Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

14/11/2012 - 08:24

Voith Hydro assina contrato para participar do Projeto Alto Maipo

A Voith Hydro - líder no fornecimento de tecnologia hidrelétrica no mundo – acaba de assinar contrato com a AESGener para participar do Projeto Hidrelétrico Alto Maipo, localizado na região metropolitana de Santiago.

O Projeto Alto Maipo consiste em duas Casas de força, Alfalfal II e Las Lajas, que juntas terão uma capacidade instalada de 532 MW. As usinas utilizarão as águas dos rios Yeso e Volcan, bem como do baixo Colorado. A Voith Hydro será responsável pela construção das unidades geradoras, fornecendo o escopo eletromecânico completo, engenharia, fabricação, montagem, supervisão e comissionamento, além da construção civil das casas de força.

“Nossas excelentes referências em projetos recentes na América Latina, o excelente nível do nosso corpo técnico e a sólida presença no país, através da nossa Unidade de Negócios no Chile, foram fatores decisivos para a conquista deste contrato. A equipe está de parabéns”, comemora Osvaldo San Martin, Presidente & CEO da companhia.

De acordo com San Martin, este projeto permitirá ampliar a presença da Voith Hydro no mercado chileno, além de consolidar a parceria de sucesso com o importante grupo econômico AES.

Grupo Voith-A Voith define padrões nos mercados de energia, petróleo e gás, papel e celulose, matérias-primas, transporte e automotivo. Fundada em 1867, a empresa gera 5,6 bilhões de euros em vendas, emprega mais de 40 mil pessoas e opera em mais de 50 países. Hoje, é uma das maiores empresas familiares da Europa.

A Voith Hydro é uma divisão do Grupo Voith e empresa líder mundial em equipamentos para geração de energia hidrelétrica. Com aproximadamente 5.300 funcionários, a Voith Hydro obteve vendas de mais de 1,2 bilhão de euros no ano fiscal 2010/2011.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: