Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

09/11/2012 - 09:30

A Renault e o Grupo Caterham anunciam parceria para o desenvolvimento e a produção de veículos esportivos

Compartilhando a paixão e o know-how em torno dos veículos esportivos de série e de competições, a Renault e o grupo Caterham anunciaram a união de suas forças em torno de um projeto comum: conceber, desenvolver e produzir veículos esportivos. Estes veículos serão distintos e diferenciados, tendo, respectivamente, o DNA da marcas Alpine e Caterham Cars (divisão automobilística do grupo Caterham). Eles serão produzidos na fábrica Alpine de Dieppe (França). Grupo Caterham contará com 50% do capital da Société des Automobiles Alpine Renault, de propriedade exclusiva da Renault SAS. A Société des Automobiles Alpine Caterham, fruto desta parceria, nascerá em janeiro de 2013 e será comandada por Bernard Ollivier. Este projeto, que assegura a perenidade da planta de Dieppe, se concretizou graças ao apoio e ao comprometimento do Governo da França, da Alta Normandia, e de Dieppe Maritime.

Para Carlos Ghosn, presidente Mundial do Grupo Renault: “Este parceria inovadora com a Caterham concretiza uma ambição de longa data: a criação de um veículo esportivo com o DNA da Alpine. Ela oferece oportunidades para o futuro da fábrica de Dieppe e para o desenvolvimento do seu know-how histórico.”

Para Tan Sri Tony Fernandes, Presidente do Grupo Caterham: “Nunca fiquei tão entusiasmado com um projeto novo desde que criei a AirAsia, em 2001, e, por isso, agradeço a Carlos Ghosn, a Carlos Tavares e a todos os membros de nossa nova família Renault pela confiança que eles depositaram no grupo Caterham, ao criar esta parceria. Muitas pessoas ficaram reticentes quando lançamos nossa companhia aérea há onze anos e alguns também mostraram certo ceticismo desta vez, mas nós mostraremos do que somos capazes. Conhecemos as regiões onde estamos presentes e percebemos, especialmente em nosso principal mercado, que é a Ásia, uma enorme oportunidade de reproduzir o modelo da AirAsia e oferecer aos consumidores acesso a produtos atrativos e acessíveis, associando o nosso interesse pela Fórmula 1 à tecnologia, para que cada um possa realizar o seu sonho.”

Para Carlos Tavares, vice-presidente Mundial de Operações do Grupo Renault: “A ambição de reviver a Alpine estava condicionada à nossa capacidade de encontrar um parceiro para assegurar a rentabilidade econômica deste desafio. Também tínhamos, desde o início, a vontade de colocar a fábrica de Dieppe no coração deste projeto. Hoje, graças a esta parceria com o grupo Caterham, podemos entrar em uma nova fase, a da concepção de um veículo que será a própria essência da Alpine, capaz de despertar novas paixões. Este veículo pode vir a nascer daqui a três ou quatro anos”.

Para Dato Kamarudin Meranun, vice-presidente do Grupo Caterham: “A Fórmula 1 sempre foi nosso ponto de entrada no setor automobilístico. Nosso projeto inicial de desenvolver uma parceria com a Lotus foi deixado de lado, como todos sabem, mas temos hoje uma chance muito melhor de desenvolver a Caterham Cars em conjunto com a Renault, trabalhando com a Caterham Technology, que também está totalmente envolvida neste novo projeto. Nossa equipe de Fórmula 1 trabalha de maneira satisfatória com a Renault Sport F1 desde o início da temporada de 2011 e estou muito contente com a ideia de ampliar a nossa parceria com a Renault para a área de carros esportivos. Esta aliança com a Renault oferece à Caterham Cars a oportunidade de passar para a próxima etapa de seu desenvolvimento, fazendo com que ela seja altamente respeitada, tornando-se um importante player no mercado automobilístico mundial”.

Para Bernard Ollivier, CEO da Société des Automobiles Alpine Caterham: “Estou muito orgulhoso pela confiança depositada pelos acionistas. A forma de produção em série é clara e simples para cada carro: respeitar o DNA respectivo da Alpine e da Caterham Cars. Graças à paixão e à expertise das equipes dedicadas a este projeto, estamos certos de que será um sucesso”.

Uma ambição de desenvolvimento no mercado de veículos esportivos-Após um estudo de viabilidade a respeito do desenvolvimento conjunto de um carro esportivo conduzido pela Renault Sport Technologies e a Caterham Technology & Innovation (CTI - especializada em engenharia e consultoria em tecnologia do grupo Caterham), a Renault e a Caterham unirão suas competências para ampliarem seu posicionamentos no mercado de carros esportivos. Cada uma terá o objetivo de lançar o seu próprio veículo neste mercado daqui a 3 a 4 anos.

Uma parceria inovadora e complementar -A Renault e o Grupo Caterham contribuirão cada uma com suas competências técnicas complementares no desenvolvimento de futuros produtos, através da criação de um Departamento de Engenharia comum. Os investimentos necessários na área de engenharia e fabricação serão compartilhados à ordem de 50% - 50%, em um espírito de parceria.

- A Société des Automobiles Alpine Caterham poderá se apoiar na expertise da Renault, da Renault Sport Technologies e da CTI no desenvolvimento de futuros produtos.

Valores compartilhados baseados na paixão pelo automobilismo esportivo-Alpine: Piloto, empresário e pioneiro do automobilismo, Jean Rédélé fundou a Alpine em 1955. Com o A106 coach, baseado na plataforma e no motor do Renault 4 CV, a aventura industrial e esportiva de Alpine começava. O DNA da Alpine continha a agilidade proporcionada pela leveza e pelo desempenho de primeira linha, associados a um design fluido; uma receita que funciona tão bem na produção em série quanto em competições. O eternamente jovem A110 – que está comemorando os seus 50 anos – é provavelmente a representação mais emblemática.

Durante a sua existência, a Alpine vendeu 30.000 carros esportivos de série. A Alpine também contribuiu para promover as cores esportivas da Renault durante várias décadas. Campeã do Mundial de Rali em 1973, vitoriosa no rali de Monte Carlo em 1973 e 1974, assim como nas 24 horas de Le Mans em 1978, a Alpine conta com inúmeras vitórias de prestígio. A Alpine faz parte dos mitos do automobilismo esportivo.

Caterham Cars: O DNA presente em cada Caterham remonta aos anos cinquenta, quando foi concebido o primeiro carro, o famoso Seven. Desde então, a Caterham Cars inspira a paixão e a emoção, incorporando a própria essência daquilo que um carro esportivo deve oferecer. Hoje, é esta filosofia intacta que leva a Caterham Cars a encarnar o “Fun Accessible” aos olhos de todos os compradores de carros esportivos no mundo.

A cada fim de semana, mais de mil competidores pilotam Catherams em todos os circuitos, de Silverstone à Brands Hatch, passando pelo Bahrein e Abu Dhabi. Com o seu histórico em competições e 40 anos de experiência afinada em seus carros de produção em série, a Caterham Cars é agora capaz de combinar a sua excelência em matéria de engenharia com as capacidades de fabricação e produção da Renault para criar uma Caterham com um potencial ainda maior. Este novo veículo terá sempre o DNA inicial do Seven. Este último continuará a ser produzido em Dartford, no Reino Unido.

No coração da parceria: a fábrica francesa Alpine -No âmbito da parceria entre a Renault e o grupo Caterham, a fábrica de Dieppe desempenhará um papel fundamental, no coração da paixão compartilhada pelos dois parceiros. É lá que serão produzidos os futuros veículos esportivos da Renault e da Caterham; uma oportunidade de desenvolvimento para a planta de Dieppe, tanto em termos de fabricação como de aquisição de um know-how único e diferenciado. A fábrica Alpine de Dieppe está atualmente dedicada à fabricação de veículos desenvolvidos pela Renault Sport Technologies, tanto de produção em série (Clio R.S.) quanto de competições.

Esta fábrica, local histórico da marca Alpine, construída em 1969, foi o berço de modelos emblemáticos como a Berlinette. O seu foco principal é a produção de veículos esportivos, a fabricação/venda de veículos de competições, a venda de peças de reposição para veículos de competição, inclusive em eventos esportivos. Sua leveza e sua capacidade de adaptação fazem parte das especificidades que permitem a fabricação de pequenas séries. Com mais de 300 pessoas, uma área de 76.000 m², sendo 36 900 m² de prédios cobertos, a fábrica de Dieppe produziu mais de 400.000 veículos desde 1969.

Bernard Ollivier, biografia-Nascido em 11 de março de 1952, formado em 1975 pela Escola Nacional Superior de Minas de Paris, Bernard Ollivier entrou para a Renault em 1977. Lá, desempenhou diferentes funções nas áreas de planejamento, finanças e gestão, até se tornar, em 1992, Diretor do Controle de Gestão e do Planejamento na Direção Comercial da Renault, e posteriormente Diretor Comercial Pós-venda da Renault e, finalmente, Diretor Geral da Sodicam. Em janeiro de 2000, assumiu a direção do Grupo CAT (Logística).

Em julho de 2001, Ollivier tornou-se diretor geral da divisão Renault Sport Technologies. Já em 2 de abril de 2007 assumiu o cargo de Diretor dos Estabelecimentos de Engenharia na França (principalmente a planta de Guyancourt). Desde janeiro de 2011 ele ocupa o cargo de Diretor de Transformação da Renault.

Renault e a Renault Sport-Desde a vitória de Louis Renault na corrida de Paris-Trouville, em 1899, a cultura e a história da Renault estão fortemente ligadas ao automobilismo esportivo. A Renault é um de seus principais players, graças às divisões Renault Sport F1 e Renault Sport Technologies.

Há 35 anos, a Renault é a marca que conquistou o maior número de títulos na F1 (9 títulos de pilotos e 10 títulos de construtores). A Renault é o fabricante de monopostos número 1 do mundo, com os Formula Renault 2.0 e Formula Renault 3.5, sem esquecer os carros de ralis. A Renault Sport Technologies coloca o melhor de sua expertise a serviço da concepção e fabricação da gama Renault Sport. As versões GT e R.S. do Twingo, Clio e Mégane são reconhecidas por suas performances e seu comportamento nas estradas. Paralelamente, a Renault permite o acesso ao automobilismo esportivo, gratuitamente e a todos os públicos, graças aos eventos World Series by Renault (WSR).

As competições são a vitrine do know-how técnico e da paixão da Renault, beneficiando diretamente os veículos produzidos em série. Presente em todos os continentes com mais de 350 plantas industriais e comerciais em 118 países, a Renault concebe, fabrica e comercializa uma ampla gama de veículos inovadores, seguros e respeitosos do meio ambiente. A Renault mantém atualmente sua estratégia de crescimento rentável, com suas marcas associadas Dacia e Renault Samsung Motors.

A Renault emprega 128.000 colaboradores e obteve um faturamento de 42.628 milhões de euros em 2010, tendo comercializado mais de 2,7 milhões de veículos em 2011.

Grupo Caterham, a Caterham Cars e a CTI-O grupo Caterham é a holding que reúne empresas especializadas em automóveis, competições, tecnologia e inovação, dentre as quais fazem parte a Caterham Cars, a Caterham Technology & Innovation, a Equipe Caterham de F1 e a Caterham Composites.

A Caterham Cars é um fabricante altamente especializado em carros esportivos, conhecida em todo mundo por seus carros de alta performance, leves e concebidos com extrema precisão, como o emblemático modelo Seven. As especificações se baseiam em uma filosofia simples: unir uma carroceria leve com um motor potente e um comportamento intuitivo, colocando o piloto em situação de confiança. Hoje, todos os modelos de Sevens da gama Caterham Cars refletem perfeitamente este ideal. A empresa se apoia em seu local de produção em Dartford, Kent (Reino Unido), e em uma rede mundial de revendedores.

A Caterham Technology & Innovation (CTI) é uma empresa especializada em engenharia, principalmente no desenvolvimento de arquiteturas de veículos originais, em motores de alta performance, em materiais avançados e em tecnologias industriais. A equipe de engenheiros da CTI conduz projetos de ponta para empresas externas dos setores automobilístico e aeroespacial. A sede da empresa está localizada em Hingham, Norfolk, Reino Unido.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira