Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/03/2012 - 10:28

Triunfo atinge receita líquida em R$ 238 milhões no 4T11, aumento de 37,5% ante o 4T10

Ebitda (ajustado) alcançou R$ 117 milhões no quarto trimestre de 2011, e R$ 352 milhões no ano lucro base dividendos atingiu R$ 89 milhões em 2011. A alavancagem (Dívida líquida / Ebitda dos últimos 12 meses) dos segmentos rodoviário portuário está abaixo de 1x Ebitda.

São Paulo – A Triunfo Participações e Investimentos S.A. [Bovespa: TPIS3] – empresa que atua no setor de infraestrutura e está presente nos segmentos de concessões rodoviárias, administração portuária, cabotagem e geração de energia – alcançou receita líquida de R$ 238,2 milhões no quarto trimestre de 2011, crescimento de 37,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. O lucro líquido somou R$ 28,9 milhões no período.

Em 2011, a receita líquida da empresa atingiu R$ 786,8 milhões, com crescimento de 30,7% e o lucro base dividendos totalizou R$ 89 milhões, permitindo a distribuição de R$ 22 milhões em dividendos.

De acordo com o comunicado, da Companhia, os resultados no quarto trimestre foram impulsionados principalmente pelo aumento do fluxo de veículos nas rodovias, pela expansão das operações com carga própria da Portonave, bem como elevação da receita de importação e maior movimentação no terminal portuário. Na área de cabotagem, o início de operação da Maestra também contribuiu para o aumento da receita.

Os custos operacionais subiram 38,4% no período na comparaçãocom o quarto trimestre de 2010. O aumento foi causado principalmente pelo início de operação de cabotagem, que adicionou R$ 13 milhões em custos, somada ao crescimento da operação com carga própria na Iceport e da retomada de operação da câmara frigorificada.

O resultado financeiro dde 2011 foi impactado pela recente alta do dólar, uma vez que a dívida da Portonave junto a GE está atrelada à moeda americana – vale ressaltar que esta dívida possui um hedge natural, já que parcela de sua receita está também atrelada ao dólar.

Em dezembro de 2011, em parceria com a Vetorial Participações e a ALL – America Latina Logística – a Triunfo criou a Vetria Mineração. A empresa atuará na extração, transporte e comercialização de minério de ferro oriundo do Maciço de Urucum no Mato Grosso do Sul via porto de Santos (SP).

Em fevereiro de 2012, a companhia venceu o leilão para exploração do aeroporto internacional de Campinas, Viracopos, por 31 anos. O consórcio Aeroportos Brasil, liderado pela Triunfo em parceria com Egis Airport Operation e UTC Participações S.A., já teve documentação habilitada pela ANAC e aguarda homologação do órgão.

Ainda em fevereiro, por intermédio de sua controlada Portonaus S.A. Terminais Portuários (“Portonaus”), a companhia investiu R$ 4,5 milhões na compra do direito de superfície sobre a área em que está situado o terminal, além do direito de ocupação sobre a área de marinha.

Concessões Rodoviárias-O volume de tráfego nas rodovias sob concessão de Concer, Concepa e Econorte – controladas da Triunfo – atingiu 20,4 milhões de veículos equivalentes no quarto trimestre de 2011, 7,8% acima do registrado no mesmo período do ano passado. Em outubro, a Concepa reajustou a tarifa média em 7,14% e, em dezembro, a Econorte aumentou em 4,21%. O crescimento da receita líquida do segmento foi de 24% ante ao 4T10, registrando R$ 148,3 milhões.

Administração Portuária-A receita líquida do Terminal Portuário de Navegantes, administrado pela Portonave, controlada pela Triunfo, mostrou crescimento de 72,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior, impulsionada pela expansão da carga de importação na composição do mix de movimentação e pelo aumento da receita com carga própria, que representou 37% do total de receito do segmento. A receita líquida atingiu R$ 54,5 milhões no quarto trimestre de 2011 e R$ 173,4 milhões no ano.

Geração de energia-A energia total gerada pela Rio Verde Energia, controlada da Triunfo, atingiu 166.192 Megawatt-hora (MWh) no 4T11, aumento de 6,9% na comparação com quarto trimestre de 2010. Com isso, a receita líquida com geração de energia cresceu 11,3% ante o quarto trimestre de 2010, somando R$ 24,4 milhões.

Cabotagem-Na área de cabotagem, a Maestra Logística obteve receita líquida de R$ 10,9 milhões no 4T11, somando R$ 17,2 milhões em seu primeiro ano de operação.. Os resultados da Maestra Logística, que iniciou as atividades em abril, referem-se às atividades de apenas um navio, o Maestra Atlântico. As outras três naves sofreram ajustes e passaram pelo processo de reflaging antes de iniciar operações no início de 2012. Além disso, após a joint venture com o armador japonês Nippon Yusen Kabushiki Kaisha (NYK), os resultados passaram a ser consolidados em 58,5%.

Triunfo: a TPI - Triunfo Participações e Investimentos S.A. é uma das principais empresas brasileiras do setor de infraestrutura, com forte atuação nos segmentos: rodoviário, logística portuária, cabotagem e de geração de energia. A empresa de capital aberto, está listada no Novo Mercado, nível mais alto de Governança Corporativa da BMF&Bovespa. A Triunfo está presente no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Goiás, empregando aproximadamente 2.500 colaboradores diretos e desenvolvendo as comunidades do entorno com mais de 30 projetos sócio-ambientais.

A companhia administra 641 quilômetros de rodovias no Sul e no Sudeste do Brasil, por meio das concessionárias Concepa, Concer e Econorte. Além disso, possui participação de 50% na Portonave S.A., que opera o Terminal Portuário de Navegantes, em Santa Catarina; e de 58,5% na empresa de navegação e logística Maestra. A empresa controla também a Rio Verde Energia S.A, concessionária da UHE Salto, em Goiás; e a Rio Canoas Energia, concessionária da UHE Garibaldi – em construção no Estado de Santa Catarina, entre as cidades de Abdon Batista e Cerro Negro.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: