Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

18/12/2012 - 05:36

Mercado brasileiro de resorts segue em trajetória de crescimento

Estudo da Jones Lang LaSalle Hotels revela aumento da receita bruta total no segmento de resorts no Brasil e contínuo crescimento das taxas de ocupação.

São Paulo – O mercado brasileiro de resorts está colhendo os benefícios da economia estável do país. Os números do segmento relativos a 2011 superaram os registrados no pico de desempenho do setor, em 2008. A consultoria hoteleira Jones Lang LaSalle Hotels, em seu estudo bilíngue realizado anualmente, em parceria com a Resorts Brasil, e intitulado Resorts em Números – Brasil 2012, mostra que a receita bruta total dos resorts cresceu 25% em 2011 na comparação com 2010, tendo atingido a cifra de R$ 136.988 por apartamento disponível, superando o pico anterior de R$ 117.577 registrado em 2008.

A pesquisa aponta ainda um aumento de 9% na taxa de ocupação, que atingiu a marca de 50% em 2011, patamar próximo do pico anterior de 51% verificado em 2008. A receita total por quarto ocupado atingiu R$ 683 em 2011, correspondendo a quase 11% de aumento em relação a 2010. O mercado brasileiro de resorts é composto por 103 hotéis, que somam aproximadamente 24.000 quartos.

“Com a descentralização da economia do país e o aumento da renda média do brasileiro, o setor de resorts entrou numa rota de grande transformação e crescimento, e é isso o que estamos testemunhando agora”, disse Ricardo Mader, diretor da Jones Lang LaSalle Hotels para a América do Sul. “A ascensão da classe média brasileira trouxe uma legião de novos turistas de lazer para o setor de viagens domésticas, o que está impulsionando o desempenho do setor de resorts. Em 2011, pela primeira vez na história do país, houve mais pessoas viajando de avião do que de ônibus. Pode parecer simbólico, mas, considerando o passado econômico do Brasil, esse fato atesta o crescimento do PIB e mostra como os seus cidadãos veem o mercado turístico interno”.

Para os brasileiros, viajar para o exterior ficou cerca de 20% mais caro do que nos anos anteriores. Em 2011, o Governo elevou para 6,38% a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre as compras com cartão de crédito no exterior, além disso, a crescente valorização do dólar norte-americano em relação ao real – o dólar vale agora mais de R$ 2,00 –, encareceu expressivamente as viagens internacionais, tornando as viagens para destinos dentro do país cada vez mais atraentes para os brasileiros.

A menor estabilidade econômica de seus principais vizinhos na América do Sul e as dificuldades financeiras dos países europeus continuam afetando o turismo estrangeiro no Brasil. A proporção de quartos de resorts com diárias pagas por estrangeiros recuou 5,2%: de 12,3% registrado em 2010 para 7,1% em 2011. Manuela Gorni, diretora da Jones Lang LaSalle Hotels no Brasil, acrescenta que “como os brasileiros estão viajando mais dentro do país, isso vem compensando a queda do número de turistas estrangeiros no nosso mercado de resorts”.

Os grupos de eventos respondem por mais de um terço da demanda do mercado brasileiro de resorts, seguidos de perto pelas operadoras de turismo e por turistas individuais tanto de negócios quanto de lazer. “Nossa expectativa é de que esses segmentos continuem impulsionando os negócios até o final de 2012”, acrescenta Manuela.

“Com todos esses fatores combinados, o baixo crescimento da oferta de resorts no Brasil deverá continuar sustentando o desempenho dos hotéis existentes”, disse Clay Dickinson, vice-presidente executivo da Jones Lang LaSalle Hotels para a América Latina. “Em 2011, a oferta de quartos de resorts cresceu modestos 3,67% em relação a 2010, e como não se espera a adição de novo estoque nos próximos três anos, a ocupação e o faturamento bruto devem seguir fortes nos próximos anos”.

O estudo Resorts em Números – Brasil 2011, desenvolvido pela Jones Lang LaSalle Hotels em parceria com a Resorts Brasil, representa a mais ampla amostragem pesquisada disponível no Brasil e fornece uma análise detalhada do desempenho do mercado brasileiro de resorts, com ênfase na apresentação do perfil dos hóspedes e na criação de parâmetros sobre a distribuição das receitas e despesas da sua operação. Este trabalho é também um grande instrumento de referência para os resorts, principalmente durante a elaboração dos seus planos orçamentários.

A publicação foi elaborada com base em um questionário preenchido pelos resorts sobre a sua performance no ano de 2011. A Resorts Brasil atuou junto aos seus associados, estimulando a sua participação na pesquisa, porém, a Jones Lang LaSalle Hotels manteve a independência na elaboração das análises e resultados, bem como a confidencialidade dos dados. [ www.joneslanglasallehotels.com ou www.jllhss.com].

A Jones Lang LaSalle Hotels é uma consultoria imobiliária com foco exclusivo em hotéis e hospitalidade. A empresa oferece consultoria para aquisições e financiamentos, avaliações, comercialização e gestão de ativos para todas as categorias de hotéis, além de resorts e pubs, incluindo desde um único ativo a grandes portfólios de hotéis e desenvolvimentos de uso misto. Nos últimos cinco anos, a Jones Lang LaSalle Hotels realizou cerca de 4.000 trabalhos de assessoria e avaliação e concluiu transações de vendas, compras e financiamentos que somaram mais de US$ 30 bilhões. Com 44 escritórios em 20 países, a empresa conta com uma equipe global de 265 especialistas no setor hoteleiro e, anualmente, desenvolve 75 estudos e pesquisas. [www.joneslanglasallehotels.com].

Resorts Brasil-Fundada há dez anos, a Associação Brasileira de Resorts possui hoje 45 resorts associados, todos eles empreendimentos hoteleiros de alto padrão em instalações e serviços, fortemente voltados para o lazer em área de amplo convívio com a natureza, na qual o hóspede não precise se afastar para atender suas necessidades de conforto, alimentação, lazer e entretenimento.

A Resorts Brasil tem entre seus objetivos o papel de fomentar negócios para os resorts associados e desenvolver o produto “Resort” para o turista interno e externo, satisfazendo clientes, orientando o mercado consumidor quanto aos reais benefícios da categoria, objetivando maior qualidade na prestação do serviço, bem como o incremento da performance dos resorts associados. [www.resortsbrasil.com.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira