Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/04/2012 - 10:55

Curso de mediação capacitará profissionais para atuar em UPPs

Entre 24 e 27 de abril, advogados, psicólogos e assistentes sociais serão capacitados para atuar nos núcleos de Justiça Comunitária de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) do Rio de Janeiro. Posteriormente, esses profissionais farão a seleção e capacitação dos agentes de mediação comunitária, cidadãos que residem nas comunidades beneficiadas. O curso, destinado a 27 profissionais, é uma das etapas do projeto viabilizado por meio de convênio entre a Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça e a Secretaria de Assistência Social de Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro.

O conteúdo do curso – que será ministrado pela equipe do núcleo de Justiça Comunitária do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) – abrange técnicas de mediação, animação de redes sociais, educação para os direitos e outros temas.

Os núcleos de Justiça Comunitária funcionarão na Cidade de Deus, no Complexo do Alemão, no Complexo do Borel, Providência e Manguinhos, no Rio de Janeiro, e também nos municípios de Nova Iguaçu e São Gonçalo.

Nos últimos três anos, foram capacitados cerca de 700 agentes de mediação comunitária para atender à população. Desde 2009, consultores ministram cursos de capacitação em mediação comunitária para as equipes multidisciplinares e os agentes comunitários dos núcleos apoiados.

As ações do Justiça Comunitária começaram em 2004, a partir de um projeto-piloto do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. A decisão de instalar núcleos em outros estados brasileiros ocorreu depois de a prática vencer o 2º Prêmio Innovare, em 2005. Em seguida, a SRJ a transformou em política pública nacional. Hoje, existem 64 núcleos presentes em 14 estados e Distrito Federal.

.[Curso de capacitação em mediação de conflitos para profissionais atuar nas UPPs, de 24 a 27 de abril (terça a sexta-feira), das 9h às 18h, na Secretaria de Assistência Social de Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro (Central do Brasil, Praça Cristiano Otoni s/n - 6º andar, Centro)].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: