Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

06/01/2012 - 07:52

Borrachas Vipal divulga balanço socioambiental 2010-2011

A Borrachas Vipal, líder no mercado brasileiro e uma das mais importantes fabricantes mundiais de produtos para reforma e reparo de pneus e câmaras de ar, está lançando seu Balanço Socioambiental do biênio 2010-2011. O documento traz informações sobre o DNA de Sustentabilidade da Vipal por meio de suas ações ambientais e sociais, tanto na empresa como nas comunidades onde está inserida, como os benefícios da reforma de pneus, projetos de Educação Ambiental e Indicadores socioambientais. Ainda, apresenta os projetos da companhia de comprometimento com o Planeta, relação com funcionários, patrocínios e apoios, prêmios e Sustentabilidade no Transporte.

O relatório destaca os benefícios da reforma de pneus, como a economia de 57 litros de petróleo e 80% de energia em relação à produção de um pneu novo, evitando, também que o mesmo seja descartado prematuramente e reduzindo o custo do quilômetro rodado do setor de transportes.

Entre os destaques, estão os indicadores ambientais de gerenciamento de resíduos nas unidades da empresa, que, em nove anos (2001 a 2010), economizaram mais de 232 toneladas de petróleo apenas com a reciclagem de plástico. Também são expressivos os números relativos à redução de 46% de água no processo produtivo. No que se refere a ações sociais, o Vipal Instituto Social promoveu uma série de projetos, entre eles o Bom Aluno, Vale a Pena e Aprendiz em Foco, além do auxílio a várias entidades beneficentes em seis estados brasileiros.

“Nosso compromisso, desde que a empresa surgiu, em 1973, é o de não apenas gerar empregos, mas também dar atenção às duas maiores riquezas que existem no mundo: as pessoas e a natureza”, destaca a Diretora de Sustentabilidade da Vipal, Ilda Paludo. [www.atitudevipal.com.br].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: