Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

29/09/2011 - 10:22

Ranking de universidades da América latina da QS publicados pela primeira vez em 04 de outubro

A QS, especialista em investigação por detrás das universidades a nível mundial da QS® e os rankings das universidades asiáticas da QS™, publica o segundo ranking sobre regiões. A nova metodologia utiliza sete indicadores. As top 200 tornar-se-ão públicas às 07.00 GMT do dia 04 de Outubro de 2011.

O quarto Ranking das Universidades será: América Latina™ apresenta a primeira comparação compreensiva de padrões educacionais numa região com um conjunto único de características.

Tradicionalmente, a América latina não tem sido muito presenteada nos rankings à escala global. Apenas consta de cinco rankings nos melhores 200 dos dois dos exercícios de topo: A QS Rankings universitários a nível mundial® e o Ranking Acadêmico de universidades mundiais.

Num contexto de rápida expansão e participação nos rankings e investimentos na investigação e inovação, este novo ranking permite discutir o desenvolvimento do aumento da educação na região.

Uma nova metodologia foi desenvolvida após uma extensa consulta com as universidades da região e com o Conselho Acadêmico Consultivo internacional da QS. O ranking utiliza sete indicadores distintos:

Reputação Acadêmica ….......................................30%
Reputação de Empregabilidade.........................20%
Estudantes da Faculdade......................................10%
Profissionais com doutorado..............................10%
Artigos publicados por Faculdade....................10%
Citações por Artigo ….............................................10%
Impacto na Internet …...........................................10%

Novos dados da OECD publicados em Setembro de 2011 revelaram a escala da expansão da educação universitária por toda a região. O Chile representa o maior crescimento no número de estudantes das nações da OECD entre 2000 e 2008, enquanto o Brasil apresenta um aumento no orçamento da educação como proporção do GDP.

“A América latina é relativamente excluída dos rankings internacionais, mas o investimento governamental e o crescimento econômico indicam que se tornará cada vez mais um participador na cena internacional nos próximos anos.”, diz Ben Sowter, Diretor de Investigação na QS.

“Rankings universitários da QS®: América Latina™ inclui uma metodologia feita sob medida para melhor representar as circunstâncias regionais, e foi construído através da maior pesquisa já realizada de acadêmicos e empregado

Os rankings serão publicados em www.topuniversities.com, no site dos QS Ranking Mundial de Universidades® e QS Ranking de Universidades Asiáticas™.

QS Quacquarelli Symonds-Desde 1990, a QS tem-se tornado líder na rede para carreiras de topo e educação. Os produtores de QS Ranking Mundial de Universidades®, a sua pesquisa inovadora, eventos, publicações e soluções universitárias proporcionam novas formas de juntar as universidades com os melhores e mais brilhantes estudantes a nível mundial.

QS Ranking Mundial de Universidades® -QS Ranking Mundial de Universidades® são uma liga anual da tabela das 600 melhores universidades do mundo e é sem dúvida o mais conhecido e respeitado ranking deste tipo. Compilado pela unidade de inteligência da QS em parceria com o grupo de conselheiros internacionais de liderança académica, QS Ranking Mundial de Universidades® são altamente referenciados por estudantes possíveis e actuais, profissionais das universidades e governos mundiais. O objectivo dos rankings tem sido o de reconhecer as universidades como organizações multifacetadas que são e permitir uma comparação global do seu sucesso a fim de permanecerem ou tornarem-se classe mundial. Os rankings baseiam-se em quatro pilares fundamentais: investigação, ensino, empregabilidade e internacionalização.

Ben Sowter-Sowter é o líder da investigação na QS, da unidade de inteligência da QS. É licenciado em Ciência da Computação pela Universidade de Nottingham, onde lhe foi atribuído o premio “UnionPrize” pela brilhante contribuição para a união estudantil e da qual foi presidente da Sociedade de Debate da Universidade de Nottingham. Ben é totalmente responsável pela gestão operacional de todos os grandes projectos de investigação da QS e está activamente envolvido na recolha, compilação e tabulação de todos os dados que permitem, entre outros, a investigação dos QS Ranking Mundial de Universidades®, na qual está envolvido desde da sua criação em 2004. Ben é um contribuidor regular na imprensa, sendo a sua opinião sobre a educação global e a sua experiencia regularmente utilizada em grandes publicações globais.

Scopus Database from Elsevier -Os rankings da QS usam dados de citações da Scopus que é a maior base de dados de resumos científicos e citações de publicações revistas por pares e fontes de qualidade da internet. A sua base de dados, única, contém resumos científicos e referencias acima de 18, 000 títulos de mais de 5,000 publicações internacionais, assegurando uma larga cobertura interdisciplinar. Scopus é uma fonte de dados de confiança bibliometrica, também usada por muitas outras organizações incluindoa OECD, o Centro de Investigação Australiano, o iFQ (Instituto de Informação de Pesquisa e Garantia da Qualidade) e o ISTEP (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Japão).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira