Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/06/2012 - 09:06

Rio + 20: Cabral assina contratos com a Caixa para obras na zona oeste e Complexo do Alemão


Projetos do PAC 2 englobam investimentos em água e esgoto da ordem de 486 milhões.

O governador Sérgio Cabral e o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Hereda, assinaram no dia 21 de junho (quinta-feira), no estande da Caixa Econômica Federal na Rio + 20, no Parque dos Atletas, contratos entre a Cedae e a Caixa Econômica Federal para obras de saneamento na região metropolitana do Rio de Janeiro. As obras incluem a ampliação do abastecimento de água em toda a Zona Oeste do Rio e o esgotamento sanitário das comunidades do Complexo do Alemão, na Zona Norte. Ao todo, estas regiões receberão investimentos de cerca de R$ 486 milhões, que envolvem empréstimos da Caixa da ordem de R$ 415 milhões.

As obras incluem a construção do tronco coletor Faria-Timbó, que transportará todo o esgoto produzido no Complexo do Alemão para a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Alegria, no Caju. O investimento de R$ 176 milhões permitirá o assentamento de 6,1 quilômetros de tubulações através de método não destrutivo, garantindo a captação e o transporte de 1.900 litros de esgoto por segundo e atendendo diretamente a uma população de mais de 580 mil moradores. Além de melhorar a qualidade de vida dos moradores da região, o tronco é uma importante etapa do processo de despoluição da Baía de Guanabara.

Os recursos permitirão também a ampliação do abastecimento de água na Zona Oeste, beneficiando diretamente 600 mil habitantes dos bairros de Campo Grande, Santíssimo, Santa Cruz, Barra de Guaratiba, Guaratiba e Pedra de Guaratiba com a construção de quatro reservatórios com capacidade total 30 mil metros cúbicos. Além dos reservatórios, serão assentados quase 24 km de troncos e rede de distribuição, a um custo total de R$ 215 milhões.

Também receberão obras de ampliação do abastecimento de água, orçadas em R$ 95 milhões, os bairros do Recreio dos Bandeirantes, Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Vargem Grande, Vargem Pequena e Bangu. Serão assentados 2.440 m de tubulação para reforçar o abastecimento na Barra da Tijuca, 5.050 m de tubulação para melhorar o abastecimento em Vargem Grande e 1.205 m de tubulação para atender Bangu, além de booster (equipamento que mantém a pressão na rede) com vazão de 1000 l/s e 50 km de troncos distribuidores em toda a região, beneficiando população total de 424 mil habitantes.

Segundo o presidente da Cedae, Wagner Victer, os projetos para a Zona Oeste – que concentra diversos projetos imobiliários e é a região que mais cresce no Rio - já incluem a projeção de crescimento demográfico dos bairros atendidos.

- Os três projetos são parte dos compromissos assumidos para a realização dos Jogos Olímpicos, e as obras de abastecimento de água já prevêem o crescimento da região nos próximos trinta anos – afirmou.

O secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, destacou a importância do trabalho conjunto de todas as instâncias do estado, que garantiu a pacificação do Complexo do Alemão e permitiu a realização das obras de saneamento na região.

- Estes novos investimentos reforçam ainda mais o pacto do saneamento, principalmente em uma área recuperada recentemente pelo Estado, que é o Complexo do Alemão – ressaltou.

Já o vice-governador Luiz Fernando de Sousa Pezão lembrou o grande investimento que o estado tem feito no setor de saneamento, cumprindo os compromissos olímpicos e dando continuidade ao Programa de Despoluição da Baía de Guanabara (PDBG).

- Graças à excelente gestão do atual governo, somente nos últimos 45 dias conseguimos disponibilizar cerca de R$ 1,5 bilhão para novos projetos de saneamento na Baía de Guanabara - destacou.

O presidente da CEF, Jorge Hereda, destacou a importância da parceria entre o governo do estado, o governo federal e a prefeitura, que permitiram a ampliação dos investimentos no Rio.

- O Rio de Janeiro vive uma verdadeira revolução em todos os setores e isso só foi possível graças à inédita parceria entre o estado, a União e o município – disse.

O governador Sérgio Cabral confirmou o sucesso da parceria entre as três instâncias de governo e citou como exemplo dos avanços obtidos pelo trabalho em conjunto o salto na quantidade de esgoto tratado e na qualidade do tratamento.

- O governo do estado triplicou a quantidade de esgoto tratada no Rio de Janeiro em cinco anos e meio. Ou seja, neste período investimentos mais do que foi investido em toda a história do estado em meio ambiente – comparou

Também participaram do evento o prefeito Eduardo Paes, o presidente da Autoridade Pública Olímpica Márcio Fortes, o secretário estadual de Obras Hudson Braga, o secretário estadual da Casa Civil Regis Fichtner, o secretário estadual de Transportes Júlio Lopes, o secretário-executivo do Ministério das Cidades Alexandre Ribeiro e a superintendente da CEF Nelma Tavares.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: