Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

14/02/2012 - 09:36

Petrobras aposta em atrações tradicionais do Carnaval de Salvador

Petrobras apoia trios independentes, blocos afro e de afoxé.

A Petrobras – maior patrocinadora da cultura brasileira – garantirá o desfile de dos principais trios independentes do Carnaval de Salvador, dos blocos afro e de afoxé. A apresentação do projeto da Petrobras para o Carnaval foi realizada hoje (13.02) pelo gerente de Comunicação Institucional da Companhia no nordeste, Darcles Andrade, que recebeu o secretário municipal de Turismo, Cláudio Tinoco, além dos artistas que serão apoiados como Moraes Moreira, Luiz Caldas, Paulinho Boca, Viviane Tripode, Armandinho e a família Macedo. Passaram pelo local ainda os cantores Magary Lord e Ricardo chaves, que puxarão blocos patrocinados pela Petrobras, dirigentes dos blocos afro e empresários locais.

Para potencializar a visibilidade dos blocos afro, a Petrobras, que é parceira do Carnaval de Salvador desde 2006, criou o projeto “Que Bloco é Esse?”, uma plataforma de conteúdo que visa promover o diálogo e a integração dos blocos afro com artistas consagrados do grande público. Patrocinadora oficial do Carnaval de Salvador, a Petrobras fará ainda o abastecimento a cerca de 120 veículos, entre trios e carros de apoio, com o biodiesel B50, contribuindo para reduzir a emissão de poluentes na atmosfera nos dias de festa.

Trios independentes e blocos-Entre as atrações patrocinadas pela Companhia, está o trio Sonhos Elétricos, dos músicos Moraes Moreira e Davi Moraes. Desfilando sexta-feira e domingo no circuito Barra-Ondina e na terça-feira saindo da Praça da Sé, o trio de Moraes é uma grande homenagem à Praça Castro Alves, importante espaço de Salvador e síntese da poesia e beleza do Carnaval baiano. A referência à praça do poeta é evidente primeiro na cenografia do trio e vai desde o repertório com os sucessos dos “eternos carnavais”, como faz questão de frisar o próprio Moraes. Um dos momentos mais aguardados será a participação do trio Sonhos Elétricos no tradicional encontro de trios na terça-feira de Carnaval , na Praça Castro Alves, e a participação dos blocos afro nos desfiles do trio na sexta-feira e no domingo no circuito Barra/Ondina.

Outro que trará muitas novidades é o Trio do Boca, que aposta no encontro do seu anfitrião, o cantor Paulinho Boca, com grandes artistas da música nacional. Já confirmaram presença no desfile nomes como Frejat, Tulipa Ruiz, Lucas Santana, Zeca Baleiro e Karina Buhr. A intenção de Paulinho Boca, que participa da folia baiana desde 1976, é tornar o Carnaval ainda mais plural, abrindo espaço para novas tendências da música popular brasileira.

O trio de Luiz Caldas e o trio de Armandinho, Dodô & Osmar também marcarão presença os circuitos do Carnaval , levando os sucessos dos antigos Carnavais para as novas gerações. Em 2012, o Fobicão virá com som mais potente e terá uma nova roupagem com traços futuristas para fazer uma homenagem aos 70 anos do pau elétrico, que deu origem à guitarra baiana. Para o gerente de comunicação institucional da Petrobras, Darcles Andrade, o apoio aos trios independentes representa a preservação da história do Carnaval da Bahia. “A política cultural da Petrobras é baseada na democratização da cultura e os trios independentes representam o Carnaval popular. A Companhia tem a intenção de garantir que a tradição da festa não morra, permitindo que os artistas que revolucionaram a história do Carnaval continuem a levar sua música de graça e sem cordas para o maior número de pessoas possível”, afirma ele.

Já o Bloco O Bicho Sustentável, com o cantor Ricardo Chaves, levará para o Carnaval a proposta de sustentabilidade, recolhendo os resíduos da festa e neutralizando as emissões de CO2 com o plantio de árvores após o Carnaval. A Petrobras patrocina ainda o trio Tripodão e o bloco Happy.

Blocos Afro e de afoxé-Em 2012, o patrocínio da Petrobras aos blocos afro foi ampliado, abrangendo nove blocos. São eles: Araketu, Bankoma, Cortejo Afro, Ilê Aiyê, Male Debalê, Muzenza, Okanbi, Olodum e Os Negões. Além deles, conta com o apoio da Companhia, o Afoxé Filhos de Gandhy. “A Petrobras assumiu o compromisso de contribuir para o resgate da herança cultural africana no Brasil e para a construção de uma identidade afro-descendente. Por isto, defende e valoriza a cultura brasileira por meio de uma política de patrocínio de alcance social. O objetivo é preservar a tradição histórica da cultura negra na Bahia, contribuindo para o resgate dos valores dessas entidades”, explica Darcles Andrade.

Além de investir na infraestrutura dos tradicionais blocos afro do Carnaval de Salvador, como faz todos os anos, a Petrobras também deu sua contribuição para que esses blocos voltem a ter um espaço de destaque na cultura pop brasileira. Em 2012, a Companhia criou o projeto “Que Bloco é Esse?”, uma plataforma de conteúdo que visa promover o diálogo e a integração dos blocos afro com a cultura pop e que permitiu a criação de conteúdo inédito sobre estas entidades para a internet.

A iniciativa contempla a produção de um videoclipe com a nova versão da música “Ilê Ayê”, que foi gravado com a participação do Ilê Aiyê e do rapper paulista Criolo e o encontros entre outros blocos afro e artistas consagrados da música brasileira em seus ensaios. O bloco Muzenza recebeu a banda Nação Zumbi no ensaio do dia 20; o Male Debalê tocou com o rapper Emicida no dia 22; e o Cortejo Afro recebeu Preta Gil no dia 30.

O videoclipe da música Ilê Aiyê atingiu mais de 110 mil visualizações em dez dias no canal da Petrobras no Youtube (http://www.youtube.com/canalpetrobras). A participação do rapper Emicida no ensaio do Male Debalê; o encontro do Muzenza coma banda Nação Zumbi e o mini-documentário do Ilê já estão disponíveis no site www.petrobras.com.br/queblocoeesse. Até o final de fevereiro, os demais vídeos serão publicados. O projeto engloba ainda a cobertura dos desfiles no Carnaval de Salvador e envolverá também os blocos Okanbi, Os Negões, Bankoma e Olodum.

Abastecimento B50-A Petrobras mais um ano vai fornecer a energia que movimentará os trios, carros de apoio e camarotes do Carnaval de Salvador. Com autorização da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), a Companhia prepara cerca de 100 mil litros do biodiesel B50 exclusivamente para os dias de festa. O produto, oriundo de fontes renováveis, será o combustível oficial da folia, movimentando cerca de 120 veículos, além de geradores utilizados em alguns dos camarotes nos circuitos da festa.

A maior vantagem do uso do B50 é a redução nas emissões de gases que contribuem para o efeito estufa. De acordo com a estimativa da equipe técnica, o uso do combustível tradicional geraria a emissão de 310 toneladas de CO2 eq (CO2 equivalente). Com o uso do biodiesel B50, a emissão será reduzida para cerca de 233 toneladas de CO2 eq, uma redução de 25%. Para calcular a redução da emissão de CO2 com o uso do B50, os técnicos utilizaram valores estimados gerais, adaptando referências mundiais e considerando não apenas a emissão direta de CO2, mas também estimativas das emissões de gases de efeito estufa ao longo do ciclo de vida dos combustíveis.

Este é o quarto ano em que a companhia contribui para o Carnaval Sustentável de Salvador. A primeira vez, em 2008, forneceu o B5 (5% de biodiesel misturado ao diesel), o que resultou na redução da emissão de oito toneladas de CO2 eq durante o período de festa. Em 2010, o B20 (mistura de 20% de biodiesel ao diesel) foi o combustível de 90 veículos, entre trios elétricos e carros de apoio, garantindo a redução em cerca de 31 toneladas de CO2eq na atmosfera. Já em 2011 a utilização do B50 resultou na economia de 68 toneladas de CO2 eq e, em 2012, este número ficará em torno de 78 toneladas de CO2 eq.

A logística de distribuição do combustível para os trios é organizada pela Petrobras Distribuidora em comum acordo com as entidades do Carnaval. O biodiesel utilizado B50, foi produzido pela Usina de Biodiesel de Candeias, da Petrobras Biocombustível. A unidade tem capacidade para produzir 217 mil litros de biodiesel, volume suficiente para abastecer quase 2/3 da demanda anual da região Nordeste com o B5.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: