Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/12/2011 - 13:22

New Ventures Brasil seleciona negócios sustentáveis para receber apoio

Oportunidade para as pequenas e médias empresas com negócios que ajudam a preservar o meio ambiente ou atender necessidades sociais: o Programa New Ventures Brasil está selecionando empreendedores que vão receber suporte em 2012 para aumentar seu acesso a investimentos. As inscrições foram prorrogadas até o próximo domingo [11/12] pelo site www.nvbrasil.org

Iniciativa do World Resources Institute (WRI), com atuação em seis países emergentes - Brasil, China, Colômbia, Índia, Indonésia e México -, o programa presta serviços para acelerar o desenvolvimento e construir redes de contatos para empresas acessarem investimentos e o mercado corporativo.

Criado em 1999, e no Brasil desde 2004, o New Ventures já prestou suporte a 346 empresas privadas que geram benefícios ambientais ou sociais claros e mensuráveis, como uso de energia limpa, uso eficiente da água, agricultura sustentável, construção de casas populares ou combate à pobreza. Os empreendedores apoiados pelo programa já receberam mais de US$ 225 milhões em investimentos.

Durante dois meses, as empresas selecionadas têm seus negócios detalhadamente analisados e recebem orientações. O programa conta com um Conselho Consultivo formado por notáveis: Ricardo Young (fundador do Instituto Ethos); Ana Carla Fonseca (especialista em Economia Criativa e consultora da ONU); Rogério Oliveira (ex-presidente da IBM para a América Latina e investidor); Luiz Maia (sócio-diretor da Brooksfield e ex-presidente do ABN AMRO Asset Management); Paulo Borges (fundador da São Paulo Fashion Week); Lito Rodrigues (fundador da DryWash – que passou pelo programa) e José Luiz Majolo (presidente da Terpenoil Produtos Orgânicos e ex-diretor do ABN AMRO para a América Latina).

O New Ventures fornece pesquisas sobre o potencial de investimentos dos principais setores do meio ambiente, mecanismos inovadores de financiamento, promove a criação de novos fundos de investimento e desenvolve ferramentas para ajudar os investidores a compreender o desempenho financeiro das empresas, bem como os seus impactos sociais.

Além do apoio em cada país, os empreendedores também passam a fazer parte da rede global do New Ventures, compartilhando as melhores práticas entre empresas de mercados diferentes e apresentando seus negócios em um fórum global de investidores. No fórum de 2011, em Nova York, a Ouro Verde da Amazônia foi selecionada para uma apresentação a um grupo de investidores.

Entre os negócios que já receberam suporte do New Ventures no Brasil está a DryWash, que criou o conceito de lavagem de veículos sem água. Hoje a empresa está em 220 pontos no Brasil e abriu neste ano duas lojas na Índia. Em dez anos, a empresa economizou 450 milhões de litros de água - o suficiente para atender 90 mil famílias de cinco pessoas no mesmo período. O negócio também evita contaminar a água que seria utilizada com produtos de limpeza. Além do benefício ambiental, a empresa promove o desenvolvimento de funcionários do setor e adota política de segurança e saúde dos trabalhadores, num setor que tem grande parte de mão-de-obra na informalidade.

Também são destaques do portfólio do New Ventures Brasil: a Adespec Adesivos Especiais, que recebeu investimentos da Rio Bravo; a Ouro Verde, do setor de alimentos, investida pelo Grupo Orsa; a Descarte Certo, investida pelo grupo Ambipar, e a Tramppo, que faz reciclagem de lâmpadas, entre outras.

“Entendemos que pequenas e médias empresas inovadoras, com foco ambiental e social, agregam mais valor às economias. São elas que vão impulsionar uma nova forma de desenvolvimento equilibrado, com geração de resultados em um mundo com recursos limitados”, diz Marcelo Tôrres, diretor do New Ventures Brasil, ao lado de Altair Assumpção e Antonio Lombardi. Os três deixaram recentemente posições executivas na área de sustentabilidade do Banco Real/Santander para se dedicar ao desenvolvimento de negócios sustentáveis.

“Como a grande maioria das PME acaba fechando antes de cinco anos por falta de acesso ao capital e de uma gestão profissional, nossa missão é ajudar as empresas mais promissoras a se estruturar para crescer e ser um exemplo de sustentabilidade”, afirma Marcelo Tôrres.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: