Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/05/2012 - 09:12

Rolls-Royce vai equipar aeronaves F-35B Lightning II


Companhia britânica irá fornecer tecnologia exclusiva LiftSystem® à Pratt & Whitney.

A Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, presente no Brasil há mais de 50 anos, fechou contrato com a Pratt & Whitney para equipar 17 aeronaves F-35B Lightning II com o Rolls-Royce LiftSystem®. Essa tecnologia exclusiva permite que as aeronaves realizem decolagens em pistas curtas e também pousos verticais (STOVL), oferecendo mais flexibilidade para as missões. A encomenda tem o valor estimando em cerca de R$ 595 milhões.

Neil Mehta, diretor do Programa LiftSystem®, da Rolls-Royce, destacou o rigoroso trabalho da companhia para o sucesso do projeto. “A Rolls-Royce continua focada em aumentar a eficiência das aeronaves ao mesmo tempo em que fornece capacidade vital para o programa F-35 Lightning II Joint Strike Figther. Além disso, antecipamos melhorias de custo enquanto crescem os volumes de produção, de modo a atender as necessidades do programa F-35B”, afirmou o executivo.

O LiftSystem® é composto por hélices e colunas LiftFan® Rolls-Royce, além de um módulo de três cavilhas giratórias. A Rolls-Royce é fornecedora da Pratt & Whitnety, que por sua vez produz motores F135 para o programa F-35 Lightning II. Pelo contrato, a Rolls-Royce irá produzir 17 LiftSystems® para o quarto lote do estágio de produção inicial de baixo ritmo, em 2012, com uma encomenda para o quinto lote programada para o final do ano. Até o momento, a Rolls-Royce entregou 32 LiftSystems®, além de peças de reposição.

Em 2011, o LiftSystem® provou sua eficácia com o primeiro pouso em uma estação-navio da USS Wasp com sucesso. Além disso, completou 268 pousos verticais em todo o mundo.

As primeiras três aeronaves F-35B produzidas foram entregues em janeiro à Base da Força Aérea de Eglin, nos Estados Unidos.

Perfil - A Rolls-Royce é um dos maiores fornecedores mundiais de sistemas e serviços de energia para uso em terra, mar e ar e estabeleceu uma posição forte em mercados globais - aeroespacial civil, aeroespacial militar, marítimo e de energia.

Como resultado dessa estratégia, a empresa tem atualmente uma ampla base de clientes que inclui mais de 500 companhias aéreas, 4.000 operadores corporativos e governamentais de aviões e helicópteros, 160 forças armadas, mais de 4.000 clientes marítimos, incluindo 70 marinhas de guerra, e clientes de energia em aproximadamente 80 países.

A receita anual foi de cerca de R$ 34,7 bilhões em 2011, das quais mais da metade é proveniente do fornecimento de serviços. A carteira de encomendas firmes e anunciadas estava em cerca de R$ 191 bilhões em 31 de dezembro de 2011, resultando em boas perspectivas para os futuros níveis de atividade.

A Rolls-Royce emprega mais de 40.000 funcionários treinados em escritórios, instalações fabris e em serviço em mais de 50 países, entre eles o Brasil. Desses, mais de 11.000 são engenheiros.

Em 2011, a Rolls-Royce investiu cerca de R$ 2,8 bilhões em pesquisa e desenvolvimento, e dois terços desse total têm o objetivo de melhorar ainda mais os aspectos ambientais de seus produtos, em particular a redução de emissões.

A Rolls-Royce dá suporte a uma rede global de 28 Centros Universitários de Tecnologia, que conectam os engenheiros da empresa com a vanguarda da pesquisa científica.

O Grupo tem um forte compromisso com o recrutamento de aprendizes e graduados e em desenvolver a qualificação dos seus funcionários. [* Taxa de câmbio presumida: £1.00 = R$3.07 | US$1.00 = R$1.90 =Fonte: Banco Central. [www.rolls-royce.com].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira