Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

01/05/2012 - 08:02

Rolls-Royce fornecerá motores à Shell nas Filipinas


A Rolls-Royce, empresa global de sistemas de energia, presente no Brasil há mais de 50 anos, recebeu uma encomenda de US$ 30 milhões da Shell para fornecer duas turbinas industriais a gás RB211. Os equipamentos serão empregados no projeto Malampaya, nas Filipinas, dedicado à produção de gás natural em águas profundas.

A Shell utiliza a tecnologia Rolls-Royce como condutora mecânica para os trens de compressão de gás do projeto desde o início de 2001. As duas unidades RB211 vão aumentar a produção e a eficiência, ajudando a garantir o fornecimento estável de energia e uma fonte mais limpa para as Filipinas.

O vice-presidente executivo da divisão de Óleo e Gás da Rolls-Royce, Tony Ruegger, exaltou a escolha da Shell pela tecnologia da companhia britânica. “Ficamos muito contentes em observar que, após 11 anos de colaboração nesse importante projeto, a Shell novamente depositou a sua confiança na Rolls-Royce. A confiabilidade e a eficiência de nossos equipamentos, já comprovadas, vão ajudar os parceiros do projeto Malampaya a manter a produção de altos níveis de gás, garantindo que as Filipinas continuem a acessar fontes seguras de eletricidade”, afirmou o executivo.

Cada unidade RB211 vai produzir 27 megawatts de energia para impulsionar compressores de gás, permitindo que a produção seja potencializada, já que a pressão natural dentro dos campos de gás reduz com a extração.

Se comparado com o mesmo volume de energia gerado a partir de carvão ou combustível, o projeto Malampaya desloca cerca de 1,35 milhões de quilogramas de gás carbônico por hora e é, portanto, uma fonte de energia mais limpa e sustentável. E para minimizar ainda mais os impactos ambientais, cada unidade RB211 vai contar com a tecnologia de baixas emissões de gases poluentes da Rolls-Royce.

Cerca de 60 turbinas a gás RB211 da companhia britânica já estão em operação offshore na Ásia, servindo líderes de mercado como a Shell, a ExxonMobil e a Petronas. Em relação a operações de óleo e gás no mundo, são mais de 600 turbinas a gás Rolls-Royce, que atuam frequentemente em ambientes adversos.

O contrato foi selado sob um acordo global, assinado em 2007, entre a britânica e a Shell Philippines Exploration B.V. (SPEX), que opera o projeto em nome dos parceiros de joint-venture Chevron Malampaya LLC e a Philippine National Oil Company Exploration Corporation (PNOC EC).

Perfil - A Rolls-Royce é um dos maiores fornecedores mundiais de sistemas e serviços de energia para uso em terra, mar e ar e estabeleceu uma posição forte em mercados globais - aeroespacial civil, aeroespacial militar, marítimo e de energia.

Como resultado dessa estratégia, a empresa tem atualmente uma ampla base de clientes que inclui mais de 500 companhias aéreas, 4.000 operadores corporativos e governamentais de aviões e helicópteros, 160 forças armadas, mais de 4.000 clientes marítimos, incluindo 70 marinhas de guerra, e clientes de energia em aproximadamente 80 países.

A receita anual foi de £ 11,3 bilhões em 2011, das quais mais da metade é proveniente do fornecimento de serviços. A carteira de encomendas firmes e anunciadas estava em £ 62,2 bilhões em 31 de dezembro de 2011, resultando em boas perspectivas para os futuros níveis de atividade.

A Rolls-Royce emprega mais de 40.000 funcionários treinados em escritórios, instalações fabris e em serviço em mais de 50 países, entre eles o Brasil. Desses, mais de 11.000 são engenheiros.

Em 2011, a Rolls-Royce investiu £ 908 milhões em pesquisa e desenvolvimento, e dois terços desse total têm o objetivo de melhorar ainda mais os aspectos ambientais de seus produtos, em particular a redução de emissões.

A Rolls-Royce dá suporte a uma rede global de 28 Centros Universitários de Tecnologia, que conectam os engenheiros da empresa com a vanguarda da pesquisa científica.

O Grupo tem um forte compromisso com o recrutamento de aprendizes e graduados e em desenvolver a qualificação dos seus funcionários.

Localizado a 3.000 metros abaixo do nível do mar, o campo de gás Malampaya atualmente fornece gás natural para três centrais energéticas que, somadas, geram 2.700 megawatts de eletricidade – o que equivale a cerca de 40% da energia necessária para abastecer a principal ilha das Filipinas, Luzon, onde 80 milhões de pessoas vivem, ou seja, mais da metade da população do país.

O equipamento vai ser fabricado e embalado nas unidades da Rolls-Royce em Montreal e Quebec, ambas no Canadá, e Mount Vernon, Ohio, nos Estados Unidos. O material estará pronto para remessa a partir de fevereiro de 2013 e tem a entrada no serviço comercial prevista para 2015. [www.rolls-royce.com].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: