Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/10/2011 - 10:20

Wärtsilä registra € 1,118 bi em pedidos recebidos no terceiro trimestre

A Wärtsila, empresa de origem finlandesa, líder global no fornecimento de motores e prestação de serviços para navios, plataformas e usinas termelétricas, registrou no terceiro trimestre de 2011 vendas líquidas de 850 milhões de euros. O total de encomendas recebidas foi de 1.118 bilhões de euros, um aumento de 11% em relação ao mesmo período do ano passado.

A companhia também adquiriu a sueca Cedervall, um dos principais fabricantes de sistemas de vedação de eixo e rolamentos para a indústria marítima. A aquisição significou a entrada de 182 milhões de euros em novas encomendas.

"A Wärtsilä tem apresentado rentabilidade sólida e aumento do número de encomendas em nossas três áreas de atuação. Além do segmento Offshore estar aquecido, observamos um incremento nos pedidos recebidos por nossa joint-venture Coreana, focada na construção de motores dual-fuel GNL. No segmento de Power Plants, clientes do mercado de mineração, serviços para o setor público e produtores independentes de energia elétrica demandaram ativamente. Apesar das incertezas na economia global durante este trimestre, nossas projeções em se tratando de vendas líquidas e lucratividade para o ano de 2011 permanecem as mesmas", explica Björn Rosengren, presidente e CEO da Wärtsilä Corporation.

Ship Power registrou, até este trimestre, cerca teve de 916 novos contratos, o que corresponde às projeções da multinacional. De julho até agora foram 196 novas encomendas, um aumento de 11% em relação ao mesmo período do ano passado. Os estaleiros asiáticos continuam dominando a indústria de construção naval, com 89% dos contratos assinados neste ano. As encomendas mais significativas foram para a entrega de soluções completas, incluindo ship design, propulsão, automação e outros equipamentos. Muitos desses navios serão equipados com motores Wärtsilä dual-fuel, destacando o pioneirismo e a liderança da empresa em aplicações a gás. O mercado de navios sonda também vivenciou um aumento significativo em contratos e deverá se manter aquecido, com a produção de navios de apoio.

Em Power Plants, a contratação para usinas de gás natural na base continuou em alta. O market share da companhia nesta área chegou a 70,1 GW, superando os 51,1 GW verificados no terceiro trimestre de 2010. Este apanhado inclui todas as unidades de força motriz de mais de 5 MW. O número equivale a 4,5% do mercado global. No período avaliado a unidade recebeu 466 pedidos, um crescimento de 19% em relação ao ano passado.

Nas Américas, Oriente Médio e Ásia, onde há um mix de clientes marítimos e de térmicas na carteira da área de Serviços, observou-se um panorama estável. Mais uma vez, o segmento Offshore apresentou intensa atividade. No período avaliado, a unidade registrou um crescimento de 20% nos pedidos em carteira e de 5% em novos pedidos.

Perfil-A Wärtsila é uma empresa de origem finlandesa, líder global no fornecimento de motores e prestação de serviços para navios e usinas termelétricas. A companhia já instalou mais de 4 mil usinas termelétricas no mundo, na área de Power Plants. Na área marítima (Ship Power), os motores da Wärtsilä equipam 65% dos navios de cruzeiro construídos nos últimos três anos. Criada em 1834, a Wärtsilä tem cerca de 18 mil funcionários em mais de 70 países.

A Wärtsilä no Brasil-A Wärtsilä chegou ao Brasil em 1990, onde emprega mais de 600 funcionários. Opera seu escritório matriz e um centro de serviços no Rio de Janeiro, além de outro centro de serviços em Manaus (AM) e possui presença em outros seis estados brasileiros. A empresa projetou e construiu 22 usinas no país e ultrapassou a marca de 2,0 GW de potência instalada. Na área naval, a companhia tem no Brasil base instalada com capacidade superior a 800 MW em mais de 200 navios e embarcações.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: