Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

05/11/2011 - 10:13

Visteon atinge lucro líquido de US$41 milhões de 3T11

Vendas somaram US$ 2,04 bilhões, um aumento de 19,7% em relação ao terceiro trimestre de 2010. Lucro líquido de US$41 milhões, ou 79 centavos de dólar por ação diluída. Ebitda ajustado de U$166 milhões, alta de 11% em comparação ao terceiro trimestre de 2010.Novos negócios no acumulado do ano devem gerar US$865 milhões em vendas anuais futuras. Metas de vendas e receitas para o encerramento de 2011 foram cumpridas.

A Visteon Corporation (NYSE: VC) anuncia os resultados do terceiro trimestre de 2011. A companhia obteve lucro líquido de US$41 milhões, ou 79 centavos de dólar por ação diluída. As vendas, de US$ 2,04 bilhões, reverteram um prejuízo líquido de US$140 milhões no terceiro trimestre de 2010, quando as vendas somaram US$1,70 bilhão. O Ebitda ajustado para o terceiro trimestre de 2011 atingiu US$166 milhões, alta de 11,4% em relação ao mesmo período anterior, quando o resultado foi de US$149 milhões.

“Nossas vendas no terceiro trimestre foram superiores há um ano em toda linha de produtos e regiões que atuamos”, diz Donald J. Stebbins, presidente e CEO da Visteon. “Além disto, nossa lucratividade anual continua se fortalecendo à medida que geramos resultados consistentes com novos negócios em mercados desenvolvidos e emergentes”.

A Visteon conquistou uma quantia substancial de novos negócios durante os nove primeiros meses deste ano e quase metade deles será produzido na Ásia. Estima-se que os ganhos com novos negócios gerem vendas anuais futuras de aproximadamente US$ 865 milhões, o que trará um aumento significativo em comparação aos US$ 606 milhões obtidos em 2010.

Resultados do terceiro trimestre de 2011-As vendas registraram US$ 335 milhões, aumento de quase 20% em comparação ao terceiro trimestre de 2010, reflexo do volume de produção mais elevado para os clientes mais importantes e câmbios favoráveis. A Hyundai Motor Group representou 32% das vendas de produtos da Visteon no terceiro trimestre e Ford Motor Co. respondeu por 26%. Já a Renault-Nissan ficou com 8% e PSA Peugeot-Citroën com cerca de 5%. Regionalmente, a Ásia representou 44% das vendas totais de produtos, enquanto a Europa somou 33%, a América do Norte ficou com 17% e a América do Sul, 6%.

A margem de lucro bruto sobre os produtos para o terceiro trimestre de 2011 foi de US$ 148 milhões, um aumento de US$ 109 milhões em comparação aos US$ 39 milhões do terceiro trimestre de 2010, que incluiu uma dedução bruta de US$ 111 milhões relacionados a alterações nos planos de OPEB (outros benefícios pós-aposentadoria a funcionários) nos Estados Unidos. Os benefícios dos volumes de produção mais elevados e dos câmbios favoráveis foram compensados pelo impacto da depreciação e amortização mais altas, resultantes da contabilidade inicial de operações[1] e do desempenho de custo líquido desfavorável, incluindo US$ 7 milhões em despesas relacionadas ao fechamento de uma fábrica na Europa.

As despesas com vendas, gerais e administrativas foram de US$ 100 milhões, um aumento de US$ 9 milhões em comparação ao terceiro trimestre de 2010, resultado de políticas cambiais desfavoráveis e amortização de ativos fixos intangíveis.

Durante o terceiro trimestre de 2011, a Visteon reconheceu US$ 43 milhões no valor de receitas líquidas oriundas de afiliadas não-consolidadas, em comparação aos US$ 35 milhões de 2010, representando um aumento de 23%. Yanfeng Visteon Automotive Trim Systems Co., Ltd. (YFV) e empresas afiliadas relacionadas contribuíram com US$ 40 milhões na receita em valor, um aumento de US$ 8 milhões em comparação ao ano anterior. A YFV, empresa com 50% de controle da Visteon, registrou vendas totais no terceiro trimestre deste ano de US$ 740 milhões, em comparação aos US$ 713 milhões do ano anterior, o que representou um aumento de 4%.

Para o terceiro trimestre de 2011, a Visteon reportou lucros brutos de US$ 41 milhões, ou 79 centavos de dólares por ação diluída. Isto se contrasta ao prejuízo líquido de US$ 140 milhões no mesmo período de 2010. O EBITDA ajustado para o terceiro trimestre de 2011 atingiu US$ 166 milhões, em comparação aos US$ 149 milhões do mesmo período do ano anterior. O aumento anual de US$ 17 milhões foi impulsionado pela alta das vendas e câmbios favoráveis, parcialmente compensados pelo desempenho de custo líquido.

Nove primeiros meses de 2011-Para os nove primeiros meses de 2011, as vendas totais de produtos chegaram a US$ 6,19 bilhões, um aumento de US$ 751 milhões e alta de 14% em comparação ao mesmo período no ano anterior. Para os nove primeiros meses, a Visteon reportou lucro bruto de US$ 106 milhões, ou US$ 2,04 dólares por ação diluída, em comparação a um prejuízo líquido de US$ 108 milhões durante os nove primeiros meses de 2010. O lucro bruto para os nove primeiros meses de 2011 incluiu um prejuízo de quitação de dívida de US$ 24 milhões associados ao refinanciamento de dívidas bem-sucedido concluído em abril e US$ 18 milhões de débitos de reestruturação líquida relacionados principalmente ao fechamento anunciado de uma unidade na Europa. A EBITDA ajustada para os nove primeiros meses de 2011 atingiu US$ 526 milhões em comparação aos US$ 476 milhões dos nove primeiros meses anteriores.

O aumento nas vendas da Visteon para os nove primeiros meses de 2011 foi um reflexo do aumento da produção e câmbios favoráveis, parcialmente compensados pelo impacto de alienações e encerramentos de operações e preços.

Caixa e dívidas- Em 30 de setembro de 2011, a Visteon possuía um saldo de caixa global de US$ 780 milhões, incluindo US$ 22 milhões em caixa restrito, em comparação aos US$ 979 milhões e US$ 74 milhões, respectivamente, no encerramento de 2010. A dívida total era de US$ 588 milhões em 30 de setembro de 2011 e não havia empréstimos não pagos na operação de crédito rotativo baseado em ativos de US$ 220 milhões da Visteon.

A Visteon gerou US$ 35 milhões em caixa de operações no terceiro trimestre deste ano, refletindo forte desempenho de lucro de caixa, parcialmente compensado pelo aumento no capital social. As despesas de capital totalizaram US$ 59 milhões no terceiro trimestre de 2011, cerca de US$ 8 milhões a mais que no ano anterior, na medida em que a empresa investiu no cumprimento de exigências de programas futuros com clientes, especialmente na Ásia. O fluxo livre de caixa foi de US$ 24 milhões no terceiro trimestre de 2011, em comparação ao US$ 1 milhão no mesmo período anterior.

Transação Duckyang-Em 31 de outubro de 2011, a empresa vendeu parte de seu controle para o grupo Duckyang Industries Co. Ltd. ("Duckyang") e as ações da empresa com direito a voto foram reduzidas para um nível sem controle majoritário. A Duckyang será excluída das demonstrações financeiras da empresa a partir de 31 de outubro de 2011, e a empresa adotará a contabilização pelo método de equivalência patrimonial. A Duckyang reportou vendas de US$ 514 milhões nos nove primeiros meses, encerrado no dia 30 de setembro de 2011, e possuía saldo de caixa de US$ 57 milhões, ativos totais de US$ 187 milhões e passivos totais de US$ 129 milhões em dia 30 de setembro de 2011.

Confirmação da meta de vendas e lucros no encerramento de 2011 -A Visteon espera que no encerramento de 2011 as vendas estejam entre US$ 8 e US$ 8,2 bilhões, com o Ebitda ajustado entre US$ 660 e US$ 680 milhões. Estima-se um fluxo livre de caixa a ser utilizado de aproximadamente US$ 150 milhões.

“Estamos confirmando nossas metas de vendas e Ebitda para o ano,” disse Stebbins. “Ao olharmos à frente, acreditamos que a produção global de veículos manterá sua tendência de crescimento e estamos confiantes em nossa habilidade de continuar a conquistar novos negócios com base em nossa estrutura de custos competitiva, tecnologias inovadoras e forte presença nos mercados emergentes. Os fabricantes de automóveis estão demonstrando que valorizam nossa capacidade de oferecer tecnologias que diferenciam seus veículos e os suportam em todas as regiões.”

A Visteon é uma importante fornecedora automotiva global que elabora, projeta e fabrica produtos inovadores nas áreas de climatização, eletrônica, interiores e iluminação para as fabricantes de veículos. Com escritórios corporativos em Van Buren Township, Michigan (EUA); Xangai, China; e Chelmsford, Reino Unido; a empresa possui unidades em 26 países e emprega aproximadamente 27.000 pessoas. [www.visteon.com].

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira