Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

18/02/2012 - 07:55

Camarote de Ivete Sangalo tem até Bataclan


O espaço homenageia centenário de Jorge Amado nos cinco ambientes.

Os mil e cem convidados VIPs de Ivete Sangalo para curtir o Camarote Quem, com o qual fechou parceria para mais um ano de sucesso no Carnaval de Salvador, conhecerão um pouco da cultura, costumes e lugares ícones de Ilhéus, cidade onde viveu o escritor Jorge Amado, homenageado do Carnaval soteropolitano e também do camarote, que vem com o tema “A Ilhéus de Jorge Amado”.

Situado na Barra, Circuito Dodô, o camarote foi produzido pela Zum Brazil Eventos e conta com cinco charmosos e aconchegantes ambientes, distribuídos em dois casarões de três andares que receberam temas diferenciados. “Caprichamos nos detalhes como as texturas das paredes, a renda e chita aplicados aos pufes e sofás, luminárias feitas com fuxico e painéis com imagens de lugares como a Igreja de Ilhéus, o comércio da cidade, e até a famosa casa noturna Bataclan deu nome à Boate”, disse Sandra Zamaroni, diretora da Zum Brazil.

Zamaroni explica que a intenção é tirar dos ambientes o formato institucional, trazendo um pouco da identidade do escritor baiano para o lugar. A renda e as matérias primas típicas do Sul da Bahia, como palha, juta, fibra, bambu, vime e chita, deram ao lugar um ar interiorano com um acabamento refinado.

Na fachada, Ivete Sangalo aparece em uma imagem de 13 metros de comprimento, dando as boas vindas aos seus convidados. No segundo piso, um varandão de 40 metros de comprimento interliga os dois casarões, além de uma varanda menor no último andar possibilitarão aos foliões a visão dos trios. Nos ambientes internos - chamados de Porto do Malhado, Artesanatos e Costumes de Ilhéus, O Bataclan, Cores do Cacau e Gabriela Cravo e Canela – cada espaço tem uma proposta que vai encantar e divertir os convidados da Bahia e de diferentes partes do Brasil que curtirão o maior espetáculo de rua do Planeta, o Carnaval de Salvador.

Os ambientes -O Espaço Porto do Malhado faz referência ao porto local, considerado importante para a expansão da lavoura de cacau no eixo Ilhéus-Itabuna. As cores azul e branco em alusão ao mar, além de redes e cestos de pescaria, enfeitam o lugar. É neste espaço, no 2º piso do primeiro casarão, que Ivete Sangalo receberá seus convidados em um lounge especialmente decorado para a diva do axé. Um dos buffets será servido nesse andar.

No Espaço “Artesanatos e Costumes de Ilhéus” a decoração traz painéis em alusão ao artesanato local, como a produção de esculturas em barro e objetos confeccionados com palha.

A boate, no 3º piso, também do primeiro casarão, é chamada de “O Bataclan”. Na Ilhéus de Jorge Amado havia cabarés, clubes noturnos, cassinos, e toda movimentação desta época, de muito dinheiro e luxo, foi narrada pelo escritor em seus romances. A cor vermelha, que compunha originalmente a casa noturna em Ilhéus, é também a cor da boate. Djs e pocket shows animarão os convidados entre as passagens dos trios.

O romance Gabriela Cravo e Canela deu nome ao ambiente onde será servido outro Buffet, já no segundo casarão, onde a cenografia projetou imagens que lembram as cozinhas das fazendas. É também neste espaço que funcionarão serviços de SPA, oferecidos por um dos patrocinadores.

Já o espaço Cores do Cacau buscou retratar a fazenda Taranga, em Itajuípe, onde o pai de Jorge Amado se dedicou a lavoura do Cacau. Nessa época o ilustre baiano já escrevia, e por isso, uma biblioteca foi projetada em um dos painéis que também exibem imagens de sacas e utensílios da lida diária dos fazendeiros.

O cacau, fruto que representa os tempos de ouro da região, é o elemento mais explorado pela Zum Brazil Eventos, que buscou inspiração nas obras do “Ciclo do Cacau”, de Jorge Amado, para criar o projeto, que compreende toda a concepção dos espaços, incluindo a decoração e cenografia. Os livros utilizados foram: “Cacau” (1933), “Terras do Sem Fim” (1943), “São Jorge dos Ilhéus” (1944), “Gabriela, Cravo e Canela” (1958) e “Tocaia Grande” (1984).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: