Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

09/09/2011 - 08:23

Alta Energia implanta a 1ª torre de transmissão da Usina do Madeira

A Alta Energia promove no dia 09 de setembro (sexta-feira), a partir das 11h, na cidade de Pontes de Lacerda (MT) o ato simbólico de implantação da primeira torre da linha de transmissão que transportará a energia a ser gerada nas Usinas do Madeira, no rio Madeira, em Rondônia. A linha, quando estiver completa, ligará as usinas à subestação Araraquara II, no Interior de São Paulo. O evento marcará também o primeiro ano de atividades da Alta Energia, empresa formada por duas gigantes do setor: a Alusa Engenharia e Tabocas Participações.

As usinas do Madeira reúnem as hidrelétricas de Santo Antonio e Jirau, que estão sendo construídas. Quando as usinas estiverem em pleno funcionamento, terão, juntas, potência de geração de 6.500 MW. Como a região onde as usinas estão sendo implantadas não têm demanda suficiente para absorver toda a energia que será gerada, o excedente será levado por essa linha de transmissão até a subestação Araraquara II, para reforço do abastecimento de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional, particularmente para o Sudeste, a partir de 2013.

Trata-se do maior projeto de transmissão do mundo. São duas linhas ponto-a-ponto, em 600 kV com corrente contínua, totalizando 2,4 mil quilômetros de extensão a serem executados num prazo máximo de dois anos. Desse total, 1,5 mil quilômetros estão sob responsabilidade da Alta Energia divididos em dois circuitos: o primeiro com 600 quilômetros entre os municípios de Colorado do Oeste (RO) e Jangada (MT) e o segundo, com 900 quilômetros, entre Colorado do Oeste e Rondonópolis (MT).

Os trechos a serem construídos pela Alta Energia são os mais difíceis de todo o projeto, pois atravessarão mais de 500 quilômetros em regiões de matas, serras, areais, pântanos e diversos cursos d’água de grande porte como os rios Cabixi, Vermelho, Guaporé, Paraguai e Cuiabá. São áreas totalmente desprovidas de estradas de acesso e de qualquer infraestrutura para apoio logístico. “Este é, sem dúvidas, um dos maiores desafios de engenharia jamais visto no Brasil para obras do gênero”, afirma Mauro Gomes Baleeiro, presidente da Alta Energia.

Para atender à demanda, a Alta Energia investiu cerca de R$ 60 milhões em veículos, máquinas e equipamentos. A execução desses 1,5 mil quilômetros de linhas de transmissão deverá gerar no período de pico mais de dois mil empregos diretos. Ao longo de toda a extensão, serão cravados 100 mil metros de estacas, aplicados 50 mil metros cúbicos de concreto, implantadas três mil torres com peso médio de 33 toneladas e instalados cerca de 15 mil quilômetros de cabos.

Perfil-A Alta Energia é uma associação entre a Alusa e a Tabocas, duas das maiores empresas de transmissão de energia do Brasil. Seu objetivo é atender competitivamente ao mercado das grandes linhas de transmissão a serem construídas na América do Sul, com foco especial na região Amazônica.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: