construído com mínima interferência no meio ambiente. Com calado natural de 16 metros, o Porto Itapoá tem condições naturais seguras para atracação e evolução, com sistema operacional NAVIS – Sparcs N4. Com localização privilegiada na Baía da Babitonga, na divisa dos estados de Santa Catarina e Paraná, o Porto está preparado para receber navios Super-Post-Panamax com até 9.000 TEUs e tem capacidade para movimentar mais de 500 mil TEUs/ano.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: