Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

11/02/2012 - 08:22

AES Sul anuncia investimentos de R$ 305 milhões em 2012

Maior parte dos recursos se concentrará em obras de ampliação e modernização do seu sistema elétrico. O ano de 2012 está começando com um conjunto de importantes investimentos na área de concessão da AES Sul. A empresa está dando andamento a uma série de obras que vão disponibilizar mais energia elétrica e maior confiabilidade para o sistema de transmissão e distribuição, bem como executando um extenso programa de manutenção da rede, com substituição de 40 mil postes de madeira por concreto, reformas das redes de baixa e média tensão e podas de árvores. O total dos investimentos chegará a R$ 305 milhões, um incremento de 22% em relação a 2011, quando foram investidos R$ 250 milhões.

A maior parte dos investimentos de 2012 – cerca de R$ 200 milhões - estará concentrada na execução de obras que irão beneficiar mais de 750 mil clientes em toda a área de concessão.

As obras da AES Sul em subestações-Em Alegrete está sendo construída a Subestação Alegrete 5, localizada no limite dos municípios de Alegrete, Itaqui e Uruguaiana. Essa subestação terá potência instalada de 25 MVA e vai ampliar a disponibilidade de energia elétrica para as áreas rurais destes três municípios. É um investimento de mais de R$ 4,1 milhões que beneficiará cerca de 500 clientes orizicultores. A conclusão está prevista para julho de 2012.

Em São Borja estão sendo concluídas as obras de implantação da Subestação São Borja 3, na localidade da Coudelaria. Essa subestação, iniciada em 2011, terá potência instalada de 17 MVA e beneficiará cerca de 4.400 clientes dos municípios de São Borja, Itacurubi, Unistalda, Bossoroca, São Francisco de Assis e Santo Antônio das Missões. O investimento é de R$ 4,7 milhões e será concluído ainda no primeiro trimestre de 2012.

Também em São Borja haverá o investimento de R$ 3,6 milhões na ampliação da subestação São Borja 1. Esta ampliação aumentará em 12,5MVA a capacidade da subestação, o que representa 50% de aumento e beneficiará cerca de 7.700 clientes.

Em Manoel Viana será construída a subestação Manoel Viana, situada no interior do município próximo dos limites com Alegrete e Maçambará. A subestação terá potência instalada de 12,5 MVA e beneficiará cerca de 2.500 clientes destes três municípios. Trata-se de um investimento de R$ 7,4 milhões, cuja conclusão está prevista para setembro de 2012.

Em Uruguaiana será construída a Subestação Uruguaiana 7, junto ao trevo de acesso à Avenida Presidente Getúlio Vargas. Esta nova subestação terá potência instalada de 25 MVA e seu investimento será de R$ 5,9 milhões. A conclusão das obras está prevista para setembro de 2012 e beneficiará 14.000 clientes da área urbana de Uruguaiana.

Em Roca Sales será implantada uma nova subestação de 12,5 MVA que beneficiará cerca de 3.500 clientes das áreas urbana e rural dos municípios de Roca Sales e Colinas. Com um investimento de R$ 5,2 milhões está prevista para entrar4 em operação em setembro de 2012.

Em Dois Irmãos haverá a reforma da subestação, cuja finalidade é melhorar a confiabilidade do sistema elétrico da região. O investimento é de cerca de R$ 1,7 milhão e beneficiará 22.000 clientes. A reforma da subestação estará concluída em maio de 2012.

Em Encantado está sendo concluída a ampliação da subestação, onde a potência instalada passará dos atuais 31,5 MVA para 40 MVA. Esta ampliação começou em 2011 e com ela haverá maior disponibilidade de energia para os 19.000 clientes atendidos pela subestação. O investimento nesta obra é de R$ 4,5 milhões e estará concluída no final do mês de fevereiro de 2012.

Em Santana do Livramento está sendo ampliada a subestação Livramento 1. Esta ampliação prevê a substituição de um transformador de 3 MVA por um de 5 MVA e, ainda, a inclusão de 3 novos alimentadores de distribuição. Com estes investimentos, que totalizam R$ 2 milhões, haverá maior disponibilidade de energia para os 3.700 clientes situados na área rural do município. A ampliação está prevista para ser concluída no final de fevereiro de 2012.

Próximo à cidade de Sobradinho foi concluída a subestação Centro-Serra, cuja capacidade nominal é de 20 MVA. O investimento de R$ 5,2 milhões beneficia 11.300 clientes dos municípios de Arroio do Tigre, Ibarama, Lagoão, Lagoa Bonita do Sul, Passa Sete, Segredo e Sobradinho. A subestação está na fase de testes para poder entrar definitivamente em operação.

Em Estrela haverá a ampliação da Subestação Estrela 2, com a substituição de um transformador de 12,5 MVA por outro de 25 MVA. Esta ampliação estará concluída no início de fevereiro 2012 e beneficiará 9.000 clientes.

Em Candelária será concluída a ampliação da Subestação Candelária, com a substituição de um transformador de 5 MVA por outro de 10 MVA. Este investimento, que beneficiará 7.000 clientes, totaliza R$ 1,6 milhão e estará concluído no final do mês de fevereiro de 2012.

Com um investimento de R$ 2,3 milhões, serão implantados bancos de capacitores nas subestações de Cachoeira do Sul, Harmonia, Santiago, Tuparay, Uruguaiana 3, Santa Maria 4, Santa Maria 2 e Canudos. Esses equipamentos melhoram os níveis de tensão destas subestações e auxiliam na redução de seus carregamentos. A conclusão da implantação dos bancos de capacitores está prevista para setembro de 2012.

Confira as obras da AES Sul em linhas de transmissão:

Linha de Transmissão de 69 kV Maçambará – Alegrete 5, que servirá para suprir a Subestação Alegrete 5. Ela terá uma capacidade de 67 MVA e extensão de 55 km. O investimento é de R$ 10,3 milhões e estará concluído em julho de 2012.

Linha de Transmissão de 138 kV Santa Maria 3–Entroncamento 830, que servirá para suprir as Subestações Formigueiro, São Sepé e Caçapava do Sul. A linha terá capacidade de 134 MVA e extensão de 20 km. O investimento será de R$ 4,7 milhões e estará concluído em setembro de 2012.

Linha de Transmissão de 69 kV Alegrete 2–Manoel Viana, que servirá para suprir a Subestação Manoel Viana, e terá extensão de 44 km e capacidade de 67 MVA. O investimento será de R$ 8,1 milhões e estará concluído em setembro de 2012.

Linha de Transmissão de 69 kV Uruguaiana 5–Uruguaiana 7, que servirá para suprir a Subestação Uruguaiana 7. A linha terá extensão de 11 km e capacidade de 75 MVA. O investimento será de R$ 3 milhões, com previsão de conclusão em setembro de 2012.

Linha de Transmissão de 69 kV Ramal Roca Sales, que servirá para suprir a Subestação Roca Sales. Este ramal terá cerca de 2,5 km de extensão e uma capacidade de 74 MVA. O investimento será de R$ 4,6 milhões e estará concluído em setembro de 2012.

Em Esteio haverá a recapacitação da Linha de Transmissão de 69 kV Cachoeirinha–Esteio, que tem por finalidade melhorar a confiabilidade do sistema e disponibilizar mais energia para a região. Com esta ampliação a capacidade da linha passará de 48 MVA para 84 MVA. O investimento será de R$ 4 milhões e estará concluído em setembro de 2012.

As obras da AES Sul nos Sistemas de Média e Baixa Tensão-No sistema de Baixa Tensão (BT), serão realizadas 1.000 obras para a regularização dos níveis de tensão. Estas obras consistem, basicamente, da divisão de circuitos secundários, ou seja, nos locais onde há apenas um transformador suprindo a rede de BT é instalado um segundo transformador e redistribuída a carga. Estas obras melhoram os níveis de tensão, a confiabilidade das redes e disponibilizam mais energia para os clientes. O investimento a ser realizado nestas obras é de R$ 20 milhões.

Durante o ano a empresa dará continuidade à modernização do parque de postes. Serão substituídos 40.000 postes de madeira por postes de concreto (padrão da AES Sul). O investimento será de R$ 62 milhões e aumentará a confiabilidade e a segurança do sistema elétrico.

Serão reformados 230 km de redes de média e baixa tensão, cuja finalidade é tornar o sistema elétrico mais confiável substituindo condutores e estruturas que estão chegando ao final de sua vida útil. O investimento na reforma das redes será de R$ 7,3 milhões.

Também serão construídos outros 100 km de redes para a ligação de cerca de 1.900 novos clientes. O investimento nestas novas redes, classificadas como sendo de universalização do uso da energia elétrica e aumento de carga, é de R$ 15,9 milhões

Serão instalados 400 novos religadores nas redes de média tensão. Esses equipamentos têm a finalidade de possibilitar manobras entre os sistemas elétricos nos casos de contingência, principalmente em temporais. Também possibilitam que o sistema elétrico seja religado mais rapidamente caso haja algum defeito na rede. O investimento em religadores será de R$ 12 milhões.

No ciclo 2011-2016 a AES Sul investirá R$ 1,5 bilhão na rede elétrica de sua área de concessão, visando fornecer energia cada vez mais com qualidade, confiabilidade e segurança, possibilitando aos 118 municípios atendidos – mais de 4 milhões de pessoas – a atração de novos negócios e ampliação dos atuais, gerando desenvolvimento econômico e social.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: