Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/01/2013 - 08:56

Renault amplia seu desenvolvimento internacional

O Grupo Renault continua com sucesso sua estratégia internacional. Em 2012, o Grupo atingiu um novo recorde de vendas fora da Europa, com 1.279.598 veículos (+9,1%).

Pela primeira vez em sua história, o Grupo realizou mais da metade de suas vendas fora da Europa. Entretanto, este sucesso internacional não compensou a queda de 18% das vendas na Europa. No total, com 2.550.286 veículos comercializados no mundo, as vendas do Grupo estão em queda de 6,3% em relação a 2011.

Destaques em 2012 - Internacional: o Grupo estabeleceu níveis recordes de vendas e de participações de mercado nas regiões Américas e Eurásia. Brasil e Rússia são respectivamente 2º e 3º mercados do Grupo.

Na Europa: em um mercado em crise (- 8,6%), e em uma lógica de defesa de suas margens e de reestruturação de sua oferta de produtos no Reino Unido, o Grupo apresentou uma participação de mercado de 9,1% (- 1 ponto) e um volume de vendas de 1.270.688 veículos, em queda de 18%.

2012 foi o ano da ampliação da gama de veículos elétricos, com a comercialização do Twizy, que teve mais de 9.000 unidades vendidas. Graças ao Fluence Z.E. e ao Kangoo Z.E., a Renault é líder do mercado de veículos elétricos na Europa, com 28% de penetração. Lançado no último trimestre na Europa e na Turquia, o Novo Clio está recuperando seu sucesso junto ao público.

Em veículos utilitários, a marca Renault aumentou sua participação de mercado em todas as regiões, com exceção da Europa, onde ela mantém sua liderança pelo 15º ano consecutivo, com 15,5% de participação de mercado.

“O Grupo está colhendo os frutos de sua estratégia de internacionalização. Em 2012, batemos um novo recorde de vendas internacionais, graças às marcas Renault e Dacia. Porém, este sucesso não compensou totalmente a queda de nossas vendas na Europa. Em condições de mercado mais difíceis do que previsto, privilegiamos a defesa de nossas margens” declarou Jérôme Stoll, Membro do Comitê Executivo, Diretor Comercial do Grupo.

Vendas por marca - As vendas da marca Renault estão em queda de 6% em relação a 2011, apesar de uma forte progressão de 13,9% fora da Europa. Com 2.124.773 unidades vendidas, a marca representa 83% das vendas do Grupo.

As vendas da marca Dacia estão em alta de 4,8%, com 359.822 unidades, impulsionadas pela ampliação da gama de produtos em 2012, com a chegada do monovolume Lodgy, do primeiro veículo utilitário Dokker e da renovação do Sandero e do Logan.

A marca Renault Samsung Motors apresentou volumes de vendas em recuo de 44,4%, com 65.691 unidades, em um contexto de reestruturação de sua rede comercial e sua oferta de produtos, a fim de se recuperar a partir de 2013. O Novo SM5, primeiro produto comercializado desde o lançamento do Plano de Recuperação da marca, está tendo uma boa aceitação.

Europa: um mercado em crise e um mix de mercado desfavorável-Em um mercado em crise, as vendas do Grupo estão em queda de 18% e sua participação de mercado ficou em 9,1% (- 1 ponto). A marca Renault ocupa o 3º lugar no mercado de veículos de passeio e utilitários.

Fortemente exposta na França e no Sul da Europa, as vendas da marca Renault sofreram com a forte retração destes mercados.

Ao mesmo tempo, a marca manteve a política de defesa de suas margens unitárias iniciada em 2011: Reestruturação de sua presença comercial na Grã-Bretanha (participação de mercado de 2,4%, em queda de 1,6 ponto).

Em um contexto de forte pressão nos preços, manutenção de uma política virtuosa de preços e de venda por canal, apesar do envelhecimento de sua gama de produtos antes do lançamento do Novo Clio.

A marca Renault confirma sua liderança em veículos utilitários pela 15º ano consecutivo, com uma participação de mercado de 15,5%.

Primeira marca a oferecer 4 modelos elétricos, a Renault é líder do mercado europeu, com 28% de participação de mercado.

A marca Dacia ampliou sua oferta de produtos com o lançamento de Lodgy, obtendo uma participação de mercado de 1,6%, em progressão de 0,1 ponto. Na França, 6ª marca do mercado, a Dacia ganhou 0,1 ponto de penetração, com 3,7%. Na Espanha, a marca cresceu 0,6 ponto, com 2,3%.

Na França, apesar de uma queda das vendas de 24,7%, a marca Renault se manteve líder em veículos de passeio e posicionou os modelos Twingo, Mégane e Scénic no topo de seus segmentos. Em veículos utilitários, a marca domina com folga o mercado, com 32,1% de participação (+ 0,1 ponto) apesar de uma queda dos emplacamentos da ordem de 10,1%. Kangoo, Master e Clio Société ocupam os três primeiros degraus do pódio dos veículos utilitários mais vendidos, considerando-se o total do mercado.

Fora da Europa: uma progressão de 9,1%, que confirma a internacionalização do Grupo - A participação das vendas fora da Europa cresceu 7,1 pontos e representa agora 50,2% das vendas do Grupo – contra 43,1% em 2011.

Com 1.279.598 veículos vendidos, o Grupo estabeleceu um recorde de vendas e cresceu em todas as regiões. Seu crescimento internacional é impulsionado por produtos adaptados às expectativas das clientes de todo o mundo (Pulse, Scala, Novo Clio, Novo SM5…) e pela industrialização local dos veículos provenientes da plataforma M0 (Duster, Logan). O Brasil e a Rússia são respectivamente o 2º e 3º mercados do Grupo.

A marca Renault é agora a 3ª marca na Rússia. Ela é a 5ª marca no Brasil, onde ultrapassou com folga o patamar das 200.000 unidades vendidas.

As vendas internacionais de veículos utilitários aumentaram 14,6%, com 99.690 unidades vendidas (29,6% do volume total, em alta de 5,6 pontos).

Região Eurásia: vendas em alta de 21,6%; a Rússia se tornou o 3º mercado do Grupo

O Grupo apresentou um recorde, com aproximadamente 208.000 veículos vendidos, e ultrapassou pela primeira vez 6% de participação de mercado (6,2%).

Na Rússia: a marca Renault estabeleceu um recorde de vendas (+ 22,7%) e de participação de mercado de 6,5% (+ 0,6 ponto), com 189.852 veículos vendidos. Ela é agora a 3ª marca do mercado, graças à sua penetração no segmento C (vendas de Mégane e Fluence em alta de 44%) e graças ao sucesso do Duster.

Lançado em março, este modelo já está entre os 3 SUVs mais vendidos do país. A marca continua a ampliação de sua rede comercial, com 15 novos pontos-de-venda, chegando a um total de 153 ao final de 2012.

Região Américas: recorde de vendas (+ 13,6%) e de participação de mercado (6,6%, com + 0,5 ponto).

O Grupo apresentou um recorde de vendas e de participação de mercado, com 450.916 veículos vendidos, graças ao sucesso do lançamento do Duster e da renovação do Sandero.

O Brasil se mantém como 2º mercado do Grupo Renault, graças a uma progressão das vendas de 24,3%, em um mercado em alta de 6,1%. Com um crescimento 4 vezes superior ao do mercado, a marca Renault estabeleceu um novo recorde de vendas (241.594 unidades) e de penetração (6,6%, com +1 ponto em relação à 2011).

Na Argentina, em um mercado em queda, as vendas do Grupo aumentaram 12% e bateram um recorde de vendas, com 118.727 unidades vendidas. A participação de mercado ficou em 14,8% (+ 1,8 ponto). Assim, a Argentina se tornou o 5º mercado do Grupo.

O Grupo continua seu desenvolvimento tanto em veículos de passeio quanto em veículos utilitários, graças à ampliação da rede exclusiva Renault Pro+, agora com 46 pontos-de-venda.

Região Euromed-África: vendas em alta de 4,4% e participação de mercado de 14,8% (+ 0,1 ponto)

Com 360.918 veículos vendidos, o Grupo estabeleceu um recorde de vendas e consolidou suas posições nos principais mercados da região.

A Argélia apresentou vendas recordes (113.664 unidades), em alta de 51,5%, ultrapassando pela primeira vez os 100.000 veículos vendidos. Em um mercado em forte alta, o Grupo Renault ganhou 0,8 ponto de participação de mercado, com 26%. A marca Renault se manteve líder graças ao sucesso do Logan e do Clio, enquanto que a Dacia se tornou a 4ª marca naquele mercado (6ª em 2011).

No Marrocos, o Grupo posiciona mais uma vez suas marcas Dacia e Renault no topo das vendas (47.709 unidades, novo recorde), com uma participação de mercado de 36,6%.

Na Romênia: o Grupo manteve sua liderança e apresentou uma participação de mercado de 33,8% (28.225 unidades vendidas). A Dacia se manteve como n° 1 no mercado, com o Logan, Sandero e Duster.

Na Turquia: a marca Renault continua líder do mercado de veículos de passeio, com 13,1% de penetração (-2.8 pontos), apesar da interrupção na comercialização do Symbol a diesel. O lançamento do Novo Clio é um sucesso.

Região Ásia-Pacífico: destaque para a Índia-2012 marcou o sucesso da Índia. A gama de veículos Renault aumentou para 5 produtos: após o Fluence e o Koleos, agora Pulse, Duster e Scala fazem parte da gama de produtos. Estes lançamentos mostram a vontade do Grupo de se tornar um player importante neste mercado, que constitui o terceiro pilar de sua estratégia internacional, junto com a Rússia e o Brasil. A participação de mercado do Grupo ficou em 1,1%.

Na China, onde o Grupo aumentou o número de seus pontos-de-venda para 95, as vendas da Renault aumentaram 22,4%, com 29.724 unidades, graças ao sucesso do Koleos e de uma gama completa de sedans, do Fluence ao Talisman.

Na Coreia, as vendas estão em retração de 45,1%. A Renault Samsung Motors está atravessando um período de transição, com uma reestruturação de sua rede comercial e sua oferta de produtos.

Perspectivas comerciais para o Grupo Renault em 2013-Em 2013, o mercado mundial deve ter um crescimento de 3% em relação a 2012, enquanto se espera que o mercado europeu tenha uma queda de pelo menos 3%.

“Confiante em sua estratégia de desenvolvimento internacional e no lançamento de novos produtos atraentes, em 2013 o Grupo Renault retoma o rumo ao crescimento internacional. Vamos continuar nossa estratégia de desenvolvimento e, na Europa, nosso objetivo é recuperar participações de mercado, ao mesmo tempo em que mantemos uma estratégia comercial virtuosa. Nosso crescimento será impulsionado pelo bom lançamento do Novo Clio e uma forte ofensiva de produtos, com os lançamentos do Captur, ZOE, Novo Clio Estate, Novo Symbol, Novo Logan, Novo Sandero, Novo Fluence e Novo Clio”, declarou Jérôme Stoll, Diretor Comercial do Grupo e de Veículos Utilitários.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira