Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

21/06/2012 - 09:58

CAIXA concede Selo Casa Azul a projeto do Complexo Chapéu Mangueira e Babilônia

Projeto do Complexo busca sustentabilidade e a erradicação da pobreza.

A Caixa Econômica Federal concedeu, neo dia 20 de junho (quarta-afeira),, o Selo Casa Azul – Nível Ouro ao projeto do Complexo Chapéu Mangueira e Babilônia (RJ). O Selo foi entregue pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, em cerimônia da Conferência Rio+20, no Riocentro, com a presença do Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

O projeto possui 16 unidades habitacionais e é o segundo de habitação de interesse social a receber o “Selo Casa Azul”, antecedido pelo projeto dos Condomínios E e G do ao Complexo Paraisópolis (SP), integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (Urbanização de Favelas).

Segundo o presidente da CAIXA, Jorge Hereda, a prefeitura municipal tem papel importante na execução de projetos sustentáveis. Para conceder o Selo, a CAIXA analisou critérios que buscam destacar e reconhecer as iniciativas voltadas para as construções sustentáveis. Dos itens analisados, o projeto do Chapéu Mangueira atendeu a 32 critérios da metodologia do Selo Casa Azul, obtendo assim a classificação Ouro, a mais elevada.

O Selo é o principal instrumento do Programa de Construção Sustentável da CAIXA e tem por objetivo qualificar projetos de empreendimentos habitacionais dentro de critérios socioambientais, que priorizam a economia de recursos naturais e as práticas sociais.

O Complexo Chapéu Mangueira e Babilônia é integrante do Programa de Aceleração do Crescimento de urbanização de assentamentos precários e recuperação de áreas degradadas. A reabilitação urbana do Complexo prevê a implantação de políticas públicas aliadas a iniciativas de parceiros privados, buscando ações que promovam a sustentabilidade e a erradicação da pobreza.

Complexo Chapéu Mangueira e Babilônia-Para atendimento da categoria Qualidade Urbana, o projeto foi inserido em área dotada de serviços e infraestrutura, garantindo à população o acesso fácil ao comércio, escolas, transporte público, áreas de lazer, atendimento de saúde e segurança, etc. Além disso, foram realizadas obras de melhorias no entorno e recuperação de áreas ambientalmente e socialmente degradadas.

No quesito Projeto e Conforto, a proposta utilizou materiais que garantem condições favoráveis de isolamento e ventilação, além de projeto de paisagismo, local para coleta seletiva, espaços para lazer e convívio social, aproveitando a declividade do terreno. Já no critério Eficiência Energética, está prevista a entrega das unidades habitacionais com lâmpadas econômicas, uso de dispositivos economizadores de energia nas áreas comuns e medição individualizada de gás para garantir a gestão do consumo.

Visando a Conservação dos Recursos Materiais, o projeto foi elaborado dentro dos conceitos da coordenação modular, evitando o desperdício de materiais de construção. Para a redução do consumo e a gestão de água, a proposta prevê a medição individualizada de água e a utilização de bacia sanitária com duplo acionamento, além de arejadores nas torneiras e reguladores de vazão. Essas medidas podem reduzir em até 30% o consumo de água no empreendimento.

Selo Casa Azul-A CAIXA lançou, na última quinta-feira (14), a linha Crédito Verde, que traz condições diferenciadas para atividades sustentáveis. Para projetos que possuem o Selo Casa Azul CAIXA, as taxas podem chegar a 8,8% a.a. em linhas de crédito de apoio à construção de empreendimentos habitacionais que utilizam recursos da poupança (SBPE).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: