Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

15/11/2011 - 04:59

Emirates faz pedido recorde de 50 Boeings 777-300


Sua Alteza Sheikh Mohammed Bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente e primeiro ministro dos EAU e governador de Dubai, observa Sua Alteza Sheikh Ahmed Bin Saeed Al-Maktoum, o Presidente e CEO da Emirates Airline & Group, Jim Albaugh, o Presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes (à esquerda), e David Joyce, presidente e CEO da GE Aviation (à direita) na cerimônia de assinatura ontem no Dubai Air Show em que a Emirates anunciou uma encomenda de mais 50 aeronaves Boeing 777-300 ER, que valem aproximadamente US$ 18 bilhões. O pedido também incluiu 20 outros Boeings 777-300 ER, avaliados em US$ 8 bilhões, totalizando 70 aviões no valor de US$ 26 bilhões

Encomenda é a maior já feita por uma companhia aérea à Boeing.

Dubai, UAE – Dubai Air Show – 14 de novembro de 2011 – A Emirates (www.emirates.com), uma das companhias aéreas que crescem mais rapidamente no mundo, fez no dia 13 de novembro (domingo), o maior pedido (em dólares) da história da Boeing para a obtenção de mais 50 aeronaves 777-300, ao preço de varejo de US$ 18 bilhões. O pedido também incluiu 20 Boeings 777-300 avaliadas em US$ 8 bilhões, o que totaliza 70 aeronaves no valor US$ 26 bilhões.

Este pedido recorde de aeronaves de longo curso aumenta a atual frota de 95 Boeings 777 da Emirates – a maior do mundo, incluindo 9 777-200 ER, 10 777-200 LR, 12 777-300, 61 777-300 ER e três cargueiros. A Emirates já havia solicitado à Boeing 40 aeronaves 777-300 ER. Portanto, hoje o total de aeronaves 777-300 ER pedidas à Boeing chega a 90.

O acordo foi assinado ontem durante uma cerimônia no Dubai Air Show por Sua Alteza Sheikh Ahmed Bin Saeed Al-Maktoum, Presidente e CEO da Emirates Airline & Group, e Jim Albaugh, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes. A assinatura também foi testemunhada pelos altos executivos da Emirates, Tim Clark, presidente da Emirates Airline, e Adel Al Redha, vice-presidente executivo de Engenharia e Operações da Emirates, bem como David Joyce, presidente e CEO da GE Aviation, cujos motores GE 90-115B serão os das aeronaves 777-300 ER.

"Com 61 777-300 ER atualmente em serviço, este pedido de valor recorde em dólares é mais um marco para a Emirates e afirma a nossa estratégia de expandir nossos destinos de longo curso e continuar a destacar-nos como uma companhia líder mundial, conectando o mundo a Dubai e além", disse Sua Alteza Sheikh Ahmed Bin Saeed Al-Maktoum, Presidente e CEO da Emirates Airline & Group. "Os Boeings 777-300 ER desempenham um papel crucial no desenvolvimento de uma frota moderna da Emirates para atender à demanda por viagens aéreas globais para o futuro."

Os Boeings 777-300 ER serão operados em uma configuração de três classes com oito suítes na Primeira Classe, 42 assentos na Classe Executiva, 310 na Classe Econômica e espaço para cargas de até 20,1 toneladas.

"Este é um momento de muito orgulho para nós, não só porque reafirma a confiança da Emirates no 777, mas também porque representa o maior pedido em dólares já feito na história da Boeing", disse Jim Albaugh, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes.

"Como a maior operadora de 777 no mundo, a Emirates vem desempenhando um papel importante no desenvolvimento da aeronave e suas contribuições ao longo dos anos têm sido inestimáveis para o desenvolvimento do programa 777."

"O pedido dos Boeings 777-300 ER de ontem possibilita que a Emirates substitua alguns dos aviões atuais, permitindo-nos manter nossa liderança em eficiência de combustível, bem como fornecer aos nossos clientes um produto moderno e superior", disse Tim Clark, presidente da Emirates. "Nossos passageiros podem esperar inovações contínuas no conforto, entretenimento e serviços pelos quais a Emirates é conhecida."

A Emirates atualmente possui uma frota de 162 aviões Airbus que voam para 115 destinos em 67 países. A companhia aérea está caminhando no sentido de se tornar uma das maiores companhias aéreas do mundo. Além dos 50 Boeings 777-300 ER pedidos ontem, a Emirates espera receber 73 Airbus A380, 70 Airbus A350, 40 Boeings 777-300 ER e seis cargueiros Boeing, um total de 239 aeronaves de dois corredores avaliadas em mais de US$ 92 bilhões.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira