Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL
Busca: OK
CANAIS

22/11/2011 - 09:58

Ministra dos Direitos Humanos se emociona com a causa das crianças com diabetes e promete apoio à ONG

Encontro ocorreu durante evento em Brasília, e foram apresentadas as dificuldades que as crianças portadoras da diabetes tipo 1 tem encontrado. Emocionada, ministra Maria do Rosário prometeu apoio à causa.

Lutando incessantemente em todas as instâncias pela causa das crianças portadoras de diabetes tipo 1, a ONG (Organização Não-Governamental) Pró-Crianças e Jovens Diabéticos – ONG JD - teve uma oportunidade única de sensibilizar a Ministra dos Direitos Humanos Maria do Rosário em relação a causa das crianças com diabetes tipo 1, durante o Seminário “Cidadão do Futuro, Políticas para o Desenvolvimento da Primeira Infância”, que aconteceu no final do mês de outubro, em Brasília.

Na ocasião, a fundadora e presidente da ONG JD Cláudia Filatro presenteou a Ministra com um ursinho de pelúcia “com diabetes”, descrevendo assim o drama enfrentado diariamente pelas crianças com diabetes tipo 1, principalmente em relação as obrigatórias injeções diárias, que variam entre quatro e seis picadas.

“A ministra ficou realmente emocionada enquanto descrevi o tratamento doloroso e invasivo que as crianças com diabetes sofrem diariamente, assim como as dificuldades enfrentadas nas Escolas Públicas, alimentação rigorosa e restritiva etc. Ela gostou tanto do presente que disse que o ursinho ficará decorando seu gabinete para assim não se esquecer das crianças com diabetes.”, afirma Cláudia.

Após tomar ciência do caso, a Ministra ainda mostrou o ursinho de pelúcia para o Ministro de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco e para o Subsecretário de Ações Estratégicas da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Ricardo Paes de Barros. “Além deles, também pude também apresentar com maiores detalhes as demais dificuldades das crianças com diabetes tipo 1 para a Secretária Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Carmem Silveira de Oliveira. Foi muito bom, pois todos prometeram apoio a nossa causa social” comemora Cláudia.

Diante desse primeiro contato positivo, a ONG JD está elaborando um Relatório destacando as principais necessidades das crianças com diabetes, a ser enviado para Ministra Maria do Rosário e para Carmem Silveira de Oliveira. As pessoas que desejarem contribuir com sugestões no âmbito da garantia dos direitos humanos das crianças com diabetes tipo 1 podem enviar email para: [email protected], mencionando no assunto: sugestão direitos humanos.

O diabetes tipo 1, também conhecida como diabetes juvenil, embora muito menos comum do que a diabetes senil, é muito mais agressiva e rápida, sendo uma doença crônica e degenerativa que aflige na maioria dos casos crianças e jovens de 0 a 19 anos. A doença não possui cura, no entanto existe tratamento preventivo (pós-diagnóstico), valendo-se de dietas rigorosas, atividades físicas programadas e injeções de insulina sintética, sendo necessário de uma a quatro doses diárias.

Recentemente, contando com o apoio decisivo do Ministério Público Federal, por intermédio do Procurador da República, Jefferson Aparecido Dias, Defesa dos Direitos do Cidadão, a ONG JD conquistou uma liminar que obrigava o SUS (Sistema Único de Saúde) fornecer insumos e medicamentos de altos custos menos agressivos a todas as crianças e jovens com diabetes tipo 1 do estado de São Paulo. No entanto, pouco tempo depois a decisão foi cassada pela Justiça.

ONG Pró-Crianças e Jovens Diabéticos – ONG JD -Fundada em 2005 pela Claudia Filatro (mãe de criança com diabetes tipo 1), a ONG JD presta assistência social gratuita e atua na defesa dos direitos, interesses e necessidades dos portadores de diabetes tipo 1 com prioridade para crianças e adolescentes de baixa renda. A matriz da ONG Pró-Crianças e Jovens Diabéticos ONG JD está localizada em Campinas/SP, e a filial em Guarujá/SP. [www.prodiabeticos.org.br].

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2017 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira